Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

A Consagração surpresa

«Foi pela Santíssima Virgem Maria que Jesus Cristo veio ao mundo

e é também por ela que deve reinar no mundo.» (TVD 1)

 

Ontem foi sem dúvida um dos dias mais felizes da minha vida!

Consagrei-me a Nossa Senhora!

Para sempre!

consagração.jpg

 

E eu que tinha pensado que ía fazer tudo em segredo, sem ninguém saber ... Aparentemente Nossa Senhora tinha outros planos! 

O dia começou com a belíssima missa de celebração do Centenário das Aparições de Fátima e da canonização dos dois pastorinhos, Santa Jacinta e São Francisco Marto! Uma lindíssima celebração, com o nosso querido Papa Francisco. Eu tentei "colei-me" à transmissão pelo Youtube o máximo que consegui, mas ontem era dia para oferecer vários sacrifícios - e portanto, o escritório tinha de ser todo limpo. E ui! que sacrifício foi para mim ... 

Não fui a única que chorei durante toda a celebração, pois não? Oh, quanta beleza! E que coro maravilhoso!

 

 À tarde, fui confessar-me e falar com o nosso pároco acerca do tributo que decidi oferecer a Nossa Senhora (parece que terei óptimas notícias para vos contar em breve!). E foi então que surgiu a grande surpresa!

Ainda se lembram do que escrevi acerca da minha história com a Consagração acerca do grupo de consagrados da minha paróquia? Aqueles que me inspiraram a consagrar-me também?

Pois adivinhem só! Algumas dessas pessoas tinham previamente combinado renovar a sua consagração nesse mesmo dia, 13 de Maio! Assim, no final da missa, eu consagrei-me a Nossa Senhora, rodeada do sr. padre e desse grupo de pessoas que renovavam a sua consagração! Todos juntos!

Oh, quanta alegria!!! O coração queria sair-me do peito! Eu não conseguia parar de sorrir e sorrir e sorrir! Oh, que dia maravilhoso! Quantas graças, quantas bênçãos!

 

Glória a Jesus em Maria!

Glória a Maria em Jesus!

Glória a Deus somente!

(TVD 265)

 

Para quem quiser ficar a saber mais acerca da consagração a Nossa Senhora através deste método, o livro - Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem de São Luís Maria Grignion de Montfort - é relativamente fácil de encontrar nas livrarias (admirem-se! mesmo não católicas!) - a Editora Paulus tem e a Wook também e muitas outras livrarias/editoras também o vendem. 

Também podem fazer o download do pdf do livro aqui ou então aqui. Ou até podem ouvir o audiobook (em brasileiro, mas belissimamente bem feito).

 

Devoção 2.jpg

Eu comprei o meu livro na minha paróquia. É uma edição da Editora Caminhos Romanos, que está muito bem escrita e que tem uma gráfica muito agradável. 

«A leitura deste livro marcou na minha vida uma reviravolta decisiva (...) a devoção da minha infância e também da minha adolescência para com a Mãe de Cristo foi substituída por um novo comportamento, uma devoção surgida do mais profundo da minha fé, como do próprio coração da realidade Trinitária e Cristológica.»

Santo Papa João Paulo II

Que, durante toda a sua vida, tinha sempre o Tratado na sua mesinha de cabeceira

 

Depois, se ainda tiverem dúvidas, ou se pretenderem também consagrar-se por este método, o melhor site que vos posso indicar e que vos ajudará muitíssimo é o Blog da Canção Nova, especialmente dedicado à Consagração. Explorem bem a barra lateral direita deste site - TEM MONTANHAS DE COISAS acerca desta Consagração!!!

Além disso, deixo-vos uma série de vídeos com algumas das dúvidas mais comuns acerca da Consagração, da autoria da Ana Paula Barros do blog Salus in Caritate

 

 

Se alguém se sentir chamado a realizar esta Consagração, não pense que, por já termos passado o dia 13 de Maio, já não poderá consagrar-se este ano. São Luís diz-nos que devemos escolher um dia de consagração em que seja também um dia de festa Mariana. Ora, existem inúmeras festas em honra de Nossa Senhora ao longo do ano. As próximas datas são:

Maio

24 – Nossa Senhora Auxiliadora

26 – Nossa Senhora de Caravaggio

31 – Nossa Senhora da Visitação

31 – Nossa Senhora Medianeira de todas as Graças

 

Junho

24 – Nossa Senhora Rainha da Paz

27 – Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

 

Julho

8 – Nossa Senhora das Graças

13 – Nossa Senhora da Rosa Mística

16 – Nossa Senhora do Carmo

 

Agosto

2 – Nossa Senhora dos Anjos

5 – Nossa Senhora das Neves

15 – Nossa Senhora da Assunção

15 – Nossa Senhora Desatadora dos Nós

16 – Nossa Senhora do Amparo

22 – Nossa Senhora Rainha

 

Eu dediquei cerca de um mês e meio de estudo e meditação do Tratado, tentando descobrir as respostas a todas as dúvidas que tinha e fortalecendo o meu desejo de me consagrar. Depois, seguiram-se os 30 dias de exercícios preparatórios que são propostos por São Luís. 

