Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Pedido de oração

Queridos leitores e amigos,

 

Como já tinha partilhado num post anterior, passei o último ano (e em especial, os últimos 6 meses) a preparar-me para o meu exame final de Medicina, um exame que é, de longe, o mais difícil e o mais importante de toda a minha vida. É o exame que decidirá toda a minha carreira médica ... A pressão está muito alta, o nível de dificuldade tem aumentado a cada ano, a ansiedade e as dúvidas multiplicam-se por cada dia mais perto do exame .... 

 

O exame será no dia 16 de Novembro, pelas 15h.

Nestas semanas que antecedem o grande dia, peço-vos que por favor nos incluam, a mim e a todos os futuros jovens médicos portugueses, nas vossas orações. Estamos todos muito cansados, ansiosos e amedrontados...

Eu tenho a graça de saber que posso oferecer o meu estudo e os meus sacríficos por tantas causas e por tantas almas e a graça ainda maior de ter Deus e Nossa Senhora a apoiarem-me a cada momento.

Mas infelizmente, a maior parte dos meus colegas nem sequer os conhece ... e alguns estão desesperados.

Peço-vos, principalmente por eles, rezem por nós.

 

O Grande Milagre

Em pleno espírito de Páscoa, hoje quero partilhar convosco um filme maravilhoso que descobri recentemente. É um filme mexicano (realizado por Dos Corazones Films - com legendas em português), que se chama "O Grande Milagre" e explica-nos de forma belíssima o que acontece na missa e na confissão, assim como outros aspectos da fé católica.

O filme conta a história de 3 personagens que, por diferentes razões, se encontram em fases muito difíceis das suas vidas: a Mónica, uma jovem viúva, mãe dum menino de 9 anos, que faz tudo o que pode para sustentar sozinha o seu filho, tentando seguir em frente após a morte inesperada do marido. O Sr. Chema, o motorista dum autocarro, que recebe inesperadamente a notícia de que o seu filho corre perigo de vida. E a Sra. Cata, uma idosa que se prepara para o fim da sua vida. 

Com um "empurrãozinho" dos seus Anjos da Guarda, as 3 personagens acabam por ir parar ao mesmo tempo a uma missa (numa igreja lindíssima!). E essa missa irá mudar as suas vidas para sempre!

Este filme ilustra a luta constante, nas nossas vidas e em todas as nossas acções, entre o bem e o mal, entre o desespero, o medo e as dificuldades do dia-a-dia e a fé, a esperança e a misericórdia que só o Senhor nos pode dar 

 

É um filme de animação, é verdade, e pode ser visto em família, mas é especialmente direccionado para adolescentes e adultos. Este filme não é bom, É MUITISSIMO BOM! É maravilhoso e extraordinário! É, sem dúvida nenhuma, um dos melhores filmes que já vi!! Recomendo-o vivamente a todos! 

 

 

Um abençoado Domingo da Divina Misericórdia para todos! 

Tenho sede, Senhor!

Este será o último post do ano 2016.

 

Apesar da minha falta de investimento no blog durante este ano, parece que, apesar disso, e para minha grande surpresa, ele foi ganhando alguma notoriedade nesta infindável internet ... e, como acontece com frequência quando expomos pontos de vista diferentes do que a sociedade actual dita e manda, somos quase apedrejados com duras palavras, quase sempre provenientes de corajosos anónimos ...

É difícil voltar a mostrar vulnerabilidade, quando o fizemos anteriormente e saímos magoados. É particularmente difícil voltar a mostrar vulnerabilidade a total desconhecidos, como acontece maioritariamente aqui no blog.

 

Mas Jesus ensinou-nos a «dar a outra face» a quem nos bate e a «perdoar setenta vezes sete» ... por isso, lá tentarei novamente. Se algum post, alguma vez escrito neste blog, tiver levado alguém um pouquinho mais longe no seu amor a Deus, então esta minha (pobre e fraquinha) tentativa de evangelização terá valido a pena - e glória a Deus! 

 

Para celebrar o início do 4ºano de evangelização deste blog, quero partilhar convosco o meu poema favorito, aquele que mais me fala ao coração, aquele com que sempre me emociono, e que dou por mim, às vezes, a tentar recitar ... e que, curiosamente, não sei quem o escreveu! (Alguém sabe??) Descobri-o numa das orações da Liturgia das Horas no Natal de 2015, e apontei-o exactamente como aqui o transcrevo...

 

Tenho sede ...

 

Tenho sede de Ti, meu doce Amado,

Sede de ver a Tua formosura,

Sede de ter-Te em mim Sacramentado,

Sede de amor, de cruz e vida pura;

 

Sede de ver-Te conhecido e honrado,

De a Ti trazer, Deus meu, toda a criatura;

Sede do Céu, sede de dar-Te agrado,

Sede de sede, e sede de fartura ...

 

Tenho sede ... mas ah! que nada acalma,

Nem Tu, meu Deus, pois, quando fartas a alma,

A sede aumenta a par da saciedade ...

 

Não, não me fartes! Dá-me a cada dia

Mais sede - dessa sede que inebria ...

A fartura será na eternidade.

