Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem rapariga católica. Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia e do amor incondicional ao próximo. Espero que este blog vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem rapariga católica. Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia e do amor incondicional ao próximo. Espero que este blog vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

O Filho Mais Novo Pede a Herança

  Missão País 2016 - 3ºdia  

 

No 3ºdia da nossa Missão, iniciámos o estudo mais pormenorizado da Parábola do Filho Pródigo, pelos dois primeiros versículos:

 

"Disse ainda: «Um homem tinha dois filhos.

O mais novo disse ao pai: ‘Pai, dá-me a parte dos bens que me corresponde.’

E o pai repartiu os bens entre os dois."

Lucas 15:11-12

 

Apesar dos meus esforços diários, na verdade, volta e meia, eu coloco-me nesta mesma posição ante o Senhor. Se olhar com atenção, dia sim dia não, lá estou eu novamente a querer, a pedir, a exigir alguma coisa de Deus! Como se aquilo que já recebi, gratuitamente e sem me ter sido exigido que retribuísse, não fosse suficiente para glorificar Deus a toda a hora!...

Mas a cruz é pesada e dói. E eu canso-me com facilidade. Desisto. E deixo de me entregar totalmente à vontade do Senhor. Deixo de olhar apenas para Jesus, à minha frente, e olho para o lado, para os outros, comparando e tentando ser ou ter igual. 

 

Às vezes, acho que à minha maneira as coisas aconteciam mais depressa, seriam melhores e mais eficazes.... e tento fazer as coisas sozinha, sem ajudas. E Deus, como o Pai da parábola, permite-nos ser livres e escolher, permite-nos que seja feita a nossa vontade...

Ah .... a (aparente) independência e autonomia, que o mundo hoje proclama como bem supremo e último, é um falácia tão matreira e sedutora.... e eu que caio nela tantas vezes.

 

Cruz e rosa.jpg

 

Deus sim, podia ser, se quisesse, totalmente independente e autónomo de todas as Suas obras, de todas as formas de vida que Ele criou, de tudo! Mas, pelo contrário, Ele QUIS ser DEPENDENTE de nós!

Ele QUIS a nossa participação na Criação. Ele QUIS o nosso envolvimento na história do mundo. Ele QUIS que nós fossemos co-administradores das Suas obras e bençãos. Ele QUIS que a Salvação de toda a humanidade dependesse da resposta duma simples e jovem virgem. Ele QUIS ser DEPENDENTE de nós, exactamente para nos mostrar que NÓS também o DEVEMOS SER!

 

Não há nenhum problema em dependermos uns dos outros. Não há vergonha nenhuma em aceitar ajuda. Não é humilhação nenhuma pedir ajuda. Não é fraqueza aceitarmos algo de alguém, quer seja uma pequena palavra ou gesto ou algo grande e importante, mesmo sem termos forma de retribuir.

 

Chama-se Generosidade. E por definição, deve ser gratuita e sem esperar nada em troca.

Deus pratica-a connosco a todo o momento. Pela Sua Graça, somos abençoados infinitamente a todo o instante. Mesmo sem nos apercebermos. Mesmo sem retribuirmos. Ele fá-lo exactamente sem esperar nada em troca.

Porque Ele nos ama - infinita, completa e incondicionalmente!

 

 

 † ALEGRA-TE, FOSTE ENCONTRADO! † 

 Missão País 2016