Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Sugestão para celebrar o dia 13 de Maio

O tão aguardado dia 13 de Maio esta aí à porta!

Já pensaram como o vão celebrar?

 

Tentem que seja um dia de muita oração e serviço. Um dia em família. Um dia para criar memórias. Um dia para celebrar. Façam um esforço para rezarem o Terço. E agradecer, agradecer, agradecer! Louvar, louvar, louvar!

 

Eu não sou grande fã de cinema. Aliás, sou capaz de contar pelos dedos o número de filmes que vejo por ano. Também não tive oportunidade de ver nenhum dos vários filmes acerca de Fátima que estrearam este ano. Mas esta semana lembrei-me de procurar na internet se, no passado, alguma vez se tinha feito algum filme acerca das aparições de Nossa Senhora em Fátima e da história dos pastorinhos... 

Nossa-Senhora-de-Fátima2.jpg

 

 

Inacreditavelmente, descobri vários!

Um óptimo artigo (em inglês) deu-me a logo a conhecer 3 bons filmes! Ena!

 

Escolhi ver primeiro um filme português, realizado em 1991, denominado "Aparições", que, segundo esse artigo, era o filme que a Irmã Lúcia achava estar mais parecido com o que realmente aconteceu. É absolutamente maravilhoso!!! É um óptimo filme que se pode ver em família, muito simples e humilde, mas que nos ajuda bastante a experienciar um pouquinho deste grande milagre que Deus quis oferecer à Sua Igreja.

 

Que passemos todos este dia memorável a rezar, vezes e vezes sem conta, tal como o Anjo de Portugal e depois Nossa Senhora ensinaram aos pastorinhos

 

Imagem retirada daqui

"Meu Deus, eu creio, adoro, espero e amo-Vos.
Peço-Vos perdão para os que não crêem, não adoram, não esperam e não Vos amam"


"Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, adoro-vos profundamente
e ofereço-vos o preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo,
presente em todos os sacrários da terra,
em reparação de todos os ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido.
E pelos méritos infinitos do Seu Santíssimo Coração e do Imaculado Coração de Maria,
peço-Vos a conversão dos pobres pecadores"
 

"Ó Jesus, é por Vosso amor, pela conversão dos pecadores e em reparação pelos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria!"

"Ó meu bom Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do inferno; levai as almas todas para o Céu, socorrei principalmente as que mais precisarem"

 

 

E porque quem canta, reza duas vezes, deixo-vos duas canções especialmente dedicadas a este dia, cantadas belíssimamente pela Melissa Bergonso do blog Mulher Católica:

 

A Treze de Maio

 

Bendito o Rosário

 

A Humildade de Maria

Tal como já devem ter percebido por um post anterior, passei os últimos 2 meses a preparar-me, diariamente, para me consagrar a Nossa Senhora, pelo Método da Verdadeira Devoção, que nos foi ensinado por São Luís Maria de Montfort. 

O mês de Maio é um mês que me é muito querido, como também já vos tinha contado antes. E dentro em breve irá tornar-se ainda mais especial! 

No próximo sábado, dia 13 de Maio, celebraremos o Centenário das Aparições de Fátima, o Papa Francisco vem aqui a Portugal para celebrar esse dia e para proclamar a santidade dos pastorinhos Jacinta e Francisco -  e eu irei consagrar-me a Nossa Senhora   Oh, como o meu coração começa a bater mais depressa só de pensar nesse dia!!

 

Devoção 1.jpg

 

Nesse contexto, hoje gostaria de partilhar convosco um excerto maravilhoso, acerca da humildade da Virgem Maria - um excerto do livro Glórias de Maria de São Afonso Maria de Ligório (podem fazer o download aqui, se quiserem), que li no livro Meditações para o Mês de Consagração a Nossa Senhora (podem fazer o download aqui, se quiserem) 

 

A Humildade de Maria

 

De todas as virtudes é a humildade a mais fundamental. Sem humildade, não há virtude que possa existir numa alma. Mesmo que se possuisse todas as virtudes, todas fugiriam ao lhe faltar a humildade. Pelo contrário, Deus é tão amante da humildade, que se apressa a correr onde a vê, escreve São Francisco de Sales.
No mundo era desconhecida essa virtude tão bela e necessária. Mas, para ensiná-la, veio à terra o próprio Filho de Deus, exigindo que Lhe procurássemos imitar o exemplo. “Aprendei de Mim, porque sou manso e humilde de coração” (Mt 11,29). E, assim como em todas as virtudes, foi Maria a primeira e mais perfeita discípula de Jesus Cristo, também na humildade. Por isso, ela merece ser exaltada sobre todas as criaturas. 