 

Não tenham receio!

Independentemente do método que escolherem usar - consagrem-se a Nossa Senhora!

Consagrem-se ao seu Imaculado Coração, tal como ela nos veio expressamente pedir em Fátima, há 100 anos atrás. 

Não tenham medo. Esqueçam as vossas dúvidas. 

Não se sentem dignos? Ora, é exactamente por isso que se devem consagrar! 

Nossa Senhora levar-vos-á pela mão, pelo caminho da santidade!

Confiem no seu coração de Mãe!

 

Sugestão para celebrar o dia 13 de Maio

O tão aguardado dia 13 de Maio esta aí à porta!

Já pensaram como o vão celebrar?

 

Tentem que seja um dia de muita oração e serviço. Um dia em família. Um dia para criar memórias. Um dia para celebrar. Façam um esforço para rezarem o Terço. E agradecer, agradecer, agradecer! Louvar, louvar, louvar!

 

Eu não sou grande fã de cinema. Aliás, sou capaz de contar pelos dedos o número de filmes que vejo por ano. Também não tive oportunidade de ver nenhum dos vários filmes acerca de Fátima que estrearam este ano. Mas esta semana lembrei-me de procurar na internet se, no passado, alguma vez se tinha feito algum filme acerca das aparições de Nossa Senhora em Fátima e da história dos pastorinhos... 

Nossa-Senhora-de-Fátima2.jpg

 

 

Inacreditavelmente, descobri vários!

Um óptimo artigo (em inglês) deu-me a logo a conhecer 3 bons filmes! Ena!

 

Escolhi ver primeiro um filme português, realizado em 1991, denominado "Aparições", que, segundo esse artigo, era o filme que a Irmã Lúcia achava estar mais parecido com o que realmente aconteceu. É absolutamente maravilhoso!!! É um óptimo filme que se pode ver em família, muito simples e humilde, mas que nos ajuda bastante a experienciar um pouquinho deste grande milagre que Deus quis oferecer à Sua Igreja.

 

Que passemos todos este dia memorável a rezar, vezes e vezes sem conta, tal como o Anjo de Portugal e depois Nossa Senhora ensinaram aos pastorinhos

 

Imagem retirada daqui

"Meu Deus, eu creio, adoro, espero e amo-Vos.
Peço-Vos perdão para os que não crêem, não adoram, não esperam e não Vos amam"


"Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, adoro-vos profundamente
e ofereço-vos o preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo,
presente em todos os sacrários da terra,
em reparação de todos os ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido.
E pelos méritos infinitos do Seu Santíssimo Coração e do Imaculado Coração de Maria,
peço-Vos a conversão dos pobres pecadores"
 

"Ó Jesus, é por Vosso amor, pela conversão dos pecadores e em reparação pelos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria!"

"Ó meu bom Jesus, perdoai-nos e livrai-nos do fogo do inferno; levai as almas todas para o Céu, socorrei principalmente as que mais precisarem"

 

 

E porque quem canta, reza duas vezes, deixo-vos duas canções especialmente dedicadas a este dia, cantadas belíssimamente pela Melissa Bergonso do blog Mulher Católica:

 

A Treze de Maio

 

Bendito o Rosário

 

O Grande Milagre

Em pleno espírito de Páscoa, hoje quero partilhar convosco um filme maravilhoso que descobri recentemente. É um filme mexicano (realizado por Dos Corazones Films - com legendas em português), que se chama "O Grande Milagre" e explica-nos de forma belíssima o que acontece na missa e na confissão, assim como outros aspectos da fé católica.

O filme conta a história de 3 personagens que, por diferentes razões, se encontram em fases muito difíceis das suas vidas: a Mónica, uma jovem viúva, mãe dum menino de 9 anos, que faz tudo o que pode para sustentar sozinha o seu filho, tentando seguir em frente após a morte inesperada do marido. O Sr. Chema, o motorista dum autocarro, que recebe inesperadamente a notícia de que o seu filho corre perigo de vida. E a Sra. Cata, uma idosa que se prepara para o fim da sua vida. 

