Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Caderneta de Cromos da Santa Missa - 2º Período

Sei que este blog tem andado um pouco abandonado - mas já passaram no site das Famílias de Caná? Já exploraram todos os artigos com jogos, trabalhos manuais e atividades de evangelização que têm sido publicados ultimamente? Não se esqueçam de passar por lá!

 

Hoje, tal como vos tinha prometido, venho partilhar convosco a Caderneta de Cromos da Santa Missa para o 2º Período de catequese deste ano. É maior que a do Período passado, uma vez que existirá um maior número de celebrações litúrgicas nos próximos meses....

 

caderneta 2 - frente.jpg

Caderneta de Cromos da Santa Missa 2º Período - vista por fora

 

Como fazer a Caderneta da Santa Missa?

  1. Fazer o download da Caderneta em branco (podem fazer o download em documento pdf ou então word).
  2. Imprimir a Caderneta em branco, idealmente em papel mais grosso e espesso (eu utilizei folhas de papel A4 com 160g), imprimindo frente e verso
  3. Dobrar a Caderneta ao meio
  4. Fazer o download dos Cromos (podem fazê-lo em documento pdf ou então word).
  5. Imprimir os Cromos a cores, em papel autocolante branco (que pode ser encontrado em lojas como a Staples).
  6. Recortar os Cromos
  7. Podem visualizar o resultado final da Caderneta aqui ou então aqui

 

caderneta 2 - verso.jpg

Caderneta de Cromos da Santa Missa 2º Período - vista por dentro e com todos os cromos

 

Como temos utilizado a Caderneta da Santa Missa na catequese?

Eu entreguei uma Caderneta em branco a cada menino. Eles puderam pintar a capa/parte de fora da Caderneta como quisessem. Expliquei-lhes o objectivo da Caderneta: por cada vez que viessem à Missa, receberiam um cromo, com uma imagem alusiva ao tema da Missa e uma citação do Evangelho, para aprenderem de coração. Desta forma, tento ajudá-los (e aos pais, claro!) a desenvolverem o hábito da Missa Dominical, em especial preparação para a Primeira Comunhão de cada menino (que será em Junho 2019).

 

Esta Caderneta tem tido uma enorme adesão na nossa paróquia e, sem dúvida nenhuma, que tem tido um enorme sucesso com o meu grupo de catequese - têm vindo cada vez mais meninos à missa e de forma regular! Como Deus é bom! 

 

Esta Caderneta pode também ser utilizada em contexto familiar, entre irmãos ou primos, ou noutras actividades da Igreja.

 

Aceitam o desafio?

 

Disse-lhes Jesus:

«Todo o doutor da Lei instruído acerca do Reino do Céu

é semelhante a um pai de família,

que tira coisas novas e velhas do seu tesouro.»

(Mt 13, 52)

 

Ps. 1: Esta Caderneta de Cromos foi desenhada por mim e pela Teresa Capela. Utilizámos imagens que encontrámos na internet para fazer os cromos, nenhuma das imagens nos pertence. 

Ps. 2: Estão à vontade para imprimir e partilhar a Caderneta da Missa pelas vossas paróquias. Lembrem-se apenas de rezar uma Avé Maria por nós!

Caderneta de Cromos da Santa Missa - 1º Período

Hoje vamos continuar na maré de partilha de actividades que tenho desenvolvido na Catequese, junto do meu grupo de 3º volume (em preparação para a 1ª Comunhão, que responsabilidade!!).

 

Uma das maiores dificuldades com que me deparei, no ano passado, com o meu grupo de meninos da catequese foi o facto de eles, na grande maioria, não virem à missa! (já tinha falado convosco acerca deste assunto, lembram-se?) Ora, tempos modernos exigem soluções modernas ...

 

Assim, depois do sucesso que a Caderneta de Cromos do Pai Nosso teve com os meninos, este ano lectivo, em colaboração com a catequista do outro grupo de catequese, lembrámo-nos de criar uma Caderneta de Cromos para a Santa Missa. Parece uma boa ideia, não parece?

 

Caderneta - frente.jpg

Caderneta de Cromos da Santa Missa 1º Período - vista de frente

  

Como fazer a Caderneta da Santa Missa?

