Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Primeiro Domingo do Advento

O ano passado, por acaso, encontrei um site de nome Ignatius Spirituality, que pertence a uma organização católica americana que se inspira na vida e nas obras de Santo Inácio, para desenvolver várias iniciativas: universidades, colégios, igrejas, conventos, editoras, livros, blogs, sites, vídeos, retiros físicos ou onlines, enfim uma imensidão de recursos, sempre muito úteis e muito focados na doutrina da igreja católica, mas que não deixam de ser actuais e modernos. E sempre muito apelativos, como só os americanos o conseguem ;)

 

Há um ano que recebo os seus emails diários. São muito pequenos e simples, mas ajudam-nos logo a ter uma enorme inspiração durante o resto do dia. Recomendo-vos vivamente!

 

Neste Primeiro Domingo do Advento, deixo-vos um vídeo feito por esta organização, que nos apresenta uma breve exposição duma obra de arte, inspirada nas Escrituras deste Domingo.

 

 

Desejo-vos um óptimo Primeiro Domingo do Advento! 

 

Vão celebrá-lo com alguma actividade especial? Não?
Então, ponderem aderir à Novena que a Teresa nos propôs no seu blog!

As nossas velas de Natal

No ano passado quis celebrar o advento de maneira mais viva. Uma das maneiras que encontrei foi através deste site. Apesar de na altura não ter o tempo necessário para criar uma autêntica grinalda para o advento, pensei em reunir apenas as velas e acende-las uma a uma em cada domingo do advento. Tradicionalmente, teria de ser três velas roxas e uma vela rosa. Contudo na altura não encontrei essas cores, então o branco teve de servir.

 

20141126_121601.jpg

 

Assim, com pequenos gestos semanais, tentei reacender também em mim a chama da fé, a luz que Cristo veio trazer à Terra. Estes simples gestos simbolizavam também a minha crescente expectativa e esperança no novo ano.

 

Este ano, com alguma antecedência, tentei decorar um pouco melhor as velas. Agora já têm direito a suporte e a lacinhos. Escrevi também algumas palavras, com uma caneta especial com relevo, para me relembrar o simbolismo de cada uma: Alegria, Amor, Fé e Esperança.

Infelizmente e como podem ver, cometi um erro ao escrever. É o resultado de quase 90% do meu estudo ser em inglês …. Sem querer, escrevi as palavras nas velas também em inglês! E eu nem reparei, teve de ser a minha mãe a dizer-me… 

Ah, e coloquei também um pequeno ornamento-estrela que costurei este verão. Baseei-me na ideia da estrela guia referida nas Escrituras, que guiou os reis magos e os pastores até ao Menino Jesus. Para mim, simboliza uma bússola que nos orienta, que nos guia, que nos encaminha na direcção do amor de Deus Pai. 

 

E vocês têm também uma grinalda de natal?

Costumam acender uma vela em cada domingo do advento?

O nosso Presépio e Árvore de Natal

Hoje, partilho convosco as fotos da nossa árvore de natal e do nosso presépio, do ano passado. 

Quando era pequena, chegámos a ir buscar, aqui nas redondezas, pinheiros verdadeiros para árvore de natal. Lembro-me que a casa ficava a cheirar divinamente nesses natais! Depois, tornou-se proibido, e tivemos de comprar uma árvore de plástico.

Apesar disso, todos os anos continuamos a ir apanhar musgo para o presépio. E sempre trás consigo algum daquele cheirinho a natal :)

 

A nossa árvore é grande mas cá em casa o rei, o foco principal, o pièce de résistance é o presépio! 

Ao longo dos anos, o local da árvore de natal e do presépio nunca foi o mesmo, já esteve em diferentes locais da sala, mais tarde passou para o corredor, onde temos mais espaço. Com os anos, fomos comprando ou ofereceram-nos mais peças para o presépio, e ele foi crescendo, crescendo. Em tamanho, em imaginação, em histórias, em tudo!


Apreciem principalmente os montes, o lago, as fontes, os objectos, as casas e todas as personagens. É lindo!