 

I. O primeiro traço da humildade é o modesto conceito de si mesmo.
Maria, embora se visse mais enriquecida de graças do que todos os outros seres, nunca se julgou acima de quem quer que fosse. Pelo contrário, teve sempre uma modesta opinião de si mesma. O humilde conceito de si mesma foi o encanto com que Maria prendeu o coração de Deus. Não podia, é claro, a Santíssima Virgem, julgar-se uma pecadora. Pois, na frase de Santa Teresa, a humildade é a verdade, e Maria tinha consciência de que nunca tinha ofendido a Deus. Não é também que deixasse de confessar a preferência com que Deus lhe concedera maiores favores do que às demais criaturas.

A nítida compreensão da infinita grandeza e dignidade de Deus, porém, aprofundava na Virgem o conhecimento da sua própria pequenez. Segundo São Bernardo, ela jamais perdia de vista a grandeza de Deus e o seu próprio nada. Vendo-se uma mendiga revestida de custosas vestes, que lhe foram dadas, não se envaidece, mas antes se humilha ao contemplá-las diante do seu Benfeitor. Justamente essa presença fá-la recordar a sua própria pobreza. Assim, a Virgem, quanto mais enriquecida se via, mais se humilhava. E lembrava-se, sem cessar, de que tudo aquilo era dom de Deus.

 

II. O humilde recusa os louvores, referindo-os todos a Deus
Tal foi o procedimento de Maria, ao perturbar-se diante dos louvores que lhe dirigia o Arcanjo Gabriel. E foi outro o seu procedimento, quando Isabel a chamou de bendita entre todas as mulheres e de Mãe do Senhor? Imediatamente Maria atribuiu toda a glória a Deus, respondendo no seu humilde cântico: "Minha alma engrandece ao Senhor". Vale como se dissesse: Isabel, tu me louvas, porém eu louvo ao Senhor, a quem unicamente é devida toda a honra. Tu te admiras de eu vir até ti, mas eu admiro a Bondade Divina, na qual, tão somente, meu espírito se alegra. Louvas-me porque eu acreditei, mas eu louvo a meu Deus que quis exaltar o meu nada. 

 

III. É próprio do humilde prestar serviço
Maria não se negou a servir Isabel durante três meses. Sobre isto escreve São Bernardo: Admirou-se Isabel da vinda de Maria, porém mais admirável era ainda o motivo da sua vinda: vinha para servir e não para ser servida.

 

Meditações para o Mês de Consagração a Nossa Senhora, pág.57

da autoria de D. António Alves de Siqueira

Calendário Católico - mês de Maio

~ Mês dedicado à Santíssima Virgem Maria ~

Maio 2017

Podem fazer à vontade o download grátis do Calendário mensal católico para 2017 que eu criei.

Peço-vos apenas que, ao fazerem o download do calendário, rezem uma Avé Maria por mim - obrigado! 

 

 1 de Maio (2ªfeira) - Dia de São José Operário

7 de Maio - 4º Domingo da Páscoa

13 de Maio (Sábado) - Centenário das Aparições de Nossa Senhora em Fátima

14 de Maio - 5º Domingo da Páscoa

21 de Maio - 6º Domingo da Páscoa

25 de Maio (5ªfeira) - Ascensão do Senhor

28 de Maio - 7º Domingo da Páscoa

31 de Maio (4ªfeira) - Visitação da SS Virgem a Sta Isabel

Eu, o Terço e Nossa Senhora

Maio

 

 

Ah, mês de Maio!

Eu adoro o mês de Maio!

 

Vê-se flores por todo o lado, a temperatura está amena, o sol brilha, as pessoas andam mais felizes...

No 1º domingo de Maio é dia da mãe! E cá em casa, o avô faz anos no dia 3 e a mãe no dia 26. Para nós, o mês de Maio é sinónimo de festa e muita alegria!

 

Quando me (re)converti ao Catolicismo, descobri que o mês de Maio era também dedicado à Virgem Maria. Oh, só podia, fazia todo o sentido! Mais uma razão para eu ADORAR o mês de Maio!

 

Para o povo português, este mês é ainda mais especialíssimo - celebramos a 13 de Maio a 1ª Aparição de Nossa Senhora aos Pastorinhos, em Fátima

 

Os Milagres e as Aparições de Fátima - ora aí está um assunto que eu tive bastantes dificuldades em compreender e aceitar quando voltei a explorar a Fé Católica. E tornou-se ainda mais difícil quando descobri que, em cada uma das Suas seis aparições no ano de 1917, Nossa Senhora tinha pedido aos Pastorinhos para que rezassem o Terço todos os dias. Todos os dias

 

COMO TODOS OS DIAS???!

