Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Arte de Aproveitar-se das Próprias Faltas - 1

No início deste longo período de estudo intensivo em que me encontro - tal como vos contei no último post - num dia particularmente difícil e frustante, Deus carinhosamente fez-me lembrar dum certo livrinho que eu tinha encontrado uns tempos atrás na Alexandria Católica. 

Esse livrinho tinha um título que me chamou bastante à atenção - "Arte de Aproveitar-se das Próprias Faltas" da autoria do Padre José Tissot. 

 

Graças eternas sejam dadas ao Senhor - este pequeno livrinho foi um autêntico mini-tornado na minha vida!!

Meu Deus que pérola! Que jóia tão preciosa! Obrigado! Obrigado!! - passei eu uma noite a dizer e a exclamar!...

 

É um livro já antigo, escrito em 1878 (mas vocês nunca adivinhariam ao ler!) e baseia-se principalmente nos ensinamentos de São Francisco de Sales (mas de outros santos também). O autor, Pe José Tissot, foi um membro da congregação dos Missionários de S. Francisco de Sales em França e escreveu este livro na forma dum guia prático para transformar as nossas imperfeições num verdadeiro caminho de santidade!

 

 

É um livro absolutamente maravilhoso! Tão maravilhoso que pensei em ir partilhando aqui no blog um excerto todas as semanas.

Recomendo a todos a sua leitura neste Verão! É um livro de muito fácil leitura, com pouco mais de 100 páginas e pode ser encontrado na Alexandria Católica ou então fazendo o download aqui.

 

Jesus_Nail_Scarred_Hands.jpg

 Imagem retirada daqui

"Tudo contribui para o progresso de uma alma; tudo, até mesmo as próprias imperfeições - nas Minhas mãos, são como pedras preciosas, porque as transformo em actos de humildade que inspiro nessa alma ... "

 

Palavras de Jesus à sua serva Benigna Consolata

Introdução do livro "Arte de aproveitar-se das próprias faltas" do Pe José Tissot

 

Nas lidas domésticas

Ainda se lembram do post que escrevi no início das férias acerca das minhas lições domésticas?

Estando prestes a terminar o meu "curso intensivo" de lidas domésticas de verão, queria actualizar-vos acerca dos meus progressos. (Esqueci-me de ir tirando fotos, desculpem)

Lady of the house

Créditos da imagem

  • Culinária (módulo 2 e 3) - Pratos de peixe e sobremesas - feito!! A família comeu sempre e gostou. E pelos vistos parece que, como a mãe, as sobremesas são aquilo para que tenho mais jeitinho :)

bolo de anos 1.jpg

 Bolo dos 14 anos da prima - Bolo de iogurte com cobertura de chocolate

bolo de anos 2.jpg

 O meu bolo de aniversário - 22 aninhos! - Bolo de ananás com cobertura de natas

 

  • Lida da casa (temas C e D) – Limpeza da casa + Loiça + Roupa - aprovada! Acreditem, o que houve mais foi isto - lavar, estender, apanhar, passar, arrumar .... 

laundry.jpg

 Créditos da imagem

E isto - lavar, lavar, lavar, lavar:

washing dishes.jpg

 Créditos da imagem

E ainda isto - reorganização do meu enxoval:

hope chest.jpg

 Créditos da imagem

 

  • Compras (nível inicial) – Estudo começado mas pouco realizado - fica para o próximo ano!
  • Costura (escalão 2 – costura na máquina) – Nem sequer foi começado, não houve tempo ...
  • Tricot - Isto sim, foi a surpresa das férias! Há já vários anos que via a mãe a fazer tricot e sempre foi uma arte que me intrigava bastante... Este ano, quando fomos de férias para Lamego, tive finalmente tempo suficiente para a mãe me ensinar!
  • O começo foi dificil!! Ai que complicação! Tantos fios e voltas e troca e cruza e vira e .... MÃE, PERDI UMA MALHA! ou então, MÃE ESTOU A FAZER TUDO AO CONTRÁRIO! O terror, o caos!
  • Enfim, após várias tentativas diárias, a mãe lá disse que eu estava pronta para iniciar um projecto mais sério. Decidi começar de forma simples, e pensei em fazer um cachecol:

tricot 1.jpg

 E lá vou eu entretida. Uns 5 minutos aqui, uns 15min ali, às vezes mais, aos poucos:

tricot 2.jpg

Quando dei por mim, já de regresso a casa:

tricot 3.jpg

Já parece um cachecol certo?