 

Natal 2

Natal 3

Natal 4

Natal 5.JPG

Natal 6

Natal 7

Natal 8.JPG

Natal 9

Natal 10

Natal 11.JPG

Natal 12.JPG

Natal 13

Natal 14.JPG

Natal 15

 

Este ano o presépio será diferente, porque infelizmente deixámo-lo cair e partiu-se todo. Foi uma grande pena. Este presépio tinha sido prenda de casamento da mãe. Entretanto já comprámos outro, maior ainda! 
 

E o vosso presépio, como é? 

Calendário do Advento

O ano passado comecei a fazer um calendário para a contagem dos dias do Advento. Infelizmente, dado o pouco tempo que Medicina me presenteia nesta altura do ano, não o consegui acabar a tempo. Este vai ser o primeiro ano que o vou usar!

 

O que acham dele?

calendário natal 1.jpg

calendário natal 2.jpg

calendário natal 3.jpg

calendário natal 4.jpg

calendário natal 5.jpg

calendário natal 6.jpg

calendário natal 7.jpg

calendário natal 8.jpg

calendário natal 9.jpg

 

Não vos quero enganar: este calendário demorou muito tempo a ser feito (aproximadamente 2 meses...).

Mas foi muito divertido fazê-lo! :)

 

  1. Comecei por imprimir uma imagem, que encontrei no Pinterest, em A3 a cores (numa reprografia aqui na zona);
  2. Depois cortei duas formas ovais em cartão (duma caixa grande de cartão do papel Renova), uma ligeiramente maior que a outra. A maior pintei-a de azul, a mais pequena de branco.
  3. Contudo, tive algumas dificuldades em cortar o cartão e as margens não ficaram muito bonitas. Então comprei duas fitas (uma azul e outra branca) para pôr nas margens. Deram um trabalhão a colar, mas ficou muitissimo melhor que antes!
  4. Colei com cola branca (montanhas dela!!) os cartões entre si e depois, por cima, a imagem A3 (com cuidados extras para não enrugar em demasia a imagem com a cola... mas acabou por enrugar um pouco).
  5. Durante dias, coloquei pesos em cima dos cartões para colar bem (mais ou menos uma semana).
  6. Depois, tinha em casa umas imagens muito bonitas próprias para fazer decoupage, que comprei numa loja Tiger em Lisboa. Recortei-as (outra trabalheira desgraçada!!) e colei-as sobre a imagem A3.
  7. Novamente, durante dias, coloquei pesos em cima dos cartões para colar bem (mais ou menos outra semana).
  8. Quando já tinha tudo pronto, surgiu-me a ideia das molas para representar os dias. Inspirei-me neste calendário. Assim, comprei molas de madeira e pintei-as de 5 cores diferentes com restinhos de tinta acrílica que tinha (2 camadas de tinta pelo menos). 
  9. Por fim, lembrei-me de escrever os números dos dias com umas canetas brilhantes da UHU que têm relevo.
  10. No final, este calendário ficou com cerca de 60cm de altura e 50cm de largura.
  11. Actualmente, o calendário está pendurado aqui no escritório, à frente dum armário, preso por fitas, como podem ver nas imagens.

 

Que acham do resultado final? 

Vocês também têm/usam algum calendário para o Advento?

 

P.s: Estamos a exactamente um mês da véspera de Natal! Iupii 

Preparar o Advento

Estamos a dias do começo do Advento. Uma época muito especial, muito querida no coração de todos os católicos. Cá em casa é das épocas mais felizes. Todos gostamos muito do Natal.

E apesar de ser uma festa católica, sente-se no ar, nas ruas algo diferente à volta das pessoas nesta altura do ano. Começam a ser mais simpáticas, mais tolerantes, mais alegres. Começa-se a ver mais actos de bondade, de partilha espontânea. Mais simplicidade. Mais paz.

 

Há sempre quem goste de falar acerca do caos e do reboliço da época natalícia. Perdoem-me, mas eu não percebo do que estão a falar. Nunca tive um Natal desses. Não sei o que é a maluquice das compras, das elevadas quantias de dinheiro gastas, dos engarrafamentos, da chatice que é ter a família reunida. Desculpem, mas eu não sei o que é isso.