 

Não Marisa, não leste mal. Não, os Pastorinhos também não perceberam mal, com certeza.
Nossa Senhora pediu-nos mesmo, em SEIS* ocasiões diferentes, que rezássemos o Terço ... todos os dias

 

Ai ai ai!

Para vos ser sincera, na altura em que descobri isto fiquei assustada. Bué assustada!

Oh, com certeza que já ninguém se lembra disto... com certeza que ninguém consegue rezar o Terço todos os dias ... certo?

 

Já agora, como é que se reza o Terço??

Pois, vim a descobrir mais tarde pela internet que existem quase 5.000 formas diferentes de o fazer! Ai que bom, que coisas tão simples ... E eu que, com 20 aninhos na altura, NUNCA tinha rezado o Terço antes!

 

Na verdade, rezar o Terço é do mais simples que há:

como_rezar_terco.jpg

Fonte de imagem

 

Começo: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

                Pode-se dizer o Credo (e o Glória também) - se se quiser!

                Agradece-se por graças recebidas e/ou dedica-se a oração do Terço por alguma intenção (exemplos - pelas intenções do Santo Padre; pelas Famílias de Caná; pelos refugiados; pela paz; pelo fim da guerra; pela conversão dos pecadores)

 

Anunciação de cada Mistério (num total de 5): Começa-se com uma prece simples (por exemplo: Jesus, ensina-me a ser/fazer como Tu!) ou pode-se recitar a passagem bíblica a respeito de cada Mistério (ver em baixo)

Em cada Mistério:1 Pai-Nosso

                                10 Avés-Maria

                                1 Glória

                                Ó Maria, concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós!

                          Ó meu Bom Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do Inferno. Levai as almas todas para o Céu, e socorrei principalmente as que mais precisarem. 

 

Clicar aqui para saber cada Mistério individual de cada Terço - da autoria do Patriarcado de Lisboa

 

rosário.jpg

Fonte de imagem

 

Salve Rainha: Salve Rainha, Mãe de misericórdia, vida, doçura e esperança nossa, salve! A Vós bradamos, os degredados filhos de Eva. A Vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, Advogada nossa, esses Vossos olhos misericordiosos a nós volvei. E depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do Vosso ventre, ó clemente, ó piedosa, ó doce, sempre Virgem Maria! Rogai por nós, Santa Mãe de Deus, para que sejamos sempre dignos das promessas de Cristo. Amém.

 

Facultativo: Terminar rezando 1 Pai Nosso e 1 Avé Maria pelas intenções do Santo Padre. Ou rezar 3 Avés Maria em honra da pureza de Nossa Senhora. Ou de outra forma que se deseje!

 

Fim: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

 

Acreditem, com dedicação, isto torna-se super simples!

Mas a verdade, é que eu na altura não acreditei ... afinal, tenho eu lá tempo para algo que parece demorar tantoooo!...

 

Providencialmente, pouco tempo depois, Deus levou-me a descobrir o maravilhoso, iluminado e incrivelmente simples e esclarecedor, blog da família Power. Foi a partir dos textos da Teresa que descobri as razões por detrás desta Devoção. Foi com a ajuda da família Power (e depois, com os primeiros blogs das famílias de Caná) que descobri, aos poucos, o Amor a Nossa Senhora....

E assim, rezei o Terço pela primeiríssima vez no Retiro das Famílias de Caná em Almada, a 20 de Setembro de 2014. Ah, quantas bênçãos recebi a partir desse belíssimo dia ... 

 

* - Na verdade, Nossa Senhora faz-nos este pedido em TODAS as Suas aparições por todo o mundo, ou seja, dezenas e dezenas de vezes ... 

Uma visita inesperada

A minha mãe nasceu numa família muito simples e humilde, numa pequena aldeia nos arredores de Lamego. Aos 17 anos teve a oportunidade de vir para Lisboa, com ajuda da família de um tio, à procura dum emprego e duma vida melhor do que o trabalho no campo lhe podia dar. É em Lisboa que conhece o meu pai, filho duma família proveniente de Beja que também procurara a realização dos seus sonhos duma vida melhor na grande cidade.

Quando casaram, os meus pais tomaram a decisão de permanecerem aqui, em Corroios, perto da família do meu pai. A família da mãe acabou por ficar, na sua maioria, em Lamego, a quase 5 horas de distância de nós. Assim, em todas as férias de Verão vamos para Lamego durante algumas semanas, para a mãe (e com o tempo, também eu e o pai) matar as saudades da sua família - principalmente dos seus pais e da sua irmã mais nova. 