Ele enrola-se um pouco nas laterais por causa do ponto (simples) que escolhi, mas pronto. A mãe diz que no fim arranja uma solução....

 

Nestas férias, descobri que tricotar e rezar o Terço combinam na perfeição!! Ponho um destes vídeos no computador, ou coloco o CD gravado na aparelhagem e ... oh, é uma maravilha!!

Outra combinação bastante agradável é ouvir os vídeos do Padre Paulo Ricardo ao mesmo tempo que tricoteio (acho que acabei de inventar esta palavra...)! 

 

Na verdade, o tricot é uma arte bastante antiga, aprendida e cultivada por tantas gerações, praticada por tantas raparigas e mulheres na história da humanidade! Assim, também eu sinto que faço parte deste grupo de mulheres que sempre tentou alcançar o exemplo de mulher ideal (Provérbios 31), apenas alcançado neste mundo pela Excelentíssima Virgem Maria! 

Imagino se Ela também tricotava? Ou então, se fazia de outra forma as roupas para o pequeno Jesus e para a Sua família? Numa família tão pobre como a Sua, de certeza que não havia muito dinheiro para gastar em roupas. Provavelmente, Nossa Senhora teria de fazer tudo com as Suas mãos.

Imagino-a a rezar enquanto trabalhava. Será que estaria a fazer alguma coisa destas quando o Anjo a veio visitar? Que cores terá ela escolhido para fazer o enxoval do Seu Menino? Quanto amor e carinho terá sido dedicado por Ela a fazer cada cobertor, cada agasalho, cada casaquinho, cada roupinha para o Seu Filho tão amado ... Nem consigo imaginar a dedicação desta perfeita Esposa para com o Seu simples lar e a Sua família!

Algumas peças, talvez algumas roupas, algumas toalhas, terão sido feitas pela mãe de Nossa Senhora, santa Ana, entregues como presente de casamento à sua adorada filha.

Talvez a Virgem Maria tenha oferecido algo a Santa Isabel quando a visitou, dando com amor a São João Baptista a melhor peça que as Suas mãos podiam criar...

 

Oh, tantas histórias que imagino! Tantos se, tantos talvez ...

O importante é que, no final de tudo, cada coisa destas ajuda-me a tornar-me mais próxima da Nossa Mãe, da Sua vida e do Seu exemplo perfeito!

 

Uma visita inesperada

A minha mãe nasceu numa família muito simples e humilde, numa pequena aldeia nos arredores de Lamego. Aos 17 anos teve a oportunidade de vir para Lisboa, com ajuda da família de um tio, à procura dum emprego e duma vida melhor do que o trabalho no campo lhe podia dar. É em Lisboa que conhece o meu pai, filho duma família proveniente de Beja que também procurara a realização dos seus sonhos duma vida melhor na grande cidade.

Quando casaram, os meus pais tomaram a decisão de permanecerem aqui, em Corroios, perto da família do meu pai. A família da mãe acabou por ficar, na sua maioria, em Lamego, a quase 5 horas de distância de nós. Assim, em todas as férias de Verão vamos para Lamego durante algumas semanas, para a mãe (e com o tempo, também eu e o pai) matar as saudades da sua família - principalmente dos seus pais e da sua irmã mais nova. 

Há 24 anos que esta "tradição" acontece todos os verões e é sempre com grande alegria que esperamos esta altura do ano! Contudo, o ano passado foram as nossas primeiras férias sem o avô materno (que faleceu repentinamente em Fevereiro de 2014) e as férias já não foram as mesmas... Este ano também trazia consigo um sentimento agridoce - não sabemos se este ano foi o último em que eu pude ir de férias com os pais, e o mais provável é que estas tenham sido as últimas férias em família durante algum tempo ... Os anos passam e estou perto de terminar a faculdade e de começar a trabalhar como médica. E só Deus sabe como será o futuro. 

 

Assim, foi com grande alegria que, mal chegámos a Lamego, ficámos a saber que nos dias 8 e 9 de Agosto iriamos receber uma visita muito especial! A da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima!! Oh, que festa!!