 

A minha família tem muitos defeitos. Mas o Natal é sagrado. Sempre o foi e se depender de mim, sempre o será. Para nós é uma alegria e um desafio pensarmos, a partir do Verão, acerca do que gostaríamos de oferecer àquela pessoa, nossa querida familiar.

É quase um jogo. O que lhe poderíamos oferecer para agradecermos as suas acções ao longo do ano? O que lhe poderíamos oferecer para incentivar um bom hábito? O que aquela pessoa mais precisa e que a nossa família lhe poderia oferecer? 

 

No Natal é quando as pessoas cá em casa ficam mais caridosas, com conhecidos e com desconhecidos. No Natal, também se agradece aos vizinhos, por ajudarem a cuidar da nossa casa e da nossa família. No Natal, "gastamos" tempo a preparar doces e miminhos com as nossas mãos, com muito trabalho, para os podermos oferecer e partilhar, para agradecermos a todos os que nos ajudaram no último ano.

No natal, a família reúne-se e é sempre uma confusão! Uma barulheira! E uma trabalheira a preparar e depois a limpar. Mas há poucas coisas no mundo que valham mais a pena. É uma altura tão feliz!!!

 

Cá em casa os preparativos já começaram, ora vejam. E na vossa casa?

 

DSC_0020 (2).JPG

 DSC_0024 (2).JPG

O nosso gato já está prontinho para o Natal! 

 

Infelizmente, para os estudantes de medicina, Dezembro e principalmente as "férias" do Natal, são sinónimos de MUITO estudo e de MUITO trabalho. Dezembro para nós também quer dizer que os exames tão aí à porta. Já estão mesmo quase quase a tocar-nos a campainha!!

Por isso, queridos leitores, o dever chama-me (aliás já grita desesperada e incessantemente) e nas próximas semanas terei mesmo muito pouco tempo para o blog. Perdoem-me.

Apesar disso, não vou deixar que o Advento passe em branco. Tenho algumas fotos do meu Natal para vos mostrar. Mas apenas poderei escrever notas muito pequenas.

Ah e tenho também alguns vídeos que encontrei o ano passado e que me ajudaram muito a envolver-me e a reflectir durante o meu próprio Advento. Espero que os apreciem tanto como eu.

 

O Exemplo para cada esposa

Hoje partilho convosco o último quadro que fiz para o meu quarto:

 

Quadro 4

Caso estejam interessados em imprimir o documento que criei, podem fazer o download aqui ou então aqui.

 

Provérbios 31:10-31- A Esposa Ideal

“Quem poderá encontrar uma mulher virtuosa?

O seu preço vale muito mais que rubis.

O coração do seu marido confia plenamente nela, e não lhe faltará nada.

Ela far-lhe-á bem, e nunca mal, todos os dias da sua vida.

Ela escolhe a lã e o linho, e trabalha com prazer com as suas mãos.

Ela é como os navios mercantes, trazendo de longe as suas provisões.

Ela levanta-se quando é ainda noite, para alimentar a sua família e dar tarefas às suas servas.

Ela avalia um terreno e compra-o; com o fruto das suas mãos planta uma vinha.

Ela entrega-se com vontade ao seu trabalho, e os seus braços são fortes e vigorosos.

Ela sabe dar valor ao seu trabalho, e mesmo de noite a sua lâmpada não se apaga.

Nas suas mãos segura o fuso, e com os dedos sustenta a roca.

Ela abre as mãos para os pobres e estende os braços para os necessitados.

Ela não teme pelos seus familiares quando chega a neve, pois todos estão bem agasalhos.

Ela própria tece as cobertas para a sua cama; a sua roupa é de linho fino e púrpura.

O seu marido é respeitado no tribunal, quando se senta entre as autoridades da sua terra.

Ela fabrica linho fino e vende-o, fornecendo cintos para os comerciantes.

Ela veste-se com força e dignidade, e alegra-se ao pensar nos tempos que virão.

Ela abre a sua boca com sabedoria, e sua língua ensina com bondade.

Ela cuida bem da sua casa, e não dá lugar à preguiça.

Os seus filhos levantam-se e chamam-lhe abençoada;

O seu marido também, louvando-a:

«Muitas mulheres são exemplares, mas tu superaste-as a todas!»

