Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa. Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia e do amor incondicional ao próximo. Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa. Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia e do amor incondicional ao próximo. Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Os meus joelhos

20150407_090732.jpg

 

Hoje quero falar-vos dos meus joelhos. Sim, leram bem, dos meus joelhos. 

 

Os meus joelhos foram incrivelmente mal amados durante a minha adolescência. Durante anos considerei-os feios, horrendos e indignos de verem sequer a luz do dia.

 

Os meus joelhos feios e tortos. Os meus joelhos "metidos para dentro".

Os meus joelhos esfolados e cheios de marcas e cicatrizes.

 

Durante muito tempo foram a parte do meu corpo que menos gostava. Aliás, eu odiava-os profundamente!!

 

Na Semana Santa, durante uma das várias Adorações que fiz ao Santíssimo Sacramento, dei por mim a olhar para os meus joelhos (não, nesse momento não estava a meditar na Paixão de Jesus, perdoem-me!).

E de repente, um pensamento formou-se na minha mente - Como são fortes os meus joelhos!

 

Desde que voltei à Igreja que tenho vindo a reparar o quanto não me custa estar de joelhos. Vejo as outras pessoas, da minha idade ou pouco mais velhas que eu, aos ais e aos gemidos depois de estarem 5 min ajoelhados, e eu só pensava - a mim não me custa nada!

 

Nesta Páscoa vim a descobrir o quão fortes são os meus joelhos - numa das Adorações tive 3 horas de joelhos no chão - sim, 3 horas, no chão de pedra, com 3 intervalos de 5 min!

E sabem, não me custou nada! Nada mesmo!

 

Escusado será dizer que agora estou apaixonada pelos meus joelhos. Eles continuam tortos, e marcados, e cheios de cicatrizes. Mas, por alguma estranha razão anatómica, eles são capazes de aguentar longos tempos de oração. 

Talvez Deus os tenha feito assim de propósito, para que eu descobrisse um dia, e confirmasse mais uma vez a razão da minha existência - Louvar a Deus, sobre todas as coisas, e a toda a hora!

 

Agora, de cada vez que olho para os meus joelhos sorrio. Eles são perfeitos para adorarem o Senhor! 

 

Eis o que diz o Senhor que te criou, que te formou desde o seio materno e te socorreu:

nada temas, Jacob, meu servo, meu Israel, a quem Eu escolhi!

Isaías 44: 2

10 comentários

Comentar post