 

14-4-1915

Satiabor cum apparuerit gloria tua

(Eu ficarei saciado quando a Tua Glória aparecer)

Ps XVI, 15

 

Por fim, deixo-vos também uma prenda de Natal*  como já começa a ser tradição ... Mais uma vez, neste verão, fiz um Calendário Católico mensal de 2017 (ou aqui). Podem fazer o download grátis à vontade, à semelhança dos anos anteriores (calendário do ano 2015 e calendário do ano 2016). O calendário pode parecer desfocado na pré-visualização do Scribd, mas quando fizerem o download (clicando na setinha vertical, à esquerda do ícone da impressora) vão ver que afinal não está 

Peço-vos apenas que, ao fazerem o download do calendário, rezem uma Avé Maria por mim - obrigado! 

 

*Não se esqueçam que o Natal celebra-se até ao dia do Baptimo de Jesus! 

Imaculada Conceição

Em honra do dia de hoje, em que celebramos a Imaculada Conceição de Nossa Senhora, partilho convosco duas das minhas canções favoritas, tocadas e cantadas pela extraordinária Danielle Rose 

 

 

Hail Holy Queen

 

Hail Holy Queen, Mother of mercy,

Our life, our sweetness, and our hope.

To thee do we cry, poor banished children of Eve.

To thee do we send up our sighs mourning and weeping

in this valley of tears.

Turn then, most gracious advocate,

thine eyes of mercy toward us,

and after this our exile,

show unto us the blessed Fruit of thy womb, Jesus.

O clement,

O loving,

O sweet Virgin Mary!

Pray for us O most holy Mother of God,

that we may be made worthy of the promises of Christ.

Amen

Salvé Rainha

 

Salvé Rainha, Mãe de Misericórdia

Vida, doçura e esperança nossa, Salvé!

A Vós bradamos, os degredados filhos de Eva

A Vós suspiramos, gemendo e chorando

neste Vale de Lágrimas.

Eia, pois, advogada nossa

Esses Vossos olhos misericordiosos a nós volvei!

E depois desse desterro,

Mostrai-nos Jesus, bendito fruto do Vosso Ventre

Ó Clemente,

Ó Piedosa,

Ó Doce Sempre Virgem Maria.

Rogai por nós Santa Mãe de Deus,

Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Amen.

 

Mary's Heart

 

(This song is a prayer written by Mother Teresa. It is prayed by the Missionaries of Charity to prepare their hearts to receive Jesus in the poorest of the poor.)

 

O Mary, Mother of Jesus,

Give me your heart

That I might receive Jesus.

Give me your heart,

So beautiful, so pure,

So immaculate, so full of love and humility.

 

Give me your heart,

To love Him as you loved Him,

And serve Him as you served Him,

In the distressing disguise of the poorest of the poor.

 

In the Bread of Life,

In the poorest of the poor,

In distressing disguise,

In Christ our Lord.

Coração de Maria

 

(Esta canção é uma oração escrita pela Madre Teresa de Calcutá e é rezada pelos Missionários da Caridade, para prepararem os seus corações a fim de receberem Jesus no mais pobre dos pobres).

 

Ó Maria, Mãe de Jesus,

Dá-me o Teu coração

Para que eu possa receber Jesus.

Dá-me o Teu coração,

Tão belo, tão puro,

Tão imaculado, tão cheio de amor e humildade.

 

Dá-me o Teu coração

Para poder amá-Lo como Tu O amaste,

E servi-Lo como Tu O serviste,

No aflitivo disfarce do mais pobre dos pobres.

 

No Pão da Vida,

No mais pobre dos pobres,

Num aflitivo disfarce,

Em Cristo, nosso Senhor.

Superando, aos poucos, o deserto

Nossa Senhora faz realmente milagres.

Se, nos últimos dias, tenho conseguido avançar um pouquinho neste deserto espiritual, de que vos falei no último post, o mérito é, sem dúvida, de Nossa Senhora! Tem sido com Ela e através Dela que comecei a ver finalmente um luzinha, no fundo deste túnel imenso … Tem sido o Seu exemplo de vida, infinito em graças e bênçãos, que me tem ensinado várias lições e me tem oferecido algumas respostas que eu procurava ....  E tudo graças a um pequeno livrinho, escrito há muito tempo atrás e que já transformou tantas pessoas antes de mim ... 

 

Adicionalmente, no início desta semana, já nem me lembro bem como, descobri um site com gravações de homilias dum padre americano, que me têm feito também, oh, tão bem à alma! Estas homilias estão em inglês, é verdade, e não tenho formas das vos traduzir, mas ainda assim espero que a sua partilha consiga, talvez, ajudar alguém, como me tem ajudado tanto a mim …

 

Podem ouvir todas as homilias aqui no site Luke 11:28.

Mas gostava de partilhar convosco algumas daquelas que mais me marcaram...

 

Homilia Mariana #1: Maria como nosso modelo de vida

O que especificamente nos pode ensinar Nossa Senhora nas nossas vidas? E como? Ora, não há melhor professora nesta vida do que a maior e melhor das Mães ...

 

Homilia Mariana #2: Nós seremos sempre filhos de Maria

O caminho da santidade não é fácil, tem sempre muitos obstáculos e barreiras a ultrapassar ... mas podemos contar sempre com o auxílio de Nossa Senhora, em todos os passos do nosso caminho, como só uma Mãe nos poderia ajudar...

 

 

Fazer a vontade de Deus não é nada fácil

O Evangelho diz-nos para amarmos os nossos inimigos, para abraçarmos o sofrimento, para obedecermos às autoridades na nossa vida .... mas isso não é nada fácil, como todos já pudemos comprovar, duma maneira ou de outra. Como poderemos então superar os nossos obstáculos e fazermos a vontade de Deus? A resposta foi já encontrada há muito tempo .... 