A graça é enganadora e a beleza é passageira, mas uma mulher que tema o Senhor será louvada.

Que ela receba a sua recompensa merecida, e que as suas obras sejam louvadas na praça da cidade.”

 

Não sei se vão concordar comigo, mas eu penso que cada mulher, se sentir que é esse o chamamento de Deus para si, deve utilizar os seus anos de solteira para se preparar para os vários papéis que desempenhará quando casada. 

É provável que vocês já tenham lido esta passagem bíblica em Provérbios 31 antes. Eu só a li pela primeira vez este Verão. Aliás, na altura li e reli imensas vezes.

 

Esta belíssima passagem fala-nos acerca duma mãe que aconselha o seu filho sobre quais as qualidades a procurar numa futura esposa. E neste contexto transmite-nos uma imagem lindíssima da esposa ideal.

 

Eu poderia falar-vos de imensas coisas com base neste texto. Tenho a certeza que no futuro voltarei a esta passagem para partilhar novas interpretações que o Senhor me mostre. Mas hoje gostava só de falar acerca dum pequeno verso, mas que teve elevadíssima relevância no meu estudo deste texto e na forma como o via.

 

O valor da mulher apresentada neste texto é inestimável. Ela é uma esposa preciosa, de elevado valor, que demonstra de diversas forma como o seu amor pelo seu esposo é eterno, infinito, sem começo nem fim.

Mas vejam bem, está aqui escrito que esta mulher faz-lhe o bem, e nunca o mal, todos os dias da sua vida. Reparem, todos os dias da sua vida. Todos.

Bem, isso quer então dizer que estão também incluídos os dias em que ela ainda nem o conhecia sequer! Uau

 

Mas como Deus nos pode pedir isto? Como é possível para nós mulheres realizarmos isto? Como conseguiremos fazer sempre o bem e nunca o mal a alguém? E ainda por cima, a alguém que nós ainda nem conhecemos???

Que tarefa difícil Deus nos pede! Fazer bem a alguém, sempre, diariamente, acerca de tudo e em todos os aspectos. E sem saber sequer quem essa pessoa é....

 

Quem seria capaz de fazer algo assim? Conhecem alguém capaz disto? 

Sabem, eu conheço alguém que realizou este pedido de Deus. E digo-vos mais, fez isto por mais do que uma pessoa. Aliás, fez isto por toda a humanidade.

Essa pessoa é Jesus.

 

É no Seu exemplo que nos devemos focar para sermos boas esposas. É com Ele, e apenas com Ele, que nos devemos comparar em acções e em pensamentos. É Ele a nossa régua, a nossa medida, o nosso padrão. É Ele o nosso maior apoiante, o nosso maior encorajador, Aquele que mais ânimo nos dá.

 

Vejam, Deus não nos pediria nada que não fosse possível. Ele pede-nos que façamos algo e dá-nos missões para cumprirmos, que nos parecem impossíveis, apenas para que possamos descobrir o Único que nos ajudará a completar essas tarefas.

O Senhor pede-nos tarefas aparentemente irrealizáveis para nos apercebemos da nossa condição humana, mundana, fraca e perecível. E para aprendermos que não estamos sozinhos, mas que somos filhos muito amados do Rei do Universo.

 

Uma das nossas maiores funções nesta vida é descobrirmos Aquele que a quem devemos tanto, Aquele que está sempre ali ao nosso lado. Aquele que veio à Terra e entregou-se na Cruz por mim, por ti, por todos os homens e mulheres.

Ele veio à Terra exactamente para nos puder dar este exemplo. Que pudemos amar e fazer o bem mesmo àqueles que não conhecemos ainda. Que os podemos amar como a nós mesmos. E para nos mostrar que tudo o que o Senhor Nosso Pai nos diz e nos pede é possível. Apenas precisamos de Lhe pedir ajuda.

E Deus, como um bom Pai que tanto nos ama, vem em nosso auxílio, ajudar-nos.

 

Vinde a Mim, todos os que andais cansados e oprimidos

Eu sempre gostei muito de arte. Houve, inclusive, uma altura da minha vida em que pensei seriamente em seguir Artes Plásticas. Contudo, a minha paixão por Medicina era mais forte, e acabei por mudar de ideias. Apesar disso, sempre que posso dedico-me a pintar, a criar, a imaginar e a desenvolver diferentes formas de arte.