Com um "empurrãozinho" dos seus Anjos da Guarda, as 3 personagens acabam por ir parar ao mesmo tempo a uma missa (numa igreja lindíssima!). E essa missa irá mudar as suas vidas para sempre!

Este filme ilustra a luta constante, nas nossas vidas e em todas as nossas acções, entre o bem e o mal, entre o desespero, o medo e as dificuldades do dia-a-dia e a fé, a esperança e a misericórdia que só o Senhor nos pode dar 

 

É um filme de animação, é verdade, e pode ser visto em família, mas é especialmente direccionado para adolescentes e adultos. Este filme não é bom, É MUITISSIMO BOM! É maravilhoso e extraordinário! É, sem dúvida nenhuma, um dos melhores filmes que já vi!! Recomendo-o vivamente a todos! 

 

 

Um abençoado Domingo da Divina Misericórdia para todos! 

A mensagem mais importante do Natal

Não faço a mínima ideia como é possível que dentro de poucos dias estejamos a celebrar o Natal!

Para mim, o Advento passou a correr! Não tive tempo, com muita pena minha, para grandes preparações meditativas ou espirituais, aliás, não tive tempo para quase nada do que costumava fazer .... Além do facto destas últimas semanas terem sido bastante atípicas e não pelas melhores razões... 

 

De qualquer das formas, o Senhor assegurou-Se que eu me mantinha bastante ocupada a fazer minúsculos, (aparentemente) infinitos e (quase) insignificantes mini-mini-mini actos de amor e de sacrifício, que Ele lá me ía pedindo ...  muitos "quase nadas", muitas "coisinhas pequeninas", bastante mascaradas e disfarçadas mas ... ainda assim, actos de amor e de sacrifício, feitos com todo o coração. Não tenho dúvidas que o Senhor esteve atento a todas elas, como está sempre em relação ao que cada um de nós faz.

 

No meio disto tudo, ontem acabei por me lembrar dum texto que escrevi no Natal passado - precisamente acerca de não me sentir preparada para receber Jesus como Ele merecia. Reler aquele texto ajudou-me bastante a aceitar a minha situação e as minhas limitações neste período da minha vida, e espero que vos ajude um pouco também. 

 

Quando temos pouco tempo, temos de escolher o que é mais importante.

Existem inúmeros temas acerca dos quais se pode reflectir durante o Advento e nas celebrações do Natal que se avizinham. Mas, este ano, escolho focar-me apenas no essencial - na mensagem mais importante, mais profunda e primordial por detrás do Natal, belissímamente apresentada pelo nosso querido Pe. Paulo Ricardo (vídeo do Natal de 2015).

 

 

A todos os meus amigos e leitores, 

 

* Um Santo e Feliz Natal! *

Imaculada Conceição

Em honra do dia de hoje, em que celebramos a Imaculada Conceição de Nossa Senhora, partilho convosco duas das minhas canções favoritas, tocadas e cantadas pela extraordinária Danielle Rose 

 

 

Hail Holy Queen

 

Hail Holy Queen, Mother of mercy,

Our life, our sweetness, and our hope.

To thee do we cry, poor banished children of Eve.

To thee do we send up our sighs mourning and weeping

in this valley of tears.

Turn then, most gracious advocate,

thine eyes of mercy toward us,

and after this our exile,

show unto us the blessed Fruit of thy womb, Jesus.

O clement,

O loving,

O sweet Virgin Mary!

Pray for us O most holy Mother of God,

that we may be made worthy of the promises of Christ.

Amen

Salvé Rainha

 

Salvé Rainha, Mãe de Misericórdia

Vida, doçura e esperança nossa, Salvé!

A Vós bradamos, os degredados filhos de Eva

A Vós suspiramos, gemendo e chorando

neste Vale de Lágrimas.

Eia, pois, advogada nossa

Esses Vossos olhos misericordiosos a nós volvei!

E depois desse desterro,

Mostrai-nos Jesus, bendito fruto do Vosso Ventre

Ó Clemente,

Ó Piedosa,

Ó Doce Sempre Virgem Maria.

Rogai por nós Santa Mãe de Deus,

Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Amen.

 

Mary's Heart

 

(This song is a prayer written by Mother Teresa. It is prayed by the Missionaries of Charity to prepare their hearts to receive Jesus in the poorest of the poor.)

