Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Sejamos luz, sejamos sal, sejamos fermento

Queridos leitores, queridos amigos

Este texto é um rascunho, um texto em construção, escrito à pressa e saído do coração. Escrevo-vos estas palavras, em parte, como médica de família que sou - mas, principalmente e acima de tudo, como cristã

Temos vivido dias difíceis e turbulentos, tanto aqui em Portugal, como por todo o mundo. Existe uma ameaça que a todos nós poderá afectar e sobre a qual sabemos muito pouco... Vive-se por todo o lado um clima de perigo, de medo, de ansiedade, de incerteza ... que parece estar a ser muitíssimo mais contagiante na nossa sociedade do que o próprio vírus. 

Não posso deixar de reparar que toda esta situação tem surgido, pelo menos aqui na Europa, em plena época Quaresmal, em que Deus, através da Igreja, nos convida a crescer em santidade, a arrependermo-nos dos nossos pecados, a crescer em amor pelos irmãos e pelo Senhor, ao deixarmo-nos amar pelo próprio Amor. Não podia acontecer numa altura mais adequada ... - dou por mim a pensar.

E assim, no meio deste caos, deste medo, desta ansiedade, desta incerteza toda que nos rodeia, escrevo-vos esta pequena exortação, este pequeno apelo - para que nos atrevamos a ser luz e sal e fermento neste mundo, como Jesus nos pediu. 

subida jerusalem.jpg

 

O Senhor não podia usar uma situação mais perfeita do que esta para nos incentivar ao exercício das virtudes cristãs! Ao longo da Quaresma, somos chamados a ter o jejum, a esmola e a oração como "companheiros desta nossa viagem" (como o Papa Francisco nos disse) de conversão, de mudança de coração.

Exerçamos a virtude da paciência (esmola): tenhamos paciência uns com os outros, com os da nossa casa, com a nossa família, com os nossos vizinhos, com os nossos colegas, com as pessoas com que contactamos na rua e no trabalho. Tenhamos paciência com todos os profissionais de saúde, médicos, enfermeiros, auxiliares, técnicos, investigadores - nenhum de nós tem, neste momento, as respostas a todas as perguntas que nos inquietam o coração ... Ninguém sabe o porquê, nem o como, nem o onde, nem o quando, nem o quanto - para a maioria das perguntas que nos fazem constantemente. Nós não sabemos ... É excruciantemente difícil viver nesta incerteza, eu sei, eu sei muito bem... Mas somos cristãos, nós sabemos em Quem pomos a nossa esperança, a nossa segurança, a nossa confiança - transmitamos isso, no dia a dia, a todos os que nos rodeiam. 

Exerçamos a virtude da obediência (jejum): cumpramos rigorosamente todas (TODAS!) as recomendações que as autoridades nos façam, por mais pequenas ou maiores que sejam. Sejamos obedientes e não rebeldes: mesmo que não compreendamos porquê, mesmo que não concordemos, mesmo que nos pareça desnecessário - cumpram! Façam esse esforço e incentivem os outros a fazerem o mesmo.

Exerçamos a virtude da correção fraterna (esmola): aceitemos ser corrigidos e ajudados, uns pelos outros. Utilizemos esta oportunidade para aprendermos a corrigir os irmãos com simpatia, com delicadeza, com respeito, mas nunca deixando de corrigir se algo está mal.

Exerçamos a virtude da caridade pelo próximo (jejum e esmola): estejamos dispostos a fazer pequenos (ou grandes) sacrifícios, pelo bem e segurança dum maior número de pessoas. Sim, mesmo se acharmos que elas não merecem! Pensemos na nossa família, sim, e tentemos protegê-la tanto quanto conseguirmos; mas pensem também nas outras famílias e nas outras pessoas. 

Mais importante que tudo - rezem! Oh, por favor, rezem!! Intercedam por nós, que tentamos combater e controlar este perigo. Intercedam por todas as pessoas e famílias afectadas pelo vírus, mas sem nunca esquecer todas as outras pessoas e famílias que têm outras doenças, muito mais numerosas, a quem nem sempre estamos a dar tanta atenção e dedicação como deveríamos... Rezem por todas as pessoas que têm a difícil tarefa de tomar decisões em nome de todos, para que as façam inspirados pelo Espírito Santo. Rezem por paciência, por sabedoria, por discernimento - para todos! Peçam, incessantemente, a paz do Senhor, a confiança, a esperança, a fé, o amor - que nós não temos, a não ser que o Senhor nos ofereça - porque tudo (TUDO!) o que há de bom neste mundo vem Dele, única e exclusivamente Dele.

Atrevamo-nos a ser cristãos no meio desta sociedade, que parece estar desnorteada com tanto medo. Somos todos chamados, sem excepção: peguemos na nossa Bíblia e no nosso Terço e atrevamo-nos a ser luz, a ser sal, a ser fermento.... 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.