 

 

Defendendo o nosso castelo

Ao lutarmos contra os nossos pecados é extremamente fácil cairmos na armadilha, astutamente colocada pelo Maligno, de acreditar que podemos vencê-los com as nossas próprias forças, se estivermos no controlo das situações e de tudo o que acontece ... mas assim acabamos simplesmente por cair noutra tentação. Qual é então a solução?

 

 

 

Queria também agradecer a todos vós, queridos leitores e queridos amigos, pelas vossas inúmeras palavras de apoio! Obrigado 

Canções-Orações

A época de exames que tive no mês de Junho foi, como têm sido todas, muito mais difícil que a anterior... muito mais difícil. O Senhor sabia disso perfeitamente. Então, para me ajudar nesta batalha, fez-me conhecer, através do site Cecília da Aleteia (um site dedicado à divulgação de música cristã), uma nova cantora católica americana, de nome Audrey Assad, que conquistou o meu coração na primeira canção que ouvi dela. Assim, durante toda a época de exames, cantei 1 ou 2 canções dela de cada vez que fazia um intervalo no estudo, o que sempre me ajudava a renovar as minhas forças...
A Audrey é uma cantora, compositora e pianista de descendência síria e filha de pais protestantes. Aos 24 anos converteu-se à Igreja Católica e hoje é casada e mãe dum menino de 3 anos. A Audrey tem um estilo musical muito próprio e único, mas tenho a certeza as letras das suas canções agradarão a todos. 

O seu último álbum, Inheritance (Herança), saiu este ano, e contém 11 músicas maravilhosas e profundas, que nos ajudam a rezar bem do fundo dos nossos corações. Fiz questão de vos traduzir todas as canções - porque simplesmente não consego escolher a que mais gosto!

A Audrey escreve as suas canções utilizando uma linguagem inglesa mais antiga que a actual, ou seja, muito mais difícil de traduzir. Não é só no português que, palavras como Saudade, não conseguem ter o seu total significado traduzido noutra língua, também o inglês antigo tem muitas palavras assim.... mas, curiosamente, é este tipo de inglês que sempre desperta o meu interesse e apreço.... É absolutamente lindo e poético e soa, oh tão bem! Pronto, já chega de divagações ... deixo-vos com as 11 melhores canções que eu alguma vez tive a oportunidade de ouvir 

 

1. Ubi Caritas (Onde houver caridade)

Ubi Caritas é uma música muito antiga, originalmente cantada nas Cerimónia de Lava-Pés na missa da Quinta-feira Santa. A Audrey Assad compôs uma nova melodia, mantendo o texto original da letra, em latim.

 

Letra original

Ubi caritas et amor, Deus ibi est.

Congregavit nos in unum Christi amor.

Exultemus, et in ipso iucundemur.

Timeamus, et amemus Deum vivum.

Et ex corde diligamus nos sincero.

 

Ubi caritas et amor, Deus ibi est.

Simul ergo cum in unum congregamur:

Ne nos mente dividamur, caveamus.

Cessent iurgia maligna, cessent lites.

Et in medio nostri sit Christus Deus.

 

Ubi caritas et amor, Deus ibi est.

Simul quoque cum beatis videamus,

Glorianter vultum tuum, Christe Deus:

Gaudium quod est immensum, atque probum,

Saecula per infinita saeculorum.

Tradução minha (da letra em inglês)

Onde houver caridade e amor, aí está Deus.

O amor de Cristo nos reuniu num só.

Alegremo-nos e satisfaçamo-nos n’Ele.

Tememos e amemos o Deus vivo.

E amemo-nos uns aos outros com um coração sincero.

 

Onde houver caridade e amor, aí está Deus.

Assim como estamos reunidos num só corpo:

Tenhamos cuidado, para a nossa mente não se dividir,

Para pararmos os impulsos malignos, para cessarmos todas as controvérsias  

E para que Cristo, nosso Deus, esteja no meio de nós.

 

Onde houver caridade e amor, aí está Deus.

E que possamos, como os santos,

Ver o Teu rosto em glória, ó Cristo nosso Deus;

A nossa alegria é imensa e boa,

E permanecerá através dos séculos sem fim.

 

 

2. Holy, holy, holy (Santo, santo, santo)

 

 

Letra original

Holy, holy, holy

Lord, God Almighty

Early in the morning our song shall rise to Thee

 

Holy, holy, holy

Merciful and mighty

God in three persons blessed Trinity

 

Holy, holy, holy

Though the darkness hide Thee

Though the eye of sinful man thy glory may not see

 

Only Thou art holy; there is none beside Thee

Perfect in power, in love, and purity

 

Holy, holy, holy

Lord, God Almighty

All Thy works shall praise Thy name in earth and sky and sea

 

Holy, holy, holy

Merciful and mighty

God in three persons blessed Trinity

Tradução minha

Santo, santo, santo

Senhor, Deus Todo-Poderoso

Cedo, pela manhã, as nossas canções subirão até Ti

 

Santo, santo, santo

Misericordioso e poderoso

Deus em três pessoas, abençoada Trindade

 

Santo, santo, santo

Embora a escuridão possa esconder-te

Embora pelos olhos do homem pecador a Tua glória não possa ser vista

 

Apenas Tu és santo; não existe ninguém além de Ti

Perfeito no poder, no amor e na pureza

 

Santo, santo, santo

Senhor, Deus Todo-Poderoso

Todas as Tuas obras louvarão o Teu nome na terra e no céu e no mar

 

Santo, santo, santo

Misericordioso e poderoso

Deus em três pessoas, abençoada Trindade

 

 

3. Be Thou my Vision (Sê a minha visão)

 

 

Letra original

Be Thou my Vision, O Lord of my heart;

Naught be all else to me, save that Thou art.