 

O Mary, Mother of Jesus,

Give me your heart

That I might receive Jesus.

Give me your heart,

So beautiful, so pure,

So immaculate, so full of love and humility.

 

Give me your heart,

To love Him as you loved Him,

And serve Him as you served Him,

In the distressing disguise of the poorest of the poor.

 

In the Bread of Life,

In the poorest of the poor,

In distressing disguise,

In Christ our Lord.

Coração de Maria

 

(Esta canção é uma oração escrita pela Madre Teresa de Calcutá e é rezada pelos Missionários da Caridade, para prepararem os seus corações a fim de receberem Jesus no mais pobre dos pobres).

 

Ó Maria, Mãe de Jesus,

Dá-me o Teu coração

Para que eu possa receber Jesus.

Dá-me o Teu coração,

Tão belo, tão puro,

Tão imaculado, tão cheio de amor e humildade.

 

Dá-me o Teu coração

Para poder amá-Lo como Tu O amaste,

E servi-Lo como Tu O serviste,

No aflitivo disfarce do mais pobre dos pobres.

 

No Pão da Vida,

No mais pobre dos pobres,

Num aflitivo disfarce,

Em Cristo, nosso Senhor.

Superando, aos poucos, o deserto

Nossa Senhora faz realmente milagres.

Se, nos últimos dias, tenho conseguido avançar um pouquinho neste deserto espiritual, de que vos falei no último post, o mérito é, sem dúvida, de Nossa Senhora! Tem sido com Ela e através Dela que comecei a ver finalmente um luzinha, no fundo deste túnel imenso … Tem sido o Seu exemplo de vida, infinito em graças e bênçãos, que me tem ensinado várias lições e me tem oferecido algumas respostas que eu procurava ....  E tudo graças a um pequeno livrinho, escrito há muito tempo atrás e que já transformou tantas pessoas antes de mim ... 

 

Adicionalmente, no início desta semana, já nem me lembro bem como, descobri um site com gravações de homilias dum padre americano, que me têm feito também, oh, tão bem à alma! Estas homilias estão em inglês, é verdade, e não tenho formas das vos traduzir, mas ainda assim espero que a sua partilha consiga, talvez, ajudar alguém, como me tem ajudado tanto a mim …

 

Podem ouvir todas as homilias aqui no site Luke 11:28.

Mas gostava de partilhar convosco algumas daquelas que mais me marcaram...

 

Homilia Mariana #1: Maria como nosso modelo de vida

O que especificamente nos pode ensinar Nossa Senhora nas nossas vidas? E como? Ora, não há melhor professora nesta vida do que a maior e melhor das Mães ...

 

Homilia Mariana #2: Nós seremos sempre filhos de Maria

O caminho da santidade não é fácil, tem sempre muitos obstáculos e barreiras a ultrapassar ... mas podemos contar sempre com o auxílio de Nossa Senhora, em todos os passos do nosso caminho, como só uma Mãe nos poderia ajudar...

 

 

Fazer a vontade de Deus não é nada fácil

O Evangelho diz-nos para amarmos os nossos inimigos, para abraçarmos o sofrimento, para obedecermos às autoridades na nossa vida .... mas isso não é nada fácil, como todos já pudemos comprovar, duma maneira ou de outra. Como poderemos então superar os nossos obstáculos e fazermos a vontade de Deus? A resposta foi já encontrada há muito tempo .... 

 

 

Defendendo o nosso castelo

Ao lutarmos contra os nossos pecados é extremamente fácil cairmos na armadilha, astutamente colocada pelo Maligno, de acreditar que podemos vencê-los com as nossas próprias forças, se estivermos no controlo das situações e de tudo o que acontece ... mas assim acabamos simplesmente por cair noutra tentação. Qual é então a solução?

 

 

 

Queria também agradecer a todos vós, queridos leitores e queridos amigos, pelas vossas inúmeras palavras de apoio! Obrigado 

Canções-Orações

A época de exames que tive no mês de Junho foi, como têm sido todas, muito mais difícil que a anterior... muito mais difícil. O Senhor sabia disso perfeitamente. Então, para me ajudar nesta batalha, fez-me conhecer, através do site Cecília da Aleteia (um site dedicado à divulgação de música cristã), uma nova cantora católica americana, de nome Audrey Assad, que conquistou o meu coração na primeira canção que ouvi dela. Assim, durante toda a época de exames, cantei 1 ou 2 canções dela de cada vez que fazia um intervalo no estudo, o que sempre me ajudava a renovar as minhas forças...
A Audrey é uma cantora, compositora e pianista de descendência síria e filha de pais protestantes. Aos 24 anos converteu-se à Igreja Católica e hoje é casada e mãe dum menino de 3 anos. A Audrey tem um estilo musical muito próprio e único, mas tenho a certeza as letras das suas canções agradarão a todos. 

