Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Bênçãos

Uma maratona nunca é fácil. Uma maratona requer um esforço contínuo, constante no tempo e na intensidade, requer vontade e determinação, requer confiança, requer esperança ... 

Realizar uma preparação de cerca de 1 ano e meio para o exame mais importante da minha vida também não foi fácil. Aliás, foi uma autêntica maratona - e os últimos 6 meses foram particularmente difíceis e intensos.

 

É aqui que entram os amigos.

Eu perdi a maioria dos meus amigos quando entrei para a faculdade (como contei antes) e durante anos rezei e rezei para que Deus me trouxesse novos amigos, verdadeiros amigos - de acordo com a minha nova vida cristã. O Senhor, como sempre, ouviu as minhas preces. E quando dei por mim, novas e maravilhosas amizades foram florescendo, um pouco por todo o lado. Glória a Deus! Como Deus é bom!

 

Este Verão foi difícil e extenuante, sim. Mas também serviu para me aperceber da bênção que é ter amigos que te enviam mensagens de apoio pela internet, pelo telemóvel ou até por carta.

Serviu para me aperceber da bênção que é ter amigos com quem posso rir e dar gargalhadas, mesmo nas situações mais difíceis.

Serviu para me aperceber da bênção que são os nossos vizinhos, que te deixam todas as semanas uma flor nova no portão da nossa casa, apenas para te alegrar.

Serviu para me aperceber da bênção que é ter uma amiga com quem pude enviar e receber passagens bíblicas de apoio e esperança, quase diariamente durante meses (mesmo ela não sendo católica)!

Serviu para me aperceber da bênção que é alguém alegremente se oferecer para te substituir numa tarefa importante, quando a tua vida dá voltas inesperadas, como foi a morte da minha avó.

E serviu principalmente para me aperceber da enorme bênção que é a minha família, com todos os seus elementos, que Deus especialmente escolheu para mim...

Obrigado Senhor, por tantas bênçãos!

 

DSC_0014.JPG

 

Quando, no dia do exame, quinta-feira dia 16 de Novembro de 2017, eu liguei o telemóvel para ler as leituras da missa diária ao pequeno-almoço e me deparei com o seguinte:

 

Quinta-feira da 32ª semana do Tempo Comum

Dia de Santa Margarida, rainha da Escócia, +1093 (que eu tinha "conhecido" apenas semanas antes)

e dia de S. José Moscati, médico, +1927 (médico!!!!)


1ª Leitura 

"Na Sabedoria há um espírito inteligente, santo, único, multiforme, subtil, veloz, perspicaz, sem mancha; um espírito lúcido, inalterável, amigo do bem; penetrante, irreprimível, amigo dos homens; firme, seguro, sereno; tudo pode, tudo abrange e tudo penetra. Ela é o sopro do poder de Deus."

Sabedoria 7:22-23,25

 

... só podia correr tudo bem. E assim foi 

De volta

O dia do exame final de Medicina veio e foi-se. O exame não me correu bem, mas parece que até vou ter uma boa nota, uma nota justa. Glória a Deus.

Agradeço, do fundo do coração, por todas as mensagens e emails e cartas de apoio que recebi ao longo destes vários meses de estudo. Deus abençoou-me de tantas maneiras, através de vocês. Obrigado 

20171115_154205.jpg

O pior veio depois do exame.... Logo a seguir ao exame, partimos à pressa para Lamego, para aqueles que seriam os últimos 2 dias de vida da minha avó materna, que tinha uma neoplasia no estômago e de quem já tinha falado antes aqui no blog. A minha avó morreu na 2ªfeira, dia 20 de Novembro, cerca de 1 mês depois de ter feito 76 anos. Deus tenha misericórdia da sua alma...

Estes dias têm sido muito difíceis, particularmente para a minha mãe. Assim, peço-vos novamente as vossas orações durante este período difícil ...

 

Eu pretendo retomar gradualmente os posts aqui no blog durante este mês e em princípio conseguirei continuar também durante o próximo ano. Há muito tempo que não partilho ideias, acontecimentos e descobertas na Fé que têm ocorrido na minha vida. Tenho muito para contar e partilhar convosco 

Os próximos meses ...

"Sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus"

Carta aos Romanos 8:28

 

Os últimos meses têm sido de muito trabalho. Muito, muito trabalho. Assim o exige o último ano na faculdade de Medicina...

Mas, inacreditavelmente, tem corrido tudo bem. Apesar de eu não acreditar, apesar de eu duvidar, apesar de eu me continuar a assustar com os obstáculos que parecem cada vez maiores, apesar de parecer que tem TUDO para correr mal ... no final, nem sei eu bem como, corre - como tem sempre corrido - tudo bem

Louvado seja o Senhor!

capela do HSB.jpg

Capela do Hospital de São Bernardo, em Setúbal - onde passei o último ano.