Thou my best Thought, by day or by night,

Waking or sleeping, Thy presence my light.

 

Be Thou my Wisdom, and Thou my true Word;

I ever with Thee and Thou with me, Lord;

Thou my great Father, I Thy true son;

Thou in me dwelling, and I with Thee one.

 

Riches I heed not, nor man’s empty praise,

Thou mine Inheritance, now and always:

Thou and Thou only, first in my heart,

High King of Heaven, my Treasure Thou art.

 

High King of Heaven, my victory won,

May I reach Heaven’s joys, O bright Heaven’s Sun!

Heart of my own heart, whatever befall,

Still be my Vision, O Ruler of all.

Tradução minha

Sê a minha Visão, oh Senhor do meu coração;

Mais nada é tudo para mim, a não ser Tu.

Tu és o meu melhor Pensamento, de dia ou de noite,

Acordada ou a dormir, a Tua presença é a minha luz.

 

Sê a minha Sabedoria, e sê a minha verdadeira Palavra;

Eu estou sempre conTigo e Tu comigo, Senhor;

Tu és o meu grande Pai, eu sou Teu filho verdadeiro;

Tu habitas em mim, e eu habito conTigo.

 

Não presto atenção às riquezas, nem ao louvor vazio dos homens,

Tu és a minha Herança, agora e para sempre:

Tu e só tu, és o primeiro no meu coração,

Supremo Rei dos Céus, o meu Tesouro és Tu.

 

Supremo Rei dos Céus, a minha vitória conquistada,

Possa eu chegar às alegrias do Céu, ó brilhante Sol do Céu!

Coração do meu próprio coração, aconteça o que acontecer,

Serás sempre a minha Visão, ó Soberano de todos.

 

 

4. I Wonder as I Wander (Eu maravilho-me enquanto vagueio)

 

 

Letra original

I wonder as I wander out under the sky

That Jesus my Saviour did come for to die

For poor ornery people like you and like I

I wonder as I wander out under the sky

Tradução minha

Eu maravilho-me enquanto vagueio sob o céu

Que Jesus, o meu Salvador, tenha vindo para morrer

Pelas pobres pessoas de mau-feitio, como tu e como eu

Eu maravilho-me enquanto vagueio sob o céu

 

5. How can I keep from singing (Como posso eu não cantar)

 

 

Letra original

My life flows on in endless song

Above earth’s lamentation

I hear the sweet though far off hymn

That hails a new creation

Through all the tumult and the strife

I hear the music ringing

It finds an echo in my soul

How can I keep from singing

 

What though my joys and comforts die

The Lord my Savior liveth

What though the darkness gather round

Songs in the night He giveth

No storm can shake my inmost calm

While to that refuge clinging

Since Christ is Lord of Heav’n and earth

How can I keep from singing

 

I lift mine eyes the cloud grows thin

I see the blue above it

And day by day this pathway smoothes

Since first I learned to love it

The peace of Christ makes fresh my heart

A fountain ever springing

All things are mine since I am His

How can I keep from singing

Tradução minha

A minha vida flui numa canção sem fim

Acima das lamentações da Terra

Eu oiço a doce, embora longínqua, canção

Que chama a uma nova criação

Através de toda a revolta e de todo o conflito

Eu oiço o som da música

Ela encontra um eco na minha alma

Como posso eu não cantar

 

Embora as minhas alegrias e confortos morram

O Senhor, o meu Salvador, vive

Embora a escuridão se reúna à minha volta

Ele dá-me canções pela noite

Nenhuma tempestade pode abalar a minha calma interior

Enquanto eu me segurar bem neste refúgio

Uma vez que Cristo é o Senhor dos Céus e da Terra

Como posso eu não cantar

 

Eu levanto os meus olhos para a nuvem que cresce ténue

Eu vejo o azul acima dela

E, dia após dia, este caminho suaviza-se

Desde a primeira vez que aprendi a amá-la

A paz de Cristo torna o meu coração novo

Uma fonte sempre brotando

Todas as coisas são minhas, visto que eu sou Dele

Como posso eu não cantar

 

 

6. Oh The Deep, Deep Love of Jesus (Oh o profundo, profundo amor de Jesus)

 

 

Letra original

Oh the deep, deep love of Jesus

Vast, unmeasured, boundless, free

Rolling as a mighty ocean

In its fullness over me

 

Underneath me, all around me

Is the current of Your love

Leading onward, leading homeward

To Your glorious rest above

 

Oh, the deep, deep love of Jesus

‘tis heaven of heavens to me;

and it lifts me up to glory,

for it lifts me up to thee!

 

Oh, the deep, deep love of Jesus

spread his praise from shore to shore!

How he loves us, ever loves us,

changes never, nevermore!

Tradução minha

Oh o profundo, profundo amor de Jesus,

Vasto, imensurável, ilimitado, livre

Movendo-se como um oceano poderoso

Na sua plenitude acima de mim

 

Debaixo de mim, em torno de mim

É a corrente do Teu amor

Levando-me adiante, levando-me para casa

Até ao Teu glorioso repouso

 

Oh o profundo, profundo amor de Jesus,

Até ao Céu dos Céus para mim;

e levanta-me até à glória,

uma vez que me levanta até Ti!