Há 24 anos que esta "tradição" acontece todos os verões e é sempre com grande alegria que esperamos esta altura do ano! Contudo, o ano passado foram as nossas primeiras férias sem o avô materno (que faleceu repentinamente em Fevereiro de 2014) e as férias já não foram as mesmas... Este ano também trazia consigo um sentimento agridoce - não sabemos se este ano foi o último em que eu pude ir de férias com os pais, e o mais provável é que estas tenham sido as últimas férias em família durante algum tempo ... Os anos passam e estou perto de terminar a faculdade e de começar a trabalhar como médica. E só Deus sabe como será o futuro. 

 

Assim, foi com grande alegria que, mal chegámos a Lamego, ficámos a saber que nos dias 8 e 9 de Agosto iriamos receber uma visita muito especial! A da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima!! Oh, que festa!!

Peregrina 1.jpg

O avô materno sempre teve uma grande dedicação a Nossa Senhora de Fátima, e sempre que penso Nela, não deixo de pensar também no avô. Quando vamos a Fátima, a memória do avô está também sempre presente comigo.

Assim, eu senti que esta visita de Nossa Senhora a Lamego, foi uma forma de Ela nos dizer, mais uma vez, que nós não estávamos sozinhos nestas mudanças da nossa vida, que tinhamos o Seu apoio, a Sua ajuda, o Seu amor de mãe ... Oh, e que Mãe!

 

Deixo-vos um relato fotográfico desta belíssima visita: (nós esquecemo-nos da tirar fotos nos 2 dias, desculpem!) 

 

Dia 8 de Agosto - Procissão das Velas

Peregrina 2.jpg

Peregrina 3.JPG

Peregrina 4.jpg

Peregrina 5.jpg

Peregrina 6.JPG

Peregrina 7.jpg

Peregrina 8.jpg

Peregrina 9.jpg

 Todas estas fotos são da autoria do maravilhoso fotógrafo Rui Jorge Pires do Olhar d'Ouro.

 

Dia 9 de Agosto - Tarde de oração na Sé de Lamego e Despedida 

Peregrina 10.JPG

Peregrina 11.JPG

Peregrina 12.jpgPeregrina 13.JPG

Todas estas fotos são da autoria do maravilhoso fotógrafo Rui Jorge Pires do Olhar d'Ouro.

 

Já por diversas vezes que fomos a Fátima mas nunca conseguimos estar tão perto da imagem de Nossa Senhora como Deus nos deu a oportunidade desta vez. Pela graça de Deus, conseguimos encontrar um lugar para nos sentarmos na Sé a poucos metros da imagem de Nossa Senhora! Que privilégio. Uma tarde passada a rezar e a meditar sob o manto de Nossa Senhora, a rezar o Terço com Ela e a celebrar a Eucaristia na Sua presença - Foi extraordinário!

Mais extraordinário ainda foi a despedida - as orações cantadas, os lenços brancos a acenar, as lágrimas nos olhos de tanta gente, e mais uma vez, sem termos feito por isso mas pelo peso da multidão à nossa volta, encontrámo-nos desta vez a menos de um metro Dela! Caramba! Estávamos tão, tão perto Dela!! 

Há uma série de imagens na minha memória que espero nunca mais perder. Foi uma experiência sem igual...

Há dias em que é difícil rezar a Alguém que não vemos e que não ouvimos. A nossa natureza humana, tão física e corporal, por vezes tem essa necessidade.... de ver com os nossos próprios olhos, de tocar, de ouvir ...

 

Obrigado Mãe, por não me teres esquecido mesmo durante as férias! Eu sei que Tu estás sempre comigo ... mas é possível que eu às vezes me esqueça disso! Obrigado Mãe, obrigado minha Mãe! Obrigado por vires ter comigo!

 

«Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre.

E donde me é dado que venha ter comigo a mãe do meu Senhor?»

Lc 1:42-43

 

Para terminar, deixo-vos um pequeno vídeo com filmagens da Sé de Lamego -  que tem quase 1000 anos de vida!

 

 

Nós, o pecado e Jesus Cristo

É simplesmente incrível a velocidade a que passam os dias de férias este ano.

Apesar de estar de férias da faculdade, entre as horas diárias do estágio médico extra, as "lições domésticas" cá em casa e o simples passar tempo com a família (actividade, infelizmente, bastante posta de lado durante o ano lectivo), não me tem restado muito tempo para blogs nem para escrever.