Peregrina 1.jpg

O avô materno sempre teve uma grande dedicação a Nossa Senhora de Fátima, e sempre que penso Nela, não deixo de pensar também no avô. Quando vamos a Fátima, a memória do avô está também sempre presente comigo.

Assim, eu senti que esta visita de Nossa Senhora a Lamego, foi uma forma de Ela nos dizer, mais uma vez, que nós não estávamos sozinhos nestas mudanças da nossa vida, que tinhamos o Seu apoio, a Sua ajuda, o Seu amor de mãe ... Oh, e que Mãe!

 

Deixo-vos um relato fotográfico desta belíssima visita: (nós esquecemo-nos da tirar fotos nos 2 dias, desculpem!) 

 

Dia 8 de Agosto - Procissão das Velas

Peregrina 2.jpg

Peregrina 3.JPG

Peregrina 4.jpg

Peregrina 5.jpg

Peregrina 6.JPG

Peregrina 7.jpg

Peregrina 8.jpg

Peregrina 9.jpg

 Todas estas fotos são da autoria do maravilhoso fotógrafo Rui Jorge Pires do Olhar d'Ouro.

 

Dia 9 de Agosto - Tarde de oração na Sé de Lamego e Despedida 

Peregrina 10.JPG

Peregrina 11.JPG

Peregrina 12.jpgPeregrina 13.JPG

Todas estas fotos são da autoria do maravilhoso fotógrafo Rui Jorge Pires do Olhar d'Ouro.

 

Já por diversas vezes que fomos a Fátima mas nunca conseguimos estar tão perto da imagem de Nossa Senhora como Deus nos deu a oportunidade desta vez. Pela graça de Deus, conseguimos encontrar um lugar para nos sentarmos na Sé a poucos metros da imagem de Nossa Senhora! Que privilégio. Uma tarde passada a rezar e a meditar sob o manto de Nossa Senhora, a rezar o Terço com Ela e a celebrar a Eucaristia na Sua presença - Foi extraordinário!

Mais extraordinário ainda foi a despedida - as orações cantadas, os lenços brancos a acenar, as lágrimas nos olhos de tanta gente, e mais uma vez, sem termos feito por isso mas pelo peso da multidão à nossa volta, encontrámo-nos desta vez a menos de um metro Dela! Caramba! Estávamos tão, tão perto Dela!! 

Há uma série de imagens na minha memória que espero nunca mais perder. Foi uma experiência sem igual...

Há dias em que é difícil rezar a Alguém que não vemos e que não ouvimos. A nossa natureza humana, tão física e corporal, por vezes tem essa necessidade.... de ver com os nossos próprios olhos, de tocar, de ouvir ...

 

Obrigado Mãe, por não me teres esquecido mesmo durante as férias! Eu sei que Tu estás sempre comigo ... mas é possível que eu às vezes me esqueça disso! Obrigado Mãe, obrigado minha Mãe! Obrigado por vires ter comigo!

 

«Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre.

E donde me é dado que venha ter comigo a mãe do meu Senhor?»

Lc 1:42-43

 

Para terminar, deixo-vos um pequeno vídeo com filmagens da Sé de Lamego -  que tem quase 1000 anos de vida!

 

 

O meu significado da palavra Férias

Espírito Santo.jpg

As minhas férias estão prestes a terminar. Comecei-as no início de Julho, prolongaram-se pelo mês de Agosto, e agora terminam, no início de Setembro. Estas foram, sem dúvida, as férias mais preenchidas que alguma vez tive! E foram fantásticas!! :)

 

Vou contar-vos nos próximos posts um pouco acerca das diversas coisas que fiz nas minhas férias. Vamos então começar pela mais importante - a preparação para a minha Confirmação!

 

Ora bem, a palavra férias significa coisas diferentes para diferentes pessoas!

Para uns, férias significa uma viagem de fim-de-semana, para outros tem de durar uma semana, e ainda para outros significa, no mínimo, duas semanas, ou mais de preferência!

Férias pode significar, para algumas pessoas, viajar e partir à aventura, para uma nova cidade ou destino turistico. Para outras significa obrigatoriamente praia e sol. Para outras, é o regresso muito aguardado à terra ou ao país natal. Para outras ainda, pode significar visitar a família que mora longe, reencontrar velhos amigos e voltar a ter tempo para hobbies muito amados...

