Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

A grande asneirada

O início do ano de 2015 podia ter sido (bem) melhor do que acabou por ser....

 

O ano começou com uma morte inesperada na família da mãe, com o falecimento da minha última tia-avó. Esta senhora passou por várias doenças terríveis ao longo dos anos, mas parecia que tinha finalmente melhorado nos últimos meses.

miserável.JPG

Quando a vimos pela última vez no verão (a família da mãe é de Lamego, ou seja, a 5 horas de viagem daqui....) tinha-nos parecido mais "rija" que nunca! Assim, apanhou-nos a todos de surpresa... Infelizmente, nenhum de nós pode estar presente no velório, eu tinha 2 exames nesse dia e a mãe não conseguiu dispensa do trabalho. Esta senhora era a última irmã do meu muito amado avô materno, que celebrou o seu primeiro aniversário da partida para a casa do Pai no passado dia 1 de Fevereiro....

 

Simultaneamente a esta situação, eu sentia-me tão assoberbada e sobrecarregada pelos exames da faculdade que, por diversos dias, deixei que as minhas prioridades (erradamente) mudassem. Coloquei a faculdade e o estudo acima de Deus e das Suas obras. Deixei de ir à catequese, depois à missa, e no fim já nem rezava sequer!

Foram dias difíceis e muito negros. Por dias voltei a olhar para o caminho mundano que durante tantos meses me andava a esforçar por deixar de todo para trás. Deixei que o mundo me tentasse e não lhe coloquei nenhuma resistência. Foram dias muito tristes...

 

Como eu me sentia naqueles primeiros dias de Janeiro - seca, miserável e destruída (foto minha)

 

Num desses dias, recebo inesperadamente um email duma queridíssima família de Caná, a família da Olivia! Um simples email, desejando força e fé nos exames …. oh, eu desatei num autêntico pranto!!!

Que pessoa mais imerecida era eu para eles se lembrarem de mim! Que pessoa mais pecadora, hipócrita e egoísta! Tanta bondade, tanto carinho, tanta caridade, tanto amor era completamente imerecido da minha parte!!

 

Depois pensei, “Mas será que o Senhor me aceita de volta?....”

 

Lá eu comecei o meu caminho de volta para a casa do Senhor, de gatas e a rastejar, imunda e ferida, bem devagarinho pelo peso do meu pecado …

 

Dois dias depois, recebo OUTRO email de outra família de Caná, a família Power!!! OUTRO email simples para desejar concentração e esperança nos exames…. e adivinhem só …. desatei novamente num pranto!!!

Eu não mereço nada disto! Senhor, por favor, dê isto a outra pessoa, porque eu não o mereço nem um bocadinho!! Tem a certeza que me aceita de volta?”

 

É simplesmente incrível como, ainda no meio das nossas (minha neste caso) grandes asneiradas, o Senhor nos ama e como Ele nos ama! É indiscritível, é inacreditável, é inimaginável! É impossível! Como?? Como??Como pode um amor ser assim TÃO grande? Como pode existir um amor ilimitado, incondicional, INFINITO?Como é possível que o Senhor Se tenha lembrado no mim, como se fosse a Sua única filha, e Se tenha dado ao trabalho de mo dizer tão explicitamente?!

 

Perdão, oh perdão meu bom Deus!

perdão.jpg

Muito semelhante ao meu estado naqueles dias - Imagem retirada do Pinterest.

 

Como se isto não fosse suficiente, Deus decidiu enviar-me um TERCEIRO email. Desta vez, contudo, não duma família de Caná, mas duma colega de profissão! Imaginem! Uma colega estudante de Medicina em Coimbra enviou-me um (maravilhoso) email a agradecer a iniciativa do meu blog, felicíssima, dizia ela, por ter encontrado outra futura médica católica!

(E é com alegria que partilho com vocês que desse email inicial resultou numa série de trocas de emails, ideias, milagres e desabafos, como eu há muito não tinha!! :) )

 

Acreditem, nesta altura eu só chorava e já não dizia nada. Se calhar lá balbuciei “PRONTO, eu rendo-me!!!!”  

 

Tenho um grande agradecimento a fazer às famílias de Caná, por permitirem que o Senhor vos use diariamente como Seus instrumentos, para realizar as Suas obras e os Seus desejos. Que humildade vossa! Que generosidade! Abençoados sejam, para sempre!!

 

Dias depois um autêntico milagre acontece! Conto-vos acerca dele amanhã ;)

 

"Bendiz, ó minha alma, o Senhor!

Senhor, meu Deus, Vós sois imensamente grande! Ao Senhor, glória eterna!

Enquanto viver, cantarei à glória do Senhor, cantarei ao meu Deus enquanto existir.

Possam as minhas palavras Lhe serem agradáveis! A minha única alegria encontra-se no Senhor.

Bendiz, ó minha alma, o Senhor! Aleluia!"

Salmo 103

6 comentários

Comentar post