O seu último álbum, Inheritance (Herança), saiu este ano, e contém 11 músicas maravilhosas e profundas, que nos ajudam a rezar bem do fundo dos nossos corações. Fiz questão de vos traduzir todas as canções - porque simplesmente não consego escolher a que mais gosto!

A Audrey escreve as suas canções utilizando uma linguagem inglesa mais antiga que a actual, ou seja, muito mais difícil de traduzir. Não é só no português que, palavras como Saudade, não conseguem ter o seu total significado traduzido noutra língua, também o inglês antigo tem muitas palavras assim.... mas, curiosamente, é este tipo de inglês que sempre desperta o meu interesse e apreço.... É absolutamente lindo e poético e soa, oh tão bem! Pronto, já chega de divagações ... deixo-vos com as 11 melhores canções que eu alguma vez tive a oportunidade de ouvir 

 

1. Ubi Caritas (Onde houver caridade)

Ubi Caritas é uma música muito antiga, originalmente cantada nas Cerimónia de Lava-Pés na missa da Quinta-feira Santa. A Audrey Assad compôs uma nova melodia, mantendo o texto original da letra, em latim.

 

Letra original

Ubi caritas et amor, Deus ibi est.

Congregavit nos in unum Christi amor.

Exultemus, et in ipso iucundemur.

Timeamus, et amemus Deum vivum.

Et ex corde diligamus nos sincero.

 

Ubi caritas et amor, Deus ibi est.

Simul ergo cum in unum congregamur:

Ne nos mente dividamur, caveamus.

Cessent iurgia maligna, cessent lites.

Et in medio nostri sit Christus Deus.

 

Ubi caritas et amor, Deus ibi est.

Simul quoque cum beatis videamus,

Glorianter vultum tuum, Christe Deus:

Gaudium quod est immensum, atque probum,

Saecula per infinita saeculorum.

Tradução minha (da letra em inglês)

Onde houver caridade e amor, aí está Deus.

O amor de Cristo nos reuniu num só.

Alegremo-nos e satisfaçamo-nos n’Ele.

Tememos e amemos o Deus vivo.

E amemo-nos uns aos outros com um coração sincero.

 

Onde houver caridade e amor, aí está Deus.

Assim como estamos reunidos num só corpo:

Tenhamos cuidado, para a nossa mente não se dividir,

Para pararmos os impulsos malignos, para cessarmos todas as controvérsias  

E para que Cristo, nosso Deus, esteja no meio de nós.

 

Onde houver caridade e amor, aí está Deus.

E que possamos, como os santos,

Ver o Teu rosto em glória, ó Cristo nosso Deus;

A nossa alegria é imensa e boa,

E permanecerá através dos séculos sem fim.

 

 

2. Holy, holy, holy (Santo, santo, santo)

 

 

Letra original

Holy, holy, holy

Lord, God Almighty

Early in the morning our song shall rise to Thee

 

Holy, holy, holy

Merciful and mighty

God in three persons blessed Trinity

 

Holy, holy, holy

Though the darkness hide Thee

Though the eye of sinful man thy glory may not see

 

Only Thou art holy; there is none beside Thee

Perfect in power, in love, and purity

 

Holy, holy, holy

Lord, God Almighty

All Thy works shall praise Thy name in earth and sky and sea

 

Holy, holy, holy

Merciful and mighty

God in three persons blessed Trinity

Tradução minha

Santo, santo, santo

Senhor, Deus Todo-Poderoso

Cedo, pela manhã, as nossas canções subirão até Ti

 

Santo, santo, santo

Misericordioso e poderoso

Deus em três pessoas, abençoada Trindade

 

Santo, santo, santo

Embora a escuridão possa esconder-te

Embora pelos olhos do homem pecador a Tua glória não possa ser vista

 

Apenas Tu és santo; não existe ninguém além de Ti

Perfeito no poder, no amor e na pureza

 

Santo, santo, santo

Senhor, Deus Todo-Poderoso

Todas as Tuas obras louvarão o Teu nome na terra e no céu e no mar

 

Santo, santo, santo

Misericordioso e poderoso

Deus em três pessoas, abençoada Trindade

 

 

3. Be Thou my Vision (Sê a minha visão)

 

 

Letra original

Be Thou my Vision, O Lord of my heart;

Naught be all else to me, save that Thou art.