 

Para mim, férias significa várias horas diárias de silêncio e isolamento humano! Para mim, significa passar várias horas a ler, a meditar, a reflectir, a escrever, e a adquirir novos conhecimentos profundos, sozinha, sem ninguém por perto e sem interrupções!

Férias, para mim, tem cada vez mais significado estar, simplesmente estar, com o Senhor. Pouco comum, eu sei!

 

Como filha única e tendo sempre vivido numa rua sem outras crianças, habituei-me desde cedo a ficar várias horas sozinha, principalmente no Verão. E isso não é algo necessariamente mau, como podem pensar de início! Aliás, às vezes penso que a origem de um dos problemas da sociedade actual é as pessoas não saberem estar sozinhas....

Holy Spirit.jpg

Para mim, é essencial estar por vezes sozinha. Só consigo estar verdadeiramente com os outros, como me é exigido no meu dia-a-dia, se me for permitido passar algumas horas apenas na presença de Deus. Na verdade, só consigo compreender, ajudar e amar os outros, como meus irmãos que são, se puder ser às vezes amada e acarinhada no colo do meu Pai, só Ele e eu!

 

Assim, parte das minhas férias foram isso mesmo - apenas estar na presença de Deus, a fim de me preparar para o meu Crisma, que já tem dia marcado!! Na graça de Deus, confirmarei de forma definitiva a minha fé e continuarei eu mesma a promessa iniciada pelos meus padrinhos no dia do meu baptismo, no dia 18 de Outubro, no 29º Domingo do Tempo Comum, às 18h! Já agora, realço também que no dia 18 de Outubro celebra-se a memória de São Lucas, um discípulo dos Apóstolos, que escreveu os Actos dos Apóstolos e que era médico! O nosso Bom Deus é sem dúvida um Deus dos pormenores! É impressionante o carinho e a atenção que Ele dedica a cada um dos Seus filhos!!

 

Fruits of the Holy Spirit.jpg

  • Portanto, nestas férias estudei bastante acerca do Sacramento da Confirmação, através da leitura de várias homilias e textos dos Santos Padres (que podem aceder nesta pasta, se quiserem).
  • Também li, quase na totalidade, o Catecismo da Igreja Católica, assim como Suma Teológica de São Tomás de Aquino na forma de Catecismo (que está clara e esplendidamente escrito, na minha opinião). 
  • Consegui dar um grande avanço no meu plano bíblico - há muitooo atrasado - mas ainda assim ainda não cheguei ao Novo Testamento... Não vou conseguir ler a Bíblia na totalidade até ao dia 1 de Setembro, como tinha inicialmente planeado. Mas paciência, o esforço e a dedicação são o mais importante, e conseguirei alcançar o meu objectivo, com certeza, até ao final do ano!
  • E, o mais importante de tudo, rezei, rezei, rezei, rezei!! 

 

No fim de tudo, só tenho para vos dizer: UAU! UAU! UAU!!!

Oh, quanto aprendi! As maravilhas que descobri! Quantas exclamações de alegria e esperança! 

O meu coração encheu-se com as promessas de Deus, com as mensagens de amor, de fé e de misericórdia!!

 

"Bendiz o Senhor, ó minha alma!

A minha única alegria encontra-se no Senhor.

Ao Senhor, glória eterna!

Aleluia!"

Salmo 103

O fim da prova e o início do verão

Queridas Famílias de Caná e leitores do blogue

 

Tenho tanto que vos agradecer. Por todos os comentários, emails e mensagens de apoio. Foram todos tão importantes. E ajudaram-me imenso :) Obrigado!! Obrigado!!

 

A Prova finalmente acabou. Cheguei ao outro lado da margem. 

Por mais incrível que me pareça, não caí nem escorreguei da corda. E, apesar de ter deixado cair algumas pedras durante a minha viagem, os baldes encontram-se inacreditavelmente cheios. Louvado seja o Senhor!