  1. Fazer o download da Caderneta em branco (podem fazer o download em documento pdf ou então word).
  2. Imprimir a Caderneta em branco, idealmente em papel mais grosso e espesso (eu utilizei folhas de papel A4 com 160g), imprimindo frente e verso! (NOTA 1: esqueçam a página que aparece em branco, não consigo eliminá-la por causa da tabela .... é apenas para imprimir a página 1, em frente e verso!)
  3. Cortar a folha A4 ao meio (pela linha cinzenta) - ou seja, a Caderneta é apenas metade duma folha A4, frente e verso (para ser mais fácil de transportar pelas crianças ...)
  4. Fazer o download dos Cromos (podem fazê-lo em documento pdf ou então word).
  5. Imprimir os Cromos a cores, em papel autocolante branco (que pode ser encontrado em lojas como a Staples -- NOTA 2: esqueçam novamente a última página, em branco ... é só para imprimir as primeiras 14 páginas!).
  6. Recortar os Cromos
  7. Podem visualizar o resultado final da Caderneta aqui ou então aqui

 

Caderneta - verso.jpg

 Caderneta de Cromos da Santa Missa 1º Período - vista de trás / verso

 

Como temos utilizado a Caderneta da Santa Missa na catequese?

Eu entreguei a Caderneta em branco na 1ª catequese que tivémos este ano, uma para cada menino, e eles puderam pintar a capa/parte da frente da Caderneta cada um ao seu gosto (assim que conseguir, partilho as fotos - ficaram tão bonitas!)

Expliquei-lhes qual o objectivo da Caderneta: por cada vez que viessem à missa (no Sábado à tarde ou nos horários de Domingo - a nossa paróquia dá-nos muitas horas por onde escolher), receberiam um cromo, com uma imagem alusiva ao tema da missa e uma citação do Evangelho, para aprenderem de coração.

Os meninos têm recebido o cromo logo após a missa (a situação ideal), ou então na catequese seguinte (caso, por exemplo, fossem à missa a outras paróquias onde nenhuma de nós estivesse presente)

 

Para ser sincera, não estava à espera de tanta adesão a esta Caderneta como na realidade se tem verificado: os meninos passaram a vir, gradualmente, cada vez mais à missa e a novidade acerca da Caderneta da Missa já se espalhou por outros volumes de catequese, de tal forma que o cromo nº5, deste Domingo dia 04/11, foi entregue a 4 grupos de catequese de anos diferentes! Ena, como Deus é bom! Como Deus consegue trabalhar nos nossos corações através destas pequenas iniciativas ... 

 

Claro que a ideia dos meninos receberem uma recompensa por cada vez que vierem à Santa Missa, não está propriamente correcta ... mas se os ajudar (e aos pais, claro!) a desenvolverem o hábito da missa dominical, então esta pequena Caderneta terá cumprido a sua função!

 

Esta Caderneta pode também ser utilizada em família ou noutras actividades da Igreja.

Aceitam o desafio?

 

Disse-lhes Jesus:

«Todo o doutor da Lei instruído acerca do Reino do Céu

é semelhante a um pai de família,

que tira coisas novas e velhas do seu tesouro.»

(Mt 13, 52)

 

 

Ps. 1: Esta Caderneta de Cromos foi desenhada por mim e pela Teresa Capela. Utilizámos imagens que encontrámos na internet para fazer os cromos, nenhuma das imagens nos pertence. 

Ps. 2: Estão à vontade para imprimir e partilhar a Caderneta da Missa pelas vossas paróquias. Lembrem-se apenas de rezar uma Avé Maria por nós!

Ps. 3: Assim que a terminar, eu partilho convosco a Caderneta do próximo período, com antecedência desta vez! 

Retiro de preparação para o Crisma - parte 3

Retiro de preparação para o Crisma - Parte 1

Retiro de preparação para o Crisma - Parte 2

 

No maravilhoso dia em que recebemos o Sacramento do Crisma, através de inúmeras graças oferecidas pelo Espírito Santo, cada um de nós torna-se "adulto" na Fé, um autêntico soldado de Cristo, um defensor da Igreja Católica, um verdadeiro Apóstolo com a importante missão de evangelizar a Terra inteira - tal como Jesus nos pediu:

 

Disse-lhes [Jesus]: «Ide pelo mundo inteiro,

proclamai o Evangelho a todas as criaturas.» (Mc 16,15)

 

Já São Paulo, exemplo de vida e santidade para todos nós, suspirava:

 

Ai de mim, se eu não evangelizar! (1 Cor 9,16)

 

Assim, para finalizar o Retiro de preparação para o Crisma, nós desejávamos oferecer a cada participante uma lembrança que fosse especial e fora do comum; que os fizesse reviver e relembrar - tanto o Retiro como toda a educação Católica que tiveram - especialmente nos momentos mais difíceis; e que os pudesse acompanhar no futuro, ao longo das suas vidas ... 