 

Oh o profundo, profundo amor de Jesus,

Espalha o Seu louvor de costa a costa!

Como ele nos ama, Ele sempre nos amará,

Isso nunca mudará, nunca!

 

 

7. Jesus' Blood Never Failed Me Yet (O sangue de Jesus ainda nunca me falhou)

Baseada numa canção de 1971, de Gavin Bryars, que a ouviu da boca dum sem-abrigo em Inglaterra.

 

 

Letra original

Jesus' blood never failed me yet

Never failed me yet

Jesus' blood never failed me yet

And this one thing I know: that he loves me so

 

Jesus' blood never failed me yet

Never failed me yet

Jesus' blood never failed me yet

And this one thing I know: that he loves me so

Tradução minha

O sangue de Jesus ainda nunca me falhou

Nunca me falhou

O sangue de Jesus ainda nunca me falhou

E esta é uma coisa que eu sei: que ele me ama muito

 

O sangue de Jesus ainda nunca me falhou

Nunca me falhou

O sangue de Jesus ainda nunca me falhou

E esta é uma coisa que eu sei: que ele me ama muito

 

 

8.New every morning (Novas todas as manhãs)

 

 

Letra original

In the beginning You hovered over the waters:

You broke an unbroken silence:

You spoke light into darkness

And there was light

 

In the beginning we were made in Your image

We were naked without shame

til we fell for the darkness

And there was night

 

Your mercies are new

Your mercies are new

New every morning.

 

In the beginning there was the Word and he was God

And the Word was with God and He dwelt among us

And there was life

 

In the beginning the Lamb of God was broken

And His blood was poured out for the sins of the world

And there was life

 

Your mercies are new

Your mercies are new

New every morning.

 

At the cross, at the cross, where I first saw the light

At the cross, at the cross, I received my sight

At the cross, at the cross where you laid down your life

Tradução minha

No princípio, Tu voavas sobre as águas:

Tu quebraste um silêncio inquebrável:

Tu fizeste raiar a luz na escuridão

E então houve luz

 

No princípio, nós fomos criados à Tua imagem

Nós estávamos nus sem vergonha alguma

Até que caímos na escuridão

E então foi noite

 

As Tuas misericórdias são novas

As Tuas misericórdias são novas

Novas todas as manhãs.

 

No princípio, havia o Verbo, e Ele era Deus

E o Verbo estava com Deus e Ele habitava entre nós

E então havia vida

 

No princípio, o Cordeiro de Deus foi despedaçado

E o Seu sangue foi derramado pelos pecados do mundo

E então houve vida

 

As Tuas misericórdias são novas

As Tuas misericórdias são novas

Novas todas as manhãs.

 

Na cruz, na cruz, onde eu vi pela primeira vez a luz

Na cruz, na cruz, onde eu recebi a minha visão

Na cruz, na cruz onde Tu entregaste a Tua vida

 

 

9. It is well with my soul (Está tudo bem com a minha alma)

Canção original de Horatio G. Spafford, 1873.

 

 

Letra original

When peace, like a river, attendeth my way,

When sorrows like sea billows roll;

Whatever my lot, Thou has taught me to say,

It is well, it is well, with my soul.

 

It is well (it is well)

with my soul (with my soul)

It is well, it is well with my soul.

 

Though Satan should buffet, though trials should come,

Let this blest assurance control,

That Christ has regarded my helpless estate,

And hath shed His own blood for my soul.

 

My sin, oh, the bliss of this glorious thought!

My sin, not in part but the whole,

Is nailed to the cross, and I bear it no more,

Praise the Lord, praise the Lord, O my soul!

Tradução minha

Quando a paz, como um rio, comparece no meu caminho,

Quando as tristezas, como as ondas do mar, me enrolam;

Qualquer que seja a minha sorte, Tu ensinaste-me a dizer,

Está tudo bem, está tudo bem com a minha alma.

 

Está tudo bem (está tudo bem)

com a minha alma (com a minha alma)

Está tudo bem, está tudo bem com a minha alma.

 

Embora Satanás nos provoque contratempos, embora provações surjam,

Deixa que esta bem-aventurança assuma o controlo,

Que Cristo reparou o meu estado impotente,

E derramou o Seu próprio sangue pela minha alma.

 

O meu pecado, oh, a alegria deste pensamento glorioso!

O meu pecado, não em parte, mas como todo,

Está pregado na Cruz, e eu não o carrego mais,

Louvado seja o Senhor, louvai o Senhor, ó minha alma!

 

 

10. Even unto death (Até à morte)

 

 

Letra original

Jesus the very thought of You it fills my heart with love

Jesus You burn like wildfire and I am overcome

 

Lover of my soul even unto death

With my every breath I will love You

 

Jesus You are my only hope and You my prize shall be

Jesus You are my glory now and in eternity

 

Lover of my soul even unto death

With my every breath I will love You

 

In my darkest hour

In humiliation

I will wait for You

I am not forsaken

 

Though I lose my life

Though my breath be taken

I will wait for You

I am not forsaken

 

One thing I desire

To see You in Your beauty

You are my delight

You are my glory

You my Sacrifice

Your love is all-consuming

You are my delight

You are my glory

 

Jesus, the very thought of You,

Jesus, the very thought of You ...