Além disso, e talvez seja esta a razão principal por não ter escrito nada no blog nas últimas semanas, quando acabei os exames e fiz um balanço do ano que terminara, apercebi-me que tinha cometido um grave pecado. E, por causa do primeiro, ainda cometi outro, também ele grave.

Depois de muita reflexão, e de muito me chatear comigo própria e de pedir perdão a Deus, dirigi-me à confissão, no horário habitual a que costumava ir. Contudo, descobri que um dos nossos dois padres entrou de férias, e o outro, para assumir as responsabilidades diárias dos dois, limitou o horário das confissões para um determinado dia a uma determinada hora. O problema, é que a essa hora eu ainda estou no estágio. Bonito! E agora?

 

É raro eu discutir ou ficar zangada com outra pessoa. Mas, quando tal acontece, costuma ser alguém que eu amo muito, como a mãe ou a avó. Cada segundo que passa estando nós chateadas é um autêntico tormento. Dói, a sério. Dói porque me sinto magoada, mas dói mais ainda por pensar que magoei a outra pessoa. E tento logo fazer as pazes.

Da mesma forma, quando, horrorizada, apercebo-me que cometi um pecado grave contra Deus, tento confessar-me o mais depressa possível. Não suporto, de forma nenhuma, que Deus continue magoado comigo por vários dias ou semanas. Quero pedir-Lhe o meu mais sincero perdão e fazer as pazes JÁ! 

 

Mas a verdade, é que não tive oportunidade de me confessar durante 2 semanas. Foi horrível...

 

A meio da semana passada lembrei-me que eu e a mãe tínhamos combinado ir ao Santuário de Fátima no dia 18, sábado. E foi aí que me lembrei dum post da Teresa. Fez-se luz! Eu posso confessar-me em Fátima! 

 

20140906_122925.jpg

 Fátima 2014 - Este ano, esquecemo-nos de tirar fotos! Mas o tempo estava parecido, acreditem ....

 

Assim foi. Começámos a manhã com a via sacra dos pastorinhos. Com chuva! Em pleno Julho! Quem diria ....

DSCN6886.JPG

DSCN6894.JPG

DSCN6892.JPG

DSCN6897.JPG

DSCN6898.JPG

DSCN6903.JPG

 Fátima 2014 - Este ano, esquecemo-nos de tirar fotos! Mas o tempo estava parecido....

 

Depois, seguimos para o confessionário!

Incrivelmente, tive uma experiência muito parecida com aquela que a Teresa descreveu no post. Para me confessar, tive que descer uma escadaria até às profundezas do edifício, entrar numa câmara escura e, esperando pela minha vez, procurar bem no meu coração todos os pecados que tinha cometido. O confessionário é, sem duvida, uma experiência humilhante. Nunca é fácil para mim, orgulhosa como sou, ajoelhar-me e nomear todos os erros, todos os pensamentos maldosos, todas as acções contrárias aos ensinamentos de Jesus que cometi. Nunca é fácil para mim admitir o quanto errei, o quanto feri os outros e o quanto feri Deus. 

 

Mas, é então que o nosso amoroso Pai nos estende a mão, levanta-nos mais uma vez, e nos diz que estamos perdoados, que estamos limpos e puros novamente. E tudo, por causa do sangue que Jesus derramou por nós. E então, tudo fica bem novamente.

 

Oh! A felicidade que senti em deparar-me com a água límpida da fonte e com as pombas brancas, tal como a Teresa descreveu!! E a intensíssima felicidade de subir de novo a escadaria, em direcção à luz encadeante do sol!!

 

Alguma vez tiveram dificuldade em perceber o que acontece no sacramento da reconciliação? Ainda não percebem bem o que Jesus fez por nós na Cruz? Ora tomem atenção a este vídeo, que demonstra de forma muito simples e clara, exactamente aquilo que Jesus Cristo nos ofereceu, ao sacrificar-se por nós no Calvário:

 

 

"Tem compaixão de mim, ó Deus, pela Tua bondade; pela Tua grande misericórdia, apaga o meu pecado.

Lava-me de toda a iniquidade; e purifica-me do meu pecado.

Purifica-me com o hissope e ficarei puro, lava-me e ficarei mais branco do que a neve.

Desvia o Teu rosto dos meus pecados e apaga todas as minhas culpas.

Cria em mim, ó Deus, um coração puro."

Salmo 51:3-4, 9, 11-12

 

 

P.s: A minha admiração a ler o post desta 2ªfeira da Teresa - a família Power foi-se confessar no mesmo dia que eu! Ha ha!