 

Um dia, Deus enviou-nos uma óptima ideia (através do maravilhoso pinterest) - e se fizéssemos uma espécie de "Kit de sobrevivência do católico"?

Algo a que pudessem recorrer tanto nos bons como nos maus momentos das suas vidas!

Algo que especialmente favorecesse a oração - seja ela de louvor, de agradecimento, de intercessão ou de pedido de ajuda ao Senhor! 

 

Oh, mas nós temos um orçamento tão pequenino! Como conseguiremos fazer algo assim?

Abençoada seja a creatividade que provém do Espírito Santo! 

 

Kit de Sobrevivência do Católico

para usar em caso de emergência espiritual!

 

20180909_171410.jpg

 

20180909_171336.jpg

 

Como fizemos?

- Utilizámos saquinhos de pano com cerca de 10x16cm (que comprámos numa lojinha dos chineses) para guardar o conteúdo de cada Kit

- Utilizámos cartolinas de diversas cores para fazermos os cartões (com cerca de 22x15cm cada, que dobrámos ao meio) que explicavam o conteúdo do Kit

- Furámos o canto superior esquerdo dos cartões (já dobrados) e atámo-los ao saco do Kit

 

 20180909_163908.jpg

 

Conteúdo dos Kits:   (comprado quase na totalidade em lojinhas dos chineses)

- 1 mini-bloco colorido

- 1 caneta

- 1 borracha

- 1 vela branca pequena (com um versículo bíblico à sua volta)

- 1 penso rápido

- 1 prego

- 1 chave (feita de cartolina cinzenta)

- 1 mini-coração de seda vermelha

- 1 pastilha

- 1 chocolate

 

20181020_130311.jpg

 

Explicação de cada componente do Kit:

  • Coração – para te relembrar de amar o Senhor, nosso Deus, acima de todas as coisas…
    “«Amarás o Senhor, teu Deus, com todo o teu coração, com toda a tua alma, com todas as tuas forças e com todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo.» Disse-lhe Jesus: «Faz isto e serás feliz.»” (Lc 10, 27-28)

 

  • Caderno – para te relembrar de guardar as palavras e os mandamentos do Senhor, que nos dão a felicidade da vida eterna….
    “Como poderá um jovem manter puro o seu caminho? Só guardando as Tuas palavras. Eu procuro-Te com todo o coração; não deixes que me afaste dos Teus mandamentos. Guardo no meu coração as Tuas promessas.” (Sl 119, 9-11)

 

  • Prego – para te relembrar que, apenas se aceitares livremente a tua cruz, poderás seguir Jesus…
    “Disse-lhes Jesus: «Se alguém quiser seguir-Me, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-Me.»” (Mc 8,34)

 

  • Chave – para te relembrar que a chave de todos os teus problemas é, e sempre será, a oração…
    “Rezai incessantemente no Espírito, com toda a espécie de orações e súplicas, vigílias, intercedendo, sem cansaço, por todos os cristãos.” (Ef 6,18)

 

  • Vela – para te relembrar que a Luz será sempre capaz de vencer as trevas, por mais negras que elas pareçam ser …
    “Jesus disse-lhes: «Eu sou a luz do mundo. Quem Me segue não andará nas trevas, mas terá a luz da vida.” (Jo 8,12)

 

20180909_164116.jpg

 

  • Penso rápido – para te relembrar que apenas Deus é capaz de curar todas as tuas feridas…
    “O Senhor cura os corações despedaçado e cuida das suas feridas” (Sl 147,3)

 

  • Borracha – para te relembrar do incomparável poder do sacramento da Confissão…
    “Se confessamos os nossos pecados, Deus é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a iniquidade.” (1 Jo 1,9)