Tradução minha

Jesus, o simples pensar em Ti, enche-me o coração com amor

Jesus, Tu queimas-me, como uma fogueira, e eu sou superada

 

Amante da minha alma, até a morte

Com cada respiração minha, Eu vou amar-Te

 

Jesus, Tu és a minha única esperança e Tu serás sempre o meu prémio

Jesus, Tu és a minha glória, agora e por toda a eternidade,

 

Amante da minha alma, até a morte

Com cada respiração minha, Eu vou amar-Te

 

Na minha hora mais negra

Na humilhação

Eu esperarei por Ti

Eu não serei abandonada

 

Mesmo que eu perca a minha vida

Mesmo que o meu fôlego me seja retirado

Eu esperarei por Ti

Eu não serei abandonada

 

Uma única coisa eu desejo

Ver-Te em toda a Tua beleza

Tu és o meu deleite

Tu és a minha glória

 

Tu, meu Sacrifício,

O Teu amor tudo consome

Tu és o meu deleite

Tu és a minha glória

 

Jesus, o simples pensar em Ti,

Jesus, o simples pensar em Ti...

 

 

11. Abide with me (Fica comigo)

 

 

Letra original

Abide with me; fast falls the eventide;

The darkness deepens; Lord with me abide.

When other helpers fail and comforts flee,

Help of the helpless, O abide with me.

 

Swift to its close ebbs out life’s little day;

Earth’s joys grow dim; its glories pass away;

Change and decay in all around I see;

O Thou who changest not, abide with me.

 

I fear no foe, with Thee at hand to bless;

Ills have no weight, and tears no bitterness.

Where is death’s sting? Where, grave, thy victory?

I triumph still, if Thou abide with me.

 

Hold Thou Thy cross before my closing eyes;

Shine through the gloom and point me to the skies.

Heaven’s morning breaks, and earth’s vain shadows flee;

In life, in death, O Lord, abide with me.

Tradução minha

 Fica comigo; rapidamente cai o anoitecer;

A escuridão aprofunda-se; Senhor, fica comigo.

Quando os outros ajudantes falharem e os confortos fugirem

Ajuda dos impotentes, ó fica comigo.

 

Rapidamente flui para o seu fim, o pequeno dia da nossa vida;

As alegrias da Terra escurecem; as suas glórias passam;

Mudança e decadência estão por todo o lado;

Ó, Tu que nunca mudas, fica comigo.

 

Eu não temo nenhum inimigo, conTigo perto para me abençoar;

Os males não têm qualquer peso e as lágrimas qualquer amargura.

Onde está o aguilhão da morte? Onde está, sepultura, a tua vitória?

Eu triunfo, se Tu ficares comigo.

 

Segura a Tua cruz diante dos meus olhos que se fecham;

Brilha através da escuridão e aponta-me os céus.

Rompe-se a manhã do céu, e as sombras vãs da Terra fogem;

Na vida, na morte, ó Senhor, fica comigo.

  

Dicas para rezar o Terço

Em Maio passado comecei a escrever uma série de posts acerca do Santo Rosário. Lembram-se?

Primeiro, contei-vos acerca da minha surpresa quando descobri que Nossa Senhora nos tinha pedido para rezarmos o Terço todos os dias e da forma como eu costumo rezá-lo. Depois, num post seguinte, falei-vos das 15 promessas associadas ao Santo Rosário e das várias graças que recebemos ao sermos fiéis a esta devoção.

 

Quando comecei a descobrir a Fé Católica e a devoção a Nossa Senhora, comecei a rezar cheia de vontade e de entusiasmo por esta “novidade” para mim … mas alguns dias depois, as circunstâncias da vida intrometem-se, a vontade foge pela janela, os minutos do dia não esticam e, com milhares de outras coisas a fazer sendo estudante de medicina, esta devoção inicial foi-se perdendo, debaixo da enorme pilha de livros para estudar ….

 

Entretanto, a nossa querida Teresa Power lá escrevia um post no blog acerca do Terço, e eu voltava a tentar e nesse dia rezava … mas no seguinte ou no depois já não … e vinha então mais um post no blog, mais uma tentativa, mais um esquecimento …. Isto vezes e vezes sem conta. Sentia-me como se estivesse numa rodinha dum hamster, a rodar, a rodar, a rodar, sem sair do sítio …

 

Nossa Senhora.jpg

Capela do Hospital Pulido Valente

 

Um dia disse finalmente, basta! Isto assim não pode continuar!

Fui conversar (e confessar) com um dos padres da nossa paróquia, e pedi-lhe ajuda. O que podia eu fazer para mudar a situação? Ele deu-me alguns conselhos, muito úteis e práticos, que hoje partilho convosco.

Além disso, nos dias seguintes fui à procura na internet de dicas para rezar o Terço – e na verdade, acabei por encontrar muitas mais do que estava à espera! Uau, afinal não era a única com dificuldades em conseguir rezar regularmente! O sentimento de compreensão mútua e o apoio companheiro e amigo é um dos traços que mais aprecio na Igreja Católica …

 

Ora, aqui vão elas - as 5 melhores dicas que vos posso dar:

 

Dicas para rezar o Terço ... quando se é péssimo nisso!