 

Recentemente tornei-me fã de arte bíblica, como podem ver pela minha pasta no Pinterest. Um artista cujas obras tive o prazer de conhecer recentemente chama-se Yongsung Kim. Este pintor é coreano e cristão, e como podem ver aqui e aqui, cria obras lindíssimas!!

As suas obras exercem sempre sobre mim uma grande reacção emocional. Este pintor gosta principalmente de representar Jesus, e fá-lo com uma mestria sem igual. Eu adoro adoro adoro as suas pinturas!

 

Houve uma pintura que me marcou particularmente. Mal a vi, lembrei-me duma passagem do Evangelho de São Mateus, que tinha lido pela primeira vez no dia anterior, e que diz o seguinte:

 

«Vinde a Mim todos os que andais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei.

Tomais sobre vós o meu jugo e aprendei de Mim,

que sou manso e humilde de coração,

e encontrareis descanso para as vossas almas.

Porque o meu jugo é suave e a minha carga é leve.»

Mateus 11:28-30

 

Esta é capaz de ser a minha passagem favorita do Novo Testamento

Para sermos médicos, temos de estar dispostos a realizar vários sacrifícios. Sacrifícios físicos como dormir pouco e trabalhar muito (é normal estudarmos entre 12 a 14 horas diárias …. ou mais!). Abdicamos de todos os fim-de-semanas, faltamos a reuniões familiares e deixamos de puder sair com os amigos. Deixamos de ir ao cinema, de ver televisão e de ter outras actividades além de faculdade, faculdade, faculdade!

Ao longo do curso, temos de aprender a viver com muito stress, a tomar decisões rapidamente e a lidar com muita responsabilidade. Nós trabalhamos com o bem mais precioso das pessoas, a sua saúde e a dos seus queridos familiares. Nós temos, por vezes, literalmente, as vidas das pessoas nas nossas mãos. Adicionem a isto a pressão dos exames, dos professores e dos colegas, a competição, a frustração e o erro constantes.

Passamos também por vários sofrimentos psicológicos. Não é fácil vermos tanta gente a sofrer. Não é mesmo nada fácil. Há dias em que vemos doenças terríveis, que nos transformam profundamente. Nós vemos as pessoas no seu maior momento de fragilidade. Por vezes, vemo-las no mais puro sofrimento. Vemo-las a serem vencidas e a morrer.

E apesar de hoje a medicina já estar muito evoluída e de podermos fazer muita coisa pelos nossos doentes, isso nem sempre é possível. Infelizmente, há muitos dias em que nos sentimos incompetentes, inúteis, incapazes. Sentimo-nos presos, sem pudermos fazer nada. Sentimo-nos verdadeiramente mal de cada vez que não podemos salvar uma pessoa.

 

Nesses dias, descobri através desta passagem, Jesus convida-nos a encontrarmos n’Ele o nosso repouso e o descanso para as nossas dúvidas. Jesus convida-nos a pousarmos sobre Ele o peso dos nossos fardos, das nossas preocupações, das nossas incapacidades, dos nossos erros, do nosso cansaço, dos nossos pecados. Porque, ao contrário do mundo e das coisas mundanas, que nos carregam ainda mais de dúvidas, interrogações e pesos, Jesus diz-nos “Vinde a Mim, e Eu vos darei descanso”. Jesus, que “nos conhece mais do que nós mesmos”, sabe exactamente o que precisamos: do Seu amor. E Jesus está disposto a receber-nos de braços abertos, apesar de todos os nossos pecados. Realmente, não há outro amor como o Seu.

Ele é o único remédio para as nossas enfermidades, o único conforto para o nosso cansaço, o único alívio para as nossas dores.

 

Assim, decidi criar uma imagem em que juntei a pintura e a passagem. Eis o resultado:

Quadro 3

Caso estejam interessados em imprimir o documento que criei, podem fazer o download aqui ou então aqui.  

 

Deixemos, diariamente, que os nossos fardos sejam levados por Jesus.