Thou my best Thought, by day or by night,

Waking or sleeping, Thy presence my light.

 

Be Thou my Wisdom, and Thou my true Word;

I ever with Thee and Thou with me, Lord;

Thou my great Father, I Thy true son;

Thou in me dwelling, and I with Thee one.

 

Riches I heed not, nor man’s empty praise,

Thou mine Inheritance, now and always:

Thou and Thou only, first in my heart,

High King of Heaven, my Treasure Thou art.

 

High King of Heaven, my victory won,

May I reach Heaven’s joys, O bright Heaven’s Sun!

Heart of my own heart, whatever befall,

Still be my Vision, O Ruler of all.

Tradução minha

Sê a minha Visão, oh Senhor do meu coração;

Mais nada é tudo para mim, a não ser Tu.

Tu és o meu melhor Pensamento, de dia ou de noite,

Acordada ou a dormir, a Tua presença é a minha luz.

 

Sê a minha Sabedoria, e sê a minha verdadeira Palavra;

Eu estou sempre conTigo e Tu comigo, Senhor;

Tu és o meu grande Pai, eu sou Teu filho verdadeiro;

Tu habitas em mim, e eu habito conTigo.

 

Não presto atenção às riquezas, nem ao louvor vazio dos homens,

Tu és a minha Herança, agora e para sempre:

Tu e só tu, és o primeiro no meu coração,

Supremo Rei dos Céus, o meu Tesouro és Tu.

 

Supremo Rei dos Céus, a minha vitória conquistada,

Possa eu chegar às alegrias do Céu, ó brilhante Sol do Céu!

Coração do meu próprio coração, aconteça o que acontecer,

Serás sempre a minha Visão, ó Soberano de todos.

 

 

4. I Wonder as I Wander (Eu maravilho-me enquanto vagueio)

 

 

Letra original

I wonder as I wander out under the sky

That Jesus my Saviour did come for to die

For poor ornery people like you and like I

I wonder as I wander out under the sky

Tradução minha

Eu maravilho-me enquanto vagueio sob o céu

Que Jesus, o meu Salvador, tenha vindo para morrer

Pelas pobres pessoas de mau-feitio, como tu e como eu

Eu maravilho-me enquanto vagueio sob o céu

 

5. How can I keep from singing (Como posso eu não cantar)

 

 

Letra original

My life flows on in endless song

Above earth’s lamentation

I hear the sweet though far off hymn

That hails a new creation

Through all the tumult and the strife

I hear the music ringing

It finds an echo in my soul

How can I keep from singing

 

What though my joys and comforts die

The Lord my Savior liveth

What though the darkness gather round

Songs in the night He giveth

No storm can shake my inmost calm

While to that refuge clinging

Since Christ is Lord of Heav’n and earth

How can I keep from singing

 

I lift mine eyes the cloud grows thin

I see the blue above it

And day by day this pathway smoothes

Since first I learned to love it

The peace of Christ makes fresh my heart

A fountain ever springing

All things are mine since I am His

How can I keep from singing

Tradução minha

A minha vida flui numa canção sem fim

Acima das lamentações da Terra

Eu oiço a doce, embora longínqua, canção

Que chama a uma nova criação

Através de toda a revolta e de todo o conflito

Eu oiço o som da música

Ela encontra um eco na minha alma

Como posso eu não cantar

 

Embora as minhas alegrias e confortos morram

O Senhor, o meu Salvador, vive

Embora a escuridão se reúna à minha volta

Ele dá-me canções pela noite

Nenhuma tempestade pode abalar a minha calma interior

Enquanto eu me segurar bem neste refúgio

Uma vez que Cristo é o Senhor dos Céus e da Terra

Como posso eu não cantar

 

Eu levanto os meus olhos para a nuvem que cresce ténue

Eu vejo o azul acima dela

E, dia após dia, este caminho suaviza-se

Desde a primeira vez que aprendi a amá-la

A paz de Cristo torna o meu coração novo

Uma fonte sempre brotando

Todas as coisas são minhas, visto que eu sou Dele

Como posso eu não cantar

 

 

6. Oh The Deep, Deep Love of Jesus (Oh o profundo, profundo amor de Jesus)

 

 

Letra original

Oh the deep, deep love of Jesus

Vast, unmeasured, boundless, free

Rolling as a mighty ocean

In its fullness over me

 

Underneath me, all around me

Is the current of Your love

Leading onward, leading homeward

To Your glorious rest above

 

Oh, the deep, deep love of Jesus

‘tis heaven of heavens to me;

and it lifts me up to glory,

for it lifts me up to thee!