 

Está na altura de vos dar uma pequena actualização da minha vida, certo, queridos leitores?

- Terminei todos os estágios hospitalares deste 6º e último ano na faculdade de Medicina. 

- A Tese está concluída, impressa e entregue ao Júri de Obstetrícia. E defende-la-ei dentro de poucos dias.

 

O que quer dizer que, sim, já não terei mais aulas, nem trabalhos para entregar, nem horários de trabalho ... Férias portanto? Bem, nem por isso. 

Como vos expliquei num post anterior, este ano escolar só terminará no final de Novembro. Dia 16 de Novembro de 2017 terei o meu último e mais importante exame de SEMPRE em Medicina. E depois? Depois, começarei, a sério, a ser médica. 

Até lá, tenho 5 meses para estudar, estudar, estudar, estudar, estudar ... Parece-vos muito tempo? Não vos pareceria se soubessem a quantidade de matéria que pode sair nesse exame!

 

Portanto, até Novembro, este blog vai voltar a estar mais sossegadinho. Mas conto ir partilhando, de vez enquando, pequenos pensamentos, citações de livros ou sugestões de leitura na internet. 

 

Por favor, às vezes, quando se lembrarem, rezem por mim - para que eu tenha a coragem de me doar totalmente, por amor, a esta nova batalha que o Senhor me pede.

 

Entretanto, deixo-vos com a pulga atrás da orelha - em Novembro terei uma óptima e empolgante aventura para partilhar convosco. Ai o Espírito Santo a fazer das suas novamente! 

Tenho sede, Senhor!

Este será o último post do ano 2016.

 

Apesar da minha falta de investimento no blog durante este ano, parece que, apesar disso, e para minha grande surpresa, ele foi ganhando alguma notoriedade nesta infindável internet ... e, como acontece com frequência quando expomos pontos de vista diferentes do que a sociedade actual dita e manda, somos quase apedrejados com duras palavras, quase sempre provenientes de corajosos anónimos ...

É difícil voltar a mostrar vulnerabilidade, quando o fizemos anteriormente e saímos magoados. É particularmente difícil voltar a mostrar vulnerabilidade a total desconhecidos, como acontece maioritariamente aqui no blog.

 

Mas Jesus ensinou-nos a «dar a outra face» a quem nos bate e a «perdoar setenta vezes sete» ... por isso, lá tentarei novamente. Se algum post, alguma vez escrito neste blog, tiver levado alguém um pouquinho mais longe no seu amor a Deus, então esta minha (pobre e fraquinha) tentativa de evangelização terá valido a pena - e glória a Deus! 

 

Para celebrar o início do 4ºano de evangelização deste blog, quero partilhar convosco o meu poema favorito, aquele que mais me fala ao coração, aquele com que sempre me emociono, e que dou por mim, às vezes, a tentar recitar ... e que, curiosamente, não sei quem o escreveu! (Alguém sabe??) Descobri-o numa das orações da Liturgia das Horas no Natal de 2015, e apontei-o exactamente como aqui o transcrevo...

 

Tenho sede ...

 

Tenho sede de Ti, meu doce Amado,

Sede de ver a Tua formosura,

Sede de ter-Te em mim Sacramentado,

Sede de amor, de cruz e vida pura;

 

Sede de ver-Te conhecido e honrado,

De a Ti trazer, Deus meu, toda a criatura;

Sede do Céu, sede de dar-Te agrado,

Sede de sede, e sede de fartura ...

 

Tenho sede ... mas ah! que nada acalma,

Nem Tu, meu Deus, pois, quando fartas a alma,

A sede aumenta a par da saciedade ...

 

Não, não me fartes! Dá-me a cada dia

Mais sede - dessa sede que inebria ...

A fartura será na eternidade.

 

14-4-1915

Satiabor cum apparuerit gloria tua

(Eu ficarei saciado quando a Tua Glória aparecer)

Ps XVI, 15

 

Por fim, deixo-vos também uma prenda de Natal*  como já começa a ser tradição ... Mais uma vez, neste verão, fiz um Calendário Católico mensal de 2017 (ou aqui). Podem fazer o download grátis à vontade, à semelhança dos anos anteriores (calendário do ano 2015 e calendário do ano 2016). O calendário pode parecer desfocado na pré-visualização do Scribd, mas quando fizerem o download (clicando na setinha vertical, à esquerda do ícone da impressora) vão ver que afinal não está 

Peço-vos apenas que, ao fazerem o download do calendário, rezem uma Avé Maria por mim - obrigado! 

 

*Não se esqueçam que o Natal celebra-se até ao dia do Baptimo de Jesus!