Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem esposa e mãe católica portuguesa. Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade e o meu encontro com o amor misericordioso do Senhor. Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem esposa e mãe católica portuguesa. Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade e o meu encontro com o amor misericordioso do Senhor. Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a alegria do Evangelho!

O Santuário de Nossa Senhora dos Remédios

Remédios 1

Foto do Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, em Agosto de 2014, antes de ser iniciado o processo de limpeza e renovação do exterior que, até Agosto de 2015 (quando lá estivémos novamente), ainda não estava completo. 

 

A cidade de Lamego, onde nós estivemos de férias, é habitualmente reconhecida por um grande monumento que possui no centro da cidade – o Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, que quase todos os anos visitamos.

 

Remédios 2

Foto do Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, em Agosto de 2015, após parte da limpeza exterior e renovação dos painéis de azulejos. 

 

A sua história tem início em 1361, quando é construída, no topo do monte de Santo Estevão, uma pequena ermida dedicada ao mesmo santo, fruto da devoção popular dos lamecenses.

Mais tarde, em 1568, o então bispo de Lamego decide demolir a velha ermida, prestes a ruir, e manda erguer uma nova capela onde coloca uma imagem da Virgem Maria a dar de mamar ao Menino Jesus. Nos anos seguintes, muitas pessoas recorreram a esta imagem em busca de alívio para as suas doenças, o que deu origem, por sua vez, à devoção a Nossa Senhora dos Remédios.

Como não há duas sem três, também esta capela acabou por ter de ser demolida e o actual Santuário começou a ser construído em 1750. Apesar de todos os esforços, dada a sua dimensão e complexidade, a construção só terminou mais de 150 anos depois, em 1905.

Remédios 3

Remédios 4

 Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, em Agosto de 2015

 

A principal característica deste monumento, a grande escadaria (ou “escadório”, como chamam os lamecenses), possui um total de 686 degraus (!!), divididos entre 9 lances de escadas e entre vários patamares ornamentados com pequenas capelas, várias estátuas, fontes e obeliscos.

 

Apesar de todos estes degraus, a subida é feita alegremente e com bom ânimo, uma vez que em cada patamar somos recebidos pessoalmente por Maria :) É verdade, em cada patamar podemos encontrar painéis de azulejos belíssimos que retratam alguns dos mistérios do Rosário – conseguem reconhecê-los?

Remédios 8

Remédios 9

 Remédios 10

Remédios 11

Painéis de azulejos sobre Nossa Senhora, Agosto de 2014, antes da recuperação de 2015.

 

Além disso, quando chegamos finalmente ao topo da escadaria podemos deliciarmo-nos com a água sempre fresquinha duma bela fonte, mesmo ao lado do Santuário, ao mesmo tempo que perdemos o fôlego ao olhar para baixo e ao ver toda aquela paisagem maravilhosa que só o Alto Douro tem. Lá em cima, sentimo-nos quase como se tivéssemos no topo do mundo, bem pertinho do Céu e da casa do nosso Pai :)

 

No interior do Santuário, encontramos no centro a imagem de Nossa Senhora dos Remédios, emoldurada por entalhamentos muito pormenorizados, e rodeada por dois altares laterais, dedicados aos Seus pais, S. Joaquim, à direita, e Santa Ana, à esquerda, o que traduz a importância que é dada à família pelos habitantes locais :)

Remédios 5

Remédios 6

Remédios 7

 

É sempre uma boa ideia subirmos a escadaria do Santuário - sentimo-nos todos sempre melhores, mais bem dispostos, mais alegres e felizes! Como todas as crianças se sentem depois de estarem no colo da Sua Mãe ;)

Remédios 12

Nós viemos embora de Lamego a poucos dias do início das festas da cidade, que este ano decorrem entre 27 de Agosto e 9 de Setembro

O ponto alto destas festas é no dia 6 de Setembro, quando o andor de Nossa Senhora dos Remédios, desce o Santuário em procissão até à cidade, e no dia 8 de Setembro, dia em que se assinala a Festa da Natividade de Nossa Senhora. No dia 8 realiza-se uma grande procissão (chamada Procissão do Triunfo) que atravessa praticamente toda a cidade, cujos andores, pelo seu elevado peso, são puxados por juntas de bois (disseram-me que era a única procissão assim no nosso país)!