 

  • Chocolate – para te relembrar do amor de Deus e de toda a Sua doçura de Pai para connosco…
    “Como são doces, ao meu paladar, as Tuas palavras, Senhor! Mais doces do que o mel para a minha boca.” (Sl 118,103)

 

  • Caneta – para te relembrar de apontar todas as bênçãos que recebes de Deus na tua vida…
    “Bendiz, ó minha alma, o Senhor, e não esqueças nenhuma das suas bênçãos.” (Sl 103,2)

 

  • Pastilha – para te relembrar que Deus nunca te abandonará, que Ele estará sempre bem coladinho a ti e que, com Ele, não há nada a temer….
    “Sede fortes e corajosos! Não tenhais medo, nem fiqueis apavorados diante deles, porque o Senhor, teu Deus, vai contigo. Ele não te deixará e jamais te abandonará.” (Dt 31,6)


Citações bíblicas retiradas da Bíblia Sagrada - edição dos Franciscanos Capuchinhos (2015) e da Bíblia Sagrada – edição pastoral da Paulus (2004).

20180909_163932.jpg

 

20180909_163959.jpg

 

20180909_164030.jpg

 

Downloads:

- Capa do cartão que acompanha o Kit (para imprimir, cortar pelas linhas e colar nos cartões feitos de cartolina de diversas cores): download aqui ou então aqui

 

- Explicação do conteúdo do Kit (para imprimir, cortar pelas linhas e colar dentro dos cartões de cartolina): download aqui ou então aqui

 

- Versículo bíblico das velas (para imprimir em papel autocolante, recortar e colar à volta das velas): download aqui ou então aqui

 

    

 

Graças a Deus, este Kit foi um enorme sucesso com todos os participantes do Retiro - adolescentes e adultos, homens e mulheres! 

 

Nota: Devem ter reparado que o Kit não incluía nenhum Crucifixo nem Terço - nós pensámos que todos os participantes do Retiro já possuíam esses objectos religiosos (e nós estávamos a trabalhar com um orçamento muito pequenino ...)

Retiro de preparação para o Crisma - parte 2

Retiro de preparação para o Crisma - Parte 1

Retiro de preparação para o Crisma - Parte 3

 

Um dos nossos objectivos para o Retiro de preparação para o Crisma (que comecei a partilhar convosco na semana passada) é que fosse memorável - não por ser grandioso nem espectacular, mas por ser capaz de criar memória, viva, chamativa, durável, dentro de cada pessoa. Queríamos que as pessoas se lembrassem, com carinho e amor, dos ensinamentos partilhados, das lições aprendidas, das sensações e impressões marcadas para sempre na nossa memória ... E todos sabemos que, para auxiliar a nossa memória, não há nada melhor do que uma pequena lembrança ... ou várias!

 

Nós tínhamos um orçamento muito pequenino para prepararmos o Retiro, e portanto tanto eu como a outra organizadora do Retiro tentámos sempre utilizar o máximo de recursos/materiais que ambas já possuíamos de actividades anteriores (por exemplo, velas e cartolinas). Ou então, quando foi mesmo preciso comprar materiais novos, tivemos de recorrer às opções (melhor dizendo, soluções!) mais baratinhas que encontrámos.... 

 

Ora, na abertura do Retiro, no início da primeira manhã de catequese, entregámos um primeiro Cartão de Oração com uma velinha (inspirado numa ideia do pinterest). Que acham?

 

20180909_154420.jpg

Como fizemos?

- Desenhámos e recortámos a partir duma cartolina amarela A3, rectângulos com 14,5 cm de altura x 9,5 cm de largura.

- Imprimimos, recortámos e colámos a Oração a Jesus (podem fazer o download aqui ou então aqui) - tal como podem observar nas imagens. A oração foi encontrada num manual de catequese antigo e eu criei a imagem no computador.

- Depois, colámos uma velinha branca em cada Cartão de Oração.

- Cada velinha tinha à sua volta um versículo bíblico relacionado com o poder e as graças da oração. Imprimimos os versículos em papel branco autocolante, recortámos e colámos em cada vela.