E aceitemos, na sua vez, o fardo que Ele nos dá. Um fardo suave e de carga leve. Um fardo que nos ensina a ter, tal como Jesus, um coração manso e humilde.

Cartões de Oração

 

A primeira bilha das Famílias de Caná é a Consagração a Nossa Senhora. Assim, é-nos proposto começar o dia com a seguinte consagração a Maria, Mãe de Caná:

 

Invocação
“Nossa Senhora Auxiliadora, Mãe de Caná,
ensina-nos a fazer tudo o que Jesus nos disser!”

Consagração
“Nossa Senhora Auxiliadora, Mãe de Caná,
Consagramos-te hoje e sempre a nossa família.
Confiamos na tua intercessão de mãe,
Para que o vinho da fé, da esperança e do amor
Nunca acabe em nossa casa.
Faz de nós servos do Senhor, como tu,
E ensina-nos a fazer
Tudo o que Jesus nos disser.

Ámen!”

 

 

Contudo, durante muito tempo tive dificuldades em pôr em prática esta pedrinha tão pequenina e tão fácil. Tentei vários métodos diferentes, mas acabava sempre por me esquecer de dizer a oração....

 

Além disso, havia também uma Oração ao Espírito Santo, que me foi dada na catequese de adultos e que é dita no início de cada aula, e que assentava que nem uma luva nas actuais necessidades da minha vida e da minha profissão:

 

Oração ao Espírito Santo

 Espírito Santo, amor do Pai e do Filho,

inspirai-me sempre o que devo pensar,

o que devo fazer, o que hei-de calar,

o que hei-de escrever, o que hei-de fazer,

para a Vossa glória, para o bem das almas

e a minha própria santificação.

 

Ó meu bom Jesus, em Vós

ponho toda a minha confiança.

Ámen

 

Por fim, um dia recebi também na minha paróquia uma outra oração, chamada de Oferecimento das Obras do Dia. É linda, ora vejam:

 

Oferecimento das obras do dia

 Ofereço-Vos, ó meu Deus,

em união com o Santíssimo Coração de Jesus,

e por meio do Imaculado Coração de Maria,

as orações, os trabalhos,

as alegrias e os sofrimentos deste dia,

em reparação de todas as ofensas

e por todas as intenções,

pelas quais o mesmo divino Coração

está continuamente intercedendo

e sacrificando-Se nos nossos altares.

Ámen

 

Um dia destes fez-se luz e tive uma ideia!

Então, lembrei-me de fazer uns cartões bonitos e alusivos a cada oração e dar-lhes um grande destaque, para não me esquecer de rezar as várias orações. Eis o resultado:

cartão de oração 2cartão de oração 1cartão de oração 3

Caso estejam interessados em imprimir o documento que criei com as Orações, podem fazer o download aqui ou então aqui.

 

Imprimi imagens com as orações que criei no computador e colei-as em cartolina. Depois plastifiquei-as, para lhes dar maior resistência.

A oração da Oferta das Obras e da Consagração a Maria, estão coladas na mesma cartolina (são assim frente e verso uma da outra). A oração do Espírito Santo, como a levo para a catequese, tinha de ficar à parte.

E é com grande alegria que vos conto que tenho conseguido rezar diariamente, inclusivé, duas vezes por dia (de manhã e à noite), há mais de uma semana!! Iupiii

De manhã, digo as 3 orações enquanto me visto e me preparado para o dia de trabalho. À noite, rezo-as no final do Terço. E por acaso, já dei por mim a recitá-las a meio do dia... 

 

Para terminar, no fim-de-semana passado, foi-me também dado uma última oração. Esta semana que passou foi a Semana dos Seminários, e foi-nos pedido que rezássemos pelos seminaristas e pelos nossos padres. 

A minha paróquia tem sido muito abençoada a nível de padres. Temos tido sempre pastores fantásticos, entusiastas e apaixonadíssimos por o que fazem e por Deus. Neste momento, temos 2 padres ao serviço da nossa paróquia, e um seminarista a formar-se no Seminário de Almada. Que alegria!!

Por isso, esta semana rezei também uma quarta oração:

 cartão de oração 4

 

E vocês, têm alguma oração favorita, ou que recitem diariamente? 

Partilhem-nas, por favor :)

Pág. 1/2