Esta época de exames foi a mais difícil até hoje. Sei que pareço um disco riscado a dizer sempre isto, mas é verdade. Cada nova época de exames revela-se mais difícil, exigente e trabalhosa que a anterior.

girl resting.jpg

 Créditos da imagem

 

Passei os últimos 3 dias a hibernar (ou seja, a dormir cerca de 12horas por dia) e mesmo assim ainda me sinto exausta e sem forças. Apesar disso, a mãe fez-me uma surpresa e fomos passear durante o fim-de-semana. O nosso último passeio tinha sido o retiro da Quaresma das Famílias de Caná…

 

Agora, estou de férias até Setembro! Mas apesar disso, tenho milhares de coisas para fazer!

Realizarei um primeiro estágio médico extra-faculdade dentro de dias. Em Agosto vamos 3 semanas de férias para Lamego, a terra natal da mãe, onde celebrarei o meu 22º aniversário. E voltamos para casa a tempo de realizar um 2º estágio médico! Iupi!

 

No meio disto tudo, a avó e a mãe retomarão as minhas lições domésticas:

  • Culinária (módulo 2 e 3) - O verão passado aprendi (finalmente) a fazer o básico da cozinha (módulo 0) e alguns pratos de carne (módulo 1). O pai, querido como sempre, ofereceu-se para ser o provador principal. Nunca ficou doente, o que considero uma vitória. Também não pus fogo a nada, o que me surpreendeu verdadeiramente. Este verão passaremos para os pratos de peixe (módulo 2) e de sobremesas (módulo 3). Ui, vamos subir de nível de dificuldade! A primeira tentativa foi já um desastre… veremos!!

lady of the house.jpg

Créditos da imagem

  • Lida da casa (temas C e D) – Nesta área, eu já tinha andado na “pré-primária” e já tinha algumas bases. Fui admitida no escalão “primário”, em que elas se certificaram de que eu sabia mesmo alguma (pouca) coisa! Cobrimos os temas limpeza do chão (tema A) e limpeza do pó (tema B – completamente detestável na minha opinião! Não me peçam para voltar a repetir esta disciplina, por favor!). Também iniciámos o tema C, lavagem da loiça (nós não temos máquina de lavar a loiça). Pelos vistos, este verão, continuaremos com o tema C – parte 2: Como lavar a loiça em menos de 3 horas (um verdadeiro desafio para mim!). A mãe afirma que pessoas licenciadas em lida da casa (como ela e a avó) conseguem lavar a loiça toda em menos duma hora – eu simplesmente não acredito! Elas devem ter alguma arma especial de que ainda não me falaram – a poção do Obelix ou os espinafres do Popeye, só pode! Este verão iniciarei o grande tema D – Roupa: como lavar, estender, passar, dobrar e arrumar. Ui, parece-me tanto que deve-me dar pano para mangas! Vou ficar entretida durante várias horas ….Pelos vistos, a avó acha que eu não aprendi o suficiente dos temas A e B no ano passado porque “ofereceu-se” para me dar novas lições – numa semana de limpeza “primaveril” (ou seja, a fundo) da sua casa …!!

 

  • Compras (nível inicial) – Cá em casa é raro fazermos compras em grandes supermercados. Vamos à praça ou ao mercado, a pequenas lojas e mercearias e ao Pingo Doce (apenas porque é quase à nossa porta). Vou aprender a ler as revistas semanais dos descontos, a comparar (e decorar) preços, a escolher fruta, legumes, carne e peixe, e claro, a parte que a avó mais aguarda, vou aprender a carregar os sacos das compras para casa ….

 

  • Costura (escalão 2 – costura na máquina) – E por fim, a recompensa! Mal posso esperar!!! Vou fazer a minha primeira saia ou até vestido, se correr bem!

 

  • A mãe também prometeu que me ensinaria a fazer malha, mas ainda não temos nada definido por enquanto….

 

E isto tudo com origem num post da Teresa, como não podia deixar de ser! :)

 

“Quem poderá encontrar uma mulher virtuosa?

O seu preço vale muito mais que rubis.

O coração do seu marido confia plenamente nela, e não lhe faltará nada.

Ela levanta-se quando é ainda noite, para alimentar a sua família e dar tarefas às suas servas.

Ela entrega-se com vontade ao seu trabalho, e os seus braços são fortes e vigorosos.

Ela sabe dar valor ao seu trabalho, e mesmo de noite a sua lâmpada não se apaga.

Ela cuida bem da sua casa, e não dá lugar à preguiça."

Provérbios 31