 Maria 2.jpg

  1.  Peçam ajuda a Nossa Senhora

Esta primeira dica é tão simples que a esquecemos facilmente – peçam ajuda a Nossa Senhora para que consigam rezar o Terço – e já agora, para todas as outras orações que façam no vosso dia! Afinal, a Virgem Maria é o exemplo mais perfeito de oração e de comunhão com a vontade de Deus…

Embora o Terço seja uma oração muito simples e fácil de praticar e acessível a todos, na verdade, assim como nós, vários santos tiveram dificuldades em pô-lo em prática regularmente. Não desanimem e não desistam … uma das lições que o Terço nos pode ensinar é exactamente o valor da persistência.

Da próxima vez que pegarem no vosso Terço para rezar, imaginem-se a dar a vossa mão a Nossa Senhora e que, juntos, caminharão os dois numa bela viagem pela vida de Jesus.

Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem

 

  1. Lembrem-se da vossa liberdade

Apesar das milhares de razões que existem para rezar o Terço, o facto de não o fazerem não faz de vós “maus cristãos” nem “mau católicos”. Um dos principais dons que recebemos como filhos de Deus é exactamente a nossa liberdade – liberdade em escolher, em servir, a amar. Deus nunca nos obriga a coisíssima nenhuma, e Nossa Senhora muito menos! É possível amá-La e honrá-La adequadamente sem rezar o Terço – assim como o fizeram outros santos que viveram antes da ampla divulgação desta devoção ou como aqueles que nunca tiveram a oportunidade de a conhecer!

Maria 12.jpg

Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem

  1. Descontraíam

Reforçando um pouco mais a ideia anterior: o Rosário é, sem dúvida, uma oração belíssima e permite-nos alcançar uma profunda e preciosa meditação sobre a vida de Jesus …. Mas não é o fim do mundo se vocês não o conseguirem rezar! Não há problema e Nossa Senhora certamente que não ficará ofendida que vocês não rezarem perfeitamente. Há dias em que rezamos assim-assim, mais ou menos bem, mais ou menos mal. Outros, em que rezamos mal, mal, mal … Mas, outros dias até nos surpreendemos com o que conseguimos fazer! Na maior parte dos dias, contudo, garanto-vos, rezaremos modestamente bem.

Além disso, não há problema se só rezarem o Terço às vezes. Não há problema se se esquecerem de o rezar. Não há problema se adormecerem a meio ou no fim, e não o completarem. Mais uma vez digo, não fará de vocês “maus católicos”. A sério! Podem tirar esse peso dos vossos ombros…. Contudo, é sim verdade, que rezar o Santo Rosário irá transformar-vos - em melhores e mais humildes pessoas!

Nossa Senhora é a estrada mais segura, directa e célere para o coração de Jesus e o Terço é um grande dom, uma graça especial, um lindo presente – mas não é o único, existem outros!

 

  1. Maria 6.jpgUm dia de cada vez

Não tentem, como eu tentei, fazer logo TUDO à primeira! Na primeiríssima vez que tentei rezar o Terço decidi rezar todo o Rosário, todos os mistérios, todos os dias, com todas as orações, perfeitamente bem e … vocês já sabem o resultado, não é?....

Eu não sou mãe, e ainda não experimentei aquele encanto e entusiasmo que vejo sempre surgir na face de todas as mães, ao verem os seus filhos fazerem algo pela primeira vez - o primeiro sorriso, o primeiro balbuciar, o primeiro passo … ou então, quando os seus filhos se superam e fazem algo melhor do que alguma vez conseguiram, como correr, chutar à bola, pegar bem numa colher ou garfo …

Ora, o Terço é uma oração que nos foi dada pela nossa Mãe celestial e, como a melhor das mães, tenho a certeza que a Santíssima Virgem se encanta e “se derrete” com cada passo, por mais pequenino que seja, que nós damos a caminho da santidade e duma vida de oração mais profunda e plena.

Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem

 

Rezar o Terço todos os dias pode-vos parecer impossível. E é, se o tentarem todo, duma vez e sozinhos. Mas, se pedirem ajuda a Nossa Senhora e tentarem rezar uma Avé-Maria a mais a cada dia que passa, ou uma década por dia, uma década rezada em família ao fim do dia ou no fim-de-semana, um pouco mais por dia, um pouquinho mais de amor … quando derem por vocês, estarão a rezar o Terço diariamente! E não desejarão outra coisa!

 

  1. Tempos modernos exigem medidas modernas

Concordarão certamente que, nos dias de hoje, as nossas vidas são bastante diferentes das vidas das pessoas que viveram há 500 anos atrás, ou até há 50 anos atrás. Antes, parece-me sempre, as pessoas tinham mais tempo - faziam as coisas com mais calma e tinham menos distracções, do que nós. Assim, talvez fosse mais fácil para os nossos antepassados encontrar o tempo necessário, todas as manhãs ou todas as noites, para rezar o Terço.  

A minha vida de estudante universitária é também diferente da vossa, como trabalhadores por conta própria ou de outrem, como solteiros ou como pais e avós, tenham uma família numerosa ou menos numerosa. Mas, falando-vos um pouco da minha vida em particular, ela é bastante diferente quer eu esteja em período de aulas na faculdade, em época de exames ou, claro, de férias de Verão

 

Durante o tempo de aulas, eu não consigo rezar o Terço todinho à noite, antes de ir para a cama, como gosto. Entre as coisas que preciso de fazer, as matérias que tenho de estudar para o dia seguinte e o enorme sono e cansaço diários, eu simplesmente não consigo rezar à noite.