Festas de Nossa Senhora dos Remédios 2015.jpg

Por fim, partilho convosco um vídeo com uma beleza sem igual, com imagens de todo o Santuário, da autoria de António José Leitão, acompanhadas de canções das Irmãs Hospitaleiras Franciscanas com letras lindíssimas! Que Deus o abençoe por criar algo tão belo! Obrigado!

 

 

Uma visita inesperada

A minha mãe nasceu numa família muito simples e humilde, numa pequena aldeia nos arredores de Lamego. Aos 17 anos teve a oportunidade de vir para Lisboa, com ajuda da família de um tio, à procura dum emprego e duma vida melhor do que o trabalho no campo lhe podia dar. É em Lisboa que conhece o meu pai, filho duma família proveniente de Beja que também procurara a realização dos seus sonhos duma vida melhor na grande cidade.

Quando casaram, os meus pais tomaram a decisão de permanecerem aqui, em Corroios, perto da família do meu pai. A família da mãe acabou por ficar, na sua maioria, em Lamego, a quase 5 horas de distância de nós. Assim, em todas as férias de Verão vamos para Lamego durante algumas semanas, para a mãe (e com o tempo, também eu e o pai) matar as saudades da sua família - principalmente dos seus pais e da sua irmã mais nova. 

Há 24 anos que esta "tradição" acontece todos os verões e é sempre com grande alegria que esperamos esta altura do ano! Contudo, o ano passado foram as nossas primeiras férias sem o avô materno (que faleceu repentinamente em Fevereiro de 2014) e as férias já não foram as mesmas... Este ano também trazia consigo um sentimento agridoce - não sabemos se este ano foi o último em que eu pude ir de férias com os pais, e o mais provável é que estas tenham sido as últimas férias em família durante algum tempo ... Os anos passam e estou perto de terminar a faculdade e de começar a trabalhar como médica. E só Deus sabe como será o futuro. 

 

Assim, foi com grande alegria que, mal chegámos a Lamego, ficámos a saber que nos dias 8 e 9 de Agosto iriamos receber uma visita muito especial! A da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima!! Oh, que festa!!

Peregrina 1.jpg

O avô materno sempre teve uma grande dedicação a Nossa Senhora de Fátima, e sempre que penso Nela, não deixo de pensar também no avô. Quando vamos a Fátima, a memória do avô está também sempre presente comigo.

Assim, eu senti que esta visita de Nossa Senhora a Lamego, foi uma forma de Ela nos dizer, mais uma vez, que nós não estávamos sozinhos nestas mudanças da nossa vida, que tinhamos o Seu apoio, a Sua ajuda, o Seu amor de mãe ... Oh, e que Mãe!

 

Deixo-vos um relato fotográfico desta belíssima visita: (nós esquecemo-nos da tirar fotos nos 2 dias, desculpem!) 

 

Dia 8 de Agosto - Procissão das Velas

Peregrina 2.jpg

Peregrina 3.JPG

Peregrina 4.jpg

Peregrina 5.jpg

Peregrina 6.JPG

Peregrina 7.jpg

Peregrina 8.jpg

Peregrina 9.jpg

 Todas estas fotos são da autoria do maravilhoso fotógrafo Rui Jorge Pires do Olhar d'Ouro.

 

Dia 9 de Agosto - Tarde de oração na Sé de Lamego e Despedida 

Peregrina 10.JPG

Peregrina 11.JPG

Peregrina 12.jpgPeregrina 13.JPG

Todas estas fotos são da autoria do maravilhoso fotógrafo Rui Jorge Pires do Olhar d'Ouro.

 

Já por diversas vezes que fomos a Fátima mas nunca conseguimos estar tão perto da imagem de Nossa Senhora como Deus nos deu a oportunidade desta vez. Pela graça de Deus, conseguimos encontrar um lugar para nos sentarmos na Sé a poucos metros da imagem de Nossa Senhora! Que privilégio. Uma tarde passada a rezar e a meditar sob o manto de Nossa Senhora, a rezar o Terço com Ela e a celebrar a Eucaristia na Sua presença - Foi extraordinário!