 

Oh, the deep, deep love of Jesus

spread his praise from shore to shore!

How he loves us, ever loves us,

changes never, nevermore!

Tradução minha

Oh o profundo, profundo amor de Jesus,

Vasto, imensurável, ilimitado, livre

Movendo-se como um oceano poderoso

Na sua plenitude acima de mim

 

Debaixo de mim, em torno de mim

É a corrente do Teu amor

Levando-me adiante, levando-me para casa

Até ao Teu glorioso repouso

 

Oh o profundo, profundo amor de Jesus,

Até ao Céu dos Céus para mim;

e levanta-me até à glória,

uma vez que me levanta até Ti!

 

Oh o profundo, profundo amor de Jesus,

Espalha o Seu louvor de costa a costa!

Como ele nos ama, Ele sempre nos amará,

Isso nunca mudará, nunca!

 

 

7. Jesus' Blood Never Failed Me Yet (O sangue de Jesus ainda nunca me falhou)

Baseada numa canção de 1971, de Gavin Bryars, que a ouviu da boca dum sem-abrigo em Inglaterra.

 

 

Letra original

Jesus' blood never failed me yet

Never failed me yet

Jesus' blood never failed me yet

And this one thing I know: that he loves me so

 

Jesus' blood never failed me yet

Never failed me yet

Jesus' blood never failed me yet

And this one thing I know: that he loves me so

Tradução minha

O sangue de Jesus ainda nunca me falhou

Nunca me falhou

O sangue de Jesus ainda nunca me falhou

E esta é uma coisa que eu sei: que ele me ama muito

 

O sangue de Jesus ainda nunca me falhou

Nunca me falhou

O sangue de Jesus ainda nunca me falhou

E esta é uma coisa que eu sei: que ele me ama muito

 

 

8.New every morning (Novas todas as manhãs)

 

 

Letra original

In the beginning You hovered over the waters:

You broke an unbroken silence:

You spoke light into darkness

And there was light

 

In the beginning we were made in Your image

We were naked without shame

til we fell for the darkness

And there was night

 

Your mercies are new

Your mercies are new

New every morning.

 

In the beginning there was the Word and he was God

And the Word was with God and He dwelt among us

And there was life

 

In the beginning the Lamb of God was broken

And His blood was poured out for the sins of the world

And there was life

 

Your mercies are new

Your mercies are new

New every morning.

 

At the cross, at the cross, where I first saw the light

At the cross, at the cross, I received my sight

At the cross, at the cross where you laid down your life

Tradução minha

No princípio, Tu voavas sobre as águas:

Tu quebraste um silêncio inquebrável:

Tu fizeste raiar a luz na escuridão

E então houve luz

 

No princípio, nós fomos criados à Tua imagem

Nós estávamos nus sem vergonha alguma

Até que caímos na escuridão

E então foi noite

 

As Tuas misericórdias são novas

As Tuas misericórdias são novas

Novas todas as manhãs.

 

No princípio, havia o Verbo, e Ele era Deus

E o Verbo estava com Deus e Ele habitava entre nós

E então havia vida

 

No princípio, o Cordeiro de Deus foi despedaçado

E o Seu sangue foi derramado pelos pecados do mundo

E então houve vida

 

As Tuas misericórdias são novas

As Tuas misericórdias são novas

Novas todas as manhãs.

 

Na cruz, na cruz, onde eu vi pela primeira vez a luz

Na cruz, na cruz, onde eu recebi a minha visão

Na cruz, na cruz onde Tu entregaste a Tua vida

 

 

9. It is well with my soul (Está tudo bem com a minha alma)

Canção original de Horatio G. Spafford, 1873.

 

 

Letra original

When peace, like a river, attendeth my way,

When sorrows like sea billows roll;

Whatever my lot, Thou has taught me to say,

It is well, it is well, with my soul.

 

It is well (it is well)

with my soul (with my soul)

It is well, it is well with my soul.

 

Though Satan should buffet, though trials should come,

Let this blest assurance control,

That Christ has regarded my helpless estate,

And hath shed His own blood for my soul.

 

My sin, oh, the bliss of this glorious thought!

My sin, not in part but the whole,

Is nailed to the cross, and I bear it no more,

Praise the Lord, praise the Lord, O my soul!