Que solução encontrei? De manhã, na viagem de comboio para a faculdade, tenho o tempo suficiente para rezar o Terço. Vou contando as Avé-Marias pelos dedos, abstenho-me do stress matinal típico de Lisboa, e tenho todas as minhas orações rezadas antes de começar verdadeiramente o meu dia de trabalho no hospital. Simples e eficaz.

Vocês também podem rezar nas viagens de carro para o vosso trabalho – não devem conseguir rezar sozinhos, contando pelos dedos, mas podem gravar num cd ou no mp3 ou no telemóvel uma gravação do Terço (aconselho-vos duas óptimas gravações aqui* ou aqui) e assim não “se perdem”. Além disso, far-vos-á companhia e sentir-se-ão mais em comunhão com todos os outros católicos que poderão estar a rezar convosco. Para quem gostar de ainda mais modernices, existem hoje até aplicações para o telemóvel ou tablet (aqui, aquiaqui ou aqui) que ajudam-nos a rezar o Terço.

 

Maria 1.jpg

Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem 

 

Por outro lado, quando estou em época de exames, já não vou todos os dias de comboio para Lisboa. Além disso, tenho imensa matéria para estudar por dia e os intervalos são poucos e curtos. Assim, nestas alturas, rezo uma dezena do Terço por cada intervalo de estudo que faço. Vocês também podem adaptar este método ao vosso dia – por exemplo, uma dezena ao entrarem no carro de manhãzinha, uma dezena numa pausa da manhã, outra dezena na hora de almoço, outra dezena ao irem para casa ou ao chegarem a casa e, por fim, a última antes de irem para a cama.

 

Por fim, nos fins-de-semana e durante as férias, posso rezar da maneira que prefiro – rezo o Terço completo à noite, antes de ir para a cama.

Como sabem, eu não tenho experiência em rezar o Terço em família, nem com crianças – mas para isso podem passar pelo blog da Família Power ou, agora, no site das Famílias de Caná, que têm diversas ideias e sugestões!

 

E vocês, têm alguma dica? 

Se tiverem, por mais pequena que seja, escrevam-na nos comentários - pode fazer toda a diferença na vida de oração de outra pessoa! 

 

Podem encontrar aqui no blog outras ideias e sugestões para rezar o Terço - aqui.

 

* Existem inúmeros sites na internet com gravações já em formato áudio, grátis, que podem fazer download a vossa vontade – como por exemplo, o Passo-a-Rezar. Existem também vários sites que transformam estes vídeos do youtube em ficheiros áudio. É fácil e rápido, basta pesquisar no google!

Sugestões de Leitura #2

Queridos leitores e amigos,

O blog vai estar em stand-by durante todo o mês de Junho, enquanto eu estou em exames da faculdade. Peço-vos com toda a humildade que rezem por mim, por favor! Como pode o Senhor ter-me pedido a mim, criatura tão pequenina e tão fraca, uma tarefa tão difícil? ... Oh, mas é nos momentos em que sou mais fraca, que me torno forte pela graça do Senhor ...

Como nos ensinou São Paulo:

 

"O Senhor respondeu-me: «Basta-te a minha graça, porque a força manifesta-se na fraqueza.» De bom grado, portanto, prefiro gloriar-me nas minhas fraquezas, para que habite em mim a força de Cristo. Por isso me comprazo nas fraquezas, nas afrontas, nas necessidades, nas perseguições e nas angústias, por Cristo. Pois quando sou fraco, então é que sou forte." 2 Coríntios 12:9-10

 

Deixo-vos algumas sugestões para irem (re)visitando alguns posts antigos aqui do blog.

Terço - Cópia.jpg

 

Terço de Ligação

 

"Um destes dias, ao iniciar o Terço, dei comigo a pensar:

«Neste momento, talvez haverá mais alguém que estará a rezar o Terço ao mesmo tempo que eu. De certa forma, estará a rezar comigo o terço. Talvez até esteja a dizer exactamente e ao mesmo tempo as mesmas palavras que eu. Talvez reze noutra língua. Talvez esteja a cantá-lo. Talvez seja mais novo que eu, ou mais velho. Talvez esteja a rezar sozinha, talvez esteja acompanhado. Talvez seja uma família inteira.»"

 

 

andar sobre a água - Cópia.jpg

 

A Fuga à Dor e ao Sofrimento 

 

"Parece-me que hoje todos tentamos fugir de tudo o que nos magoe de alguma forma. Fugimos das situações que não gostamos e onde nos sentimos desconfortáveis. Fugimos dos nossos sentimentos e impedimo-nos de sentir o que for pelo próximo. Fugimos da dor física, da dor psicológica e da dor espiritual. Fugimos. Fugimos. Fugimos."

 

 

 

Brittany Maynard - cópia.png

 

O Valor da Vida

 

"Sabem quem é (ou foi) a Brittany Maynard certo? Aquela jovem americana a quem foi diagnosticado um tumor cerebral em fase terminal? Aquela jovem americana de 29 anos, que tinha acabado de casar, cheia de vida e cheia de sonhos? Aquela jovem americana que se mudou para um outro Estado para poder realizar suicídio assistido?"

 

 

Joelhos.jpg

 

Os meus joelhos

 

"Os meus joelhos foram incrivelmente mal amados durante a minha adolescência. Durante anos considerei-os feios, horrendos e indignos de verem sequer a luz do dia. Na Semana Santa, durante uma das várias Adorações que fiz ao Santíssimo Sacramento, dei por mim a olhar para os meus joelhos. E de repente, um pensamento formou-se na minha mente - Como são fortes os meus joelhos!"