Mais extraordinário ainda foi a despedida - as orações cantadas, os lenços brancos a acenar, as lágrimas nos olhos de tanta gente, e mais uma vez, sem termos feito por isso mas pelo peso da multidão à nossa volta, encontrámo-nos desta vez a menos de um metro Dela! Caramba! Estávamos tão, tão perto Dela!! 

Há uma série de imagens na minha memória que espero nunca mais perder. Foi uma experiência sem igual...

Há dias em que é difícil rezar a Alguém que não vemos e que não ouvimos. A nossa natureza humana, tão física e corporal, por vezes tem essa necessidade.... de ver com os nossos próprios olhos, de tocar, de ouvir ...

 

Obrigado Mãe, por não me teres esquecido mesmo durante as férias! Eu sei que Tu estás sempre comigo ... mas é possível que eu às vezes me esqueça disso! Obrigado Mãe, obrigado minha Mãe! Obrigado por vires ter comigo!

 

«Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre.

E donde me é dado que venha ter comigo a mãe do meu Senhor?»

Lc 1:42-43

 

Para terminar, deixo-vos um pequeno vídeo com filmagens da Sé de Lamego -  que tem quase 1000 anos de vida!

 

 

O meu encontro diário com Jesus

Este semestre tenho aulas diariamente em 2 hospitais - no Hospital de Santa Maria e no Hospital Pulido Valente, ambos no centro de Lisboa. Apesar de ter passado os últimos 4 anos da minha vida a saltitar periodicamente dum para o outro, não sabia que ambos tinham capelas. Nem sequer sabia que ambos realizavam missas diárias.

 

Um dia destes, caíram-me literalmente nas mãos informações acerca destas capelas e dos seus horários.

Nas últimas semanas tenho passado todos os intervalos que consigo arranjar no meio do meu confuso horário numa delas, a rezar e em adoração. E tenho inclusive conseguido até celebrar algumas missas - neste momento, consigo assistir a cerca de 4-5 missas por semana! Uau. Quem diria!

(Lembram-se de eu ter dito que havia dias em que tinha 20-30min de hora de almoço - pois, agora já sabem porquê! :)

 

Ambas são capelas pequenas e simples, mas todos os dias encontro novos tesouros em ambas. Que belos locais são para nos reunirmos com Jesus e celebrar o Seu Sacrifício Divino!

 

Apresento-vos a capela do Hospital Pulido Valente - é linda, não é?

capela do HPV 7.jpg

capela do HPV 1.jpg

 

Vejam bem os pormenores dos vitrais - reconhecem as cenas representadas?

 

capela do HPV 6.jpgcapela do HPV 5.jpg

 capela do HPV 4.jpgcapela do HPV 3.jpg

São exactamente aquilo que estão a pensar - são os Mistérios Gozosos! A maravilha que é rezar o Terço a olhar para estas belíssimas representações!!

 

E claro, nenhuma igreja lisboeta estaria completa sem um Santo António de Lisboa...


capela do HPV 2.jpg

 

 

Esta tentativa de ir diariamente à igreja foi algo que consegui implementar no meu dia-a-dia, dentro das 66 ideias quaresmais que partilhei convosco anteriormente. 

Quando no início falei com a minha mãe, ela não achou que fosse possivel. Eu também estava incerta. Eu ando CHEIA de trabalho!

Mas tem sido incrível e tem sido uma bela lição para mim - apercebi-me que se eu tiver Deus como primeira prioridade dentre as milhares de coisas do meu dia, terei miraculosamente tempo para as fazer a todas!! Que bela lição de confiança e de humildade que tem sido! Garanto-vos que não estaria a conseguir fazer tudo, se não tivesse como primeira preocupação realizar as obras que Deus me pede e estar com Ele durante tanto tempo!

Não sei qual dos presidentes dos EUA foi, mas lembro-me de ler que um deles costumava dizer: "Eu hoje tenho tanta coisa para fazer que precisarei de estar horas a rezar para as conseguir fazer a todas! " :)

 

Por ti Jesus e para ti, ofereço-te este meu bocadinho mais ...