Tradução minha

Quando a paz, como um rio, comparece no meu caminho,

Quando as tristezas, como as ondas do mar, me enrolam;

Qualquer que seja a minha sorte, Tu ensinaste-me a dizer,

Está tudo bem, está tudo bem com a minha alma.

 

Está tudo bem (está tudo bem)

com a minha alma (com a minha alma)

Está tudo bem, está tudo bem com a minha alma.

 

Embora Satanás nos provoque contratempos, embora provações surjam,

Deixa que esta bem-aventurança assuma o controlo,

Que Cristo reparou o meu estado impotente,

E derramou o Seu próprio sangue pela minha alma.

 

O meu pecado, oh, a alegria deste pensamento glorioso!

O meu pecado, não em parte, mas como todo,

Está pregado na Cruz, e eu não o carrego mais,

Louvado seja o Senhor, louvai o Senhor, ó minha alma!

 

 

10. Even unto death (Até à morte)

 

 

Letra original

Jesus the very thought of You it fills my heart with love

Jesus You burn like wildfire and I am overcome

 

Lover of my soul even unto death

With my every breath I will love You

 

Jesus You are my only hope and You my prize shall be

Jesus You are my glory now and in eternity

 

Lover of my soul even unto death

With my every breath I will love You

 

In my darkest hour

In humiliation

I will wait for You

I am not forsaken

 

Though I lose my life

Though my breath be taken

I will wait for You

I am not forsaken

 

One thing I desire

To see You in Your beauty

You are my delight

You are my glory

You my Sacrifice

Your love is all-consuming

You are my delight

You are my glory

 

Jesus, the very thought of You,

Jesus, the very thought of You ...

Tradução minha

Jesus, o simples pensar em Ti, enche-me o coração com amor

Jesus, Tu queimas-me, como uma fogueira, e eu sou superada

 

Amante da minha alma, até a morte

Com cada respiração minha, Eu vou amar-Te

 

Jesus, Tu és a minha única esperança e Tu serás sempre o meu prémio

Jesus, Tu és a minha glória, agora e por toda a eternidade,

 

Amante da minha alma, até a morte

Com cada respiração minha, Eu vou amar-Te

 

Na minha hora mais negra

Na humilhação

Eu esperarei por Ti

Eu não serei abandonada

 

Mesmo que eu perca a minha vida

Mesmo que o meu fôlego me seja retirado

Eu esperarei por Ti

Eu não serei abandonada

 

Uma única coisa eu desejo

Ver-Te em toda a Tua beleza

Tu és o meu deleite

Tu és a minha glória

 

Tu, meu Sacrifício,

O Teu amor tudo consome

Tu és o meu deleite

Tu és a minha glória

 

Jesus, o simples pensar em Ti,

Jesus, o simples pensar em Ti...

 

 

11. Abide with me (Fica comigo)

 

 

Letra original

Abide with me; fast falls the eventide;

The darkness deepens; Lord with me abide.

When other helpers fail and comforts flee,

Help of the helpless, O abide with me.

 

Swift to its close ebbs out life’s little day;

Earth’s joys grow dim; its glories pass away;

Change and decay in all around I see;

O Thou who changest not, abide with me.

 

I fear no foe, with Thee at hand to bless;

Ills have no weight, and tears no bitterness.

Where is death’s sting? Where, grave, thy victory?

I triumph still, if Thou abide with me.

 

Hold Thou Thy cross before my closing eyes;

Shine through the gloom and point me to the skies.

Heaven’s morning breaks, and earth’s vain shadows flee;

In life, in death, O Lord, abide with me.

Tradução minha

 Fica comigo; rapidamente cai o anoitecer;

A escuridão aprofunda-se; Senhor, fica comigo.

Quando os outros ajudantes falharem e os confortos fugirem

Ajuda dos impotentes, ó fica comigo.

 

Rapidamente flui para o seu fim, o pequeno dia da nossa vida;

As alegrias da Terra escurecem; as suas glórias passam;

Mudança e decadência estão por todo o lado;

Ó, Tu que nunca mudas, fica comigo.

 

Eu não temo nenhum inimigo, conTigo perto para me abençoar;

Os males não têm qualquer peso e as lágrimas qualquer amargura.

Onde está o aguilhão da morte? Onde está, sepultura, a tua vitória?

Eu triunfo, se Tu ficares comigo.

 

Segura a Tua cruz diante dos meus olhos que se fecham;

Brilha através da escuridão e aponta-me os céus.

Rompe-se a manhã do céu, e as sombras vãs da Terra fogem;

Na vida, na morte, ó Senhor, fica comigo.