Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

O Corpo Místico de Jesus e os Mistérios do Rosário

Pego no terço para rezar. À minha volta, no silêncio da noite, não se encontra mais ninguém. Pode parecer que irei rezar o terço sozinha, falando sozinha, meditando sozinha, lutando e intercedendo sozinha. Mas, pela graça do Senhor, desde que comecei a rezar o Terço todos os dias, já há 6 anos atrás, que sei, perfeitamente, que nunca o fiz sozinha.

Toda a Igreja me acompanha. Todo o Corpo Místico de Jesus me acompanha.

 

Sábado e segunda-feira, meditamos nos Mistérios Gozosos, os Mistérios da alegria, mas também dos obstáculos e das longas viagens. Aprendemos com Maria a dizer "sim" à vontade de Deus, mesmo que isso provoque uma revolução na nossa vida, mesmo que isso nos leve para longe de casa, para nos pormos imediatamente ao serviço dos irmãos, na figura de Isabel que aceita ser visitada e servida, alegrando-se com os milagres do Senhor na sua vida. Logo a seguir, pomo-nos a caminho de Belém, levando connosco o nosso maior tesouro, Jesus Encarnado, apenas para ninguém O aceitar receber no calor dos seus lares nem das suas famílias. Ainda com Ele pequenino, voltamos para Jerusalém, para agradecer e dedicar este Dom tão grande do Senhor e ficamos a conhecer como é a recompensa, do final da vida, daqueles que temem a Deus, como Simeão e Ana, e que seguem o que o Espírito Santo lhes diz. Por fim, inesperadamente, no 5º Mistério, encontramo-nos no nosso maior pesadelo - perder o Senhor e assim parecer que perdemos tudo, tudo ... para assim descobrirmos a alegria do (re)encontro eterno com Ele! São os Mistérios da Igreja peregrina, da Igreja militante, que peregrina ainda nesta terra a caminho do Céu, com uma missão para cumprir, numa vida cheia de obstáculos e de desafios, alegrias e surpresas, lutando para alcançar, um dia, a santidade ... São os Mistérios da vida de cada um de nós.

miguel angelo juizo final.jpg

Imagem do puzzle que fizemos este verão - "Juizo Final" do pintor Miguel Ângelo, com a representação da Igreja militante, penitente e triunfante (imagem retirada daqui)

 

Terça e sexta-feira, meditamos nos Mistérios Dolorosos, os Mistérios da Agonia. Acompanhamos Jesus nos momentos mais importantes da Sua vida terrena e da Sua missão de redenção de toda a humanidade. No 1º Mistério, aprendemos o valor da oração de intercessão pelos outros, no jardim do Getsémani. Depois, aprendemos o valor redentor do sofrimento, quando oferecido em expiação dos nossos pecados e dos do mundo inteiro, no Mistério da flagelação e da coroação de Cristo. Aprendemos a seguir Jesus, agarrados à nossa cruz, até ao topo do Calvário, meditando no 4º Mistério. Por fim, pela Sua perfeita obediência, pela Sua perfeita entrega de amor, aprendemos o enorme valor da purificação das nossas almas, através do fogo ardente do amor. São os Mistérios da Igreja padecente, da Igreja purgante, da Igreja penitente, da Igreja expectante. Aquelas almas que, apesar de salvas, têm de passar pelo Purgatório, para completarem totalmente a purificação e a santidade de todo o seu ser. São aquelas almas que vivem profundamente o efeito da nossa oração de intercessão. São aquelas almas que vivem expectantes e vigilantes, desejando ardentemente que chegue, por fim, o dia da última vinda do Senhor ... 

 

Domingo e quarta-feira, meditamos nos Mistérios Gloriosos, nos Mistérios da vitória de Cristo sobre todos os nossos inimigos - o pecado, a morte, a dor, o medo, a solidão. Primeiro, regozijamo-nos com a ressurreição de Jesus e da Sua plena soberania sobre o pecado e a morte, no 1º e 2º Mistério. Depois, somos intensamente vivificados pelo fogo do amor do Espírito Santo. No 4º Mistério, enchemo-nos de esperança pela assunção aos Céus de Nossa Senhora, em corpo e alma, como primícias do que irá acontecer, um dia, a cada um de nós. E, por fim, festejamos a coroação celeste da nossa humilde Mãe. São os Mistérios da Igreja Triunfante, das almas dos santos, que vivem já, neste preciso momento, a alegria eterna das Bodas do Cordeiro, da inimaginável glória de Deus ... 

 

Eis o reflexo da Igreja militante, da Igreja padecente, da Igreja triunfante, de todo o Corpo Místico de Cristo, aqui mesmo, neste mero terço de contas, neste poço tão rico e profundo, que são os Mistérios do Rosário, que Nossa Senhora nos deu e ensinou ...