20180909_154448.jpg

Oração da manhã 1.jpg

 

 

 

Durante as refeições, as nossas mesas estavam decoradas com velas e bandeiras com as palavras-chave do nosso retiro (inspirada noutra imagem do pinterest):

 

O caminho rumo à santidade requer…

Coragem, Esperança, Graça e Conversão

 

20181003_103330.jpg

 

Como fizemos?

- Utilizámos 8 velas de tamanho médio, em copos de vidro, para serem distribuídas pelas 2 mesas compridas.

- Usámos restinhos de papel celofane vermelho e branco (que já possuíamos de actividades anteriores - mas acredito ser possível utilizar qualquer outro tipo de papel/tecido/material que possuam), para revestir as velas

- Cortámos o papel celofane com um formato arredondado (tanto quanto nos foi possível), com cerca de 10cm de diâmetro a mais que o diâmetro das velas

- Colocámos o papel celofane branco por dentro do papel vermelho

- Atámos com uma fitinha branca as 2 camadas de papel celofane às velas, deixando um lacinho

- Amachucámos o papel celofane, para dar mais volume

 

- Depois, para as bandeiras, utilizámos 8 paus de espeto compridos

- Imprimimos e recortámos as bandeiras (que eu desenhei no computador) - podem fazer o download aqui ou então aqui. Recortámos apenas os limites exteriores de cada bandeira - a linha do meio das bandeiras serviu-nos apenas para sabermos onde dobrar o papel para fazer as bandeiras.

- Colámos as bandeiras envolvendo os paus de espeto - tal como podem ver pelas imagens.

- Por fim, quando pusemos as mesas, espetámos uma bandeira por cada vela.

 

20181003_103343.jpg20181003_103350.jpg

20181003_103703.jpg

 

 

 

Depois do almoço, no início da catequese da tarde, entregámos um outro Cartão de Oração - desta vez, ao Divino Espírito Santo (ideia igualmente inspirada numa imagem do pinterest). Esta oração foi-me oferecida há 3 anos atrás, nas catequeses de adultos de preparação para o Crisma, e tenho-a rezado todos os dias desde então!  

20180909_202634.jpg

 

Como fizemos?

- Utilizámos molas da roupa de madeira, que eu pintei de vermelho com tinta acrílica (o tipo de tinta mais barata e que mais facilmente se encontra).

- Imprimimos e recortámos as pombas - que representam o Espírito Santo (podem fazer o download das pombas aqui ou então aqui).

- Colámos as pombas às molas de madeira - tal como podem ver pelas fotos.

 

- Imprimimos e recortámos as imagens com a Oração ao Espírito Santo (que eu criei no computador e que podem fazer o download aqui ou então aqui).

- Desenhamos e recortámos rectângulos em cartolina vermelha, laranja e amarela, com cerca de 0,5-1cm a mais do que as imagens com a oração.

- Por fim, colámos as orações às cartolinas e prendemo-las às molas com as pombas.

 

20180909_202650.jpg

20180909_202709.jpg

20180826_153542.jpg

 

 

 

No final da noite, após a Adoração ao Santíssimo, servimos uma pequena ceia com chá, leite e umas bolachinhas de manteiga que eu fiz, alusivas ao Retiro como não podia deixar de ser ;)

20180914_200100.jpg

 

Como fizemos?

- Ingredientes das bolachas de manteiga:

  • 600g de farinha
  • 250g de manteiga (idealmente já à temperatura ambiente)
  • 2 colheres de chá de fermento em pó
  • 2 ovos 
  • 300g de açúcar
  • raspa de 2 limões

- Receita das bolachas de manteiga:

  • Ligar o forno no máximo
  • Misturar numa tigela os 2 ovos com o açúcar.
  • Juntar a raspa de 2 limões
  • Misturar, noutra tigela, a farinha e o fermento com a manteiga. Misturar com as mãos, tentando desfazer ("esfarelar" com as mãos uma na outra) a manteiga por completo na farinha.
  • Juntar o conteúdo das 2 tigelas. Pode-se utilizar logo as mãos para misturar ou usar a batedeira em pouca velocidade no início e depois utilizar as mãos.
  • A massa deve ficar fofa mas consistente.
  • Deixar repousar a massa no frigorífico durante, pelo menos, 20 min (coberta com película aderente).
  • Esticar a massa usando um rolo (e eu uso também película aderente entre a massa e o rolo - facilita o trabalho) e usar as formas
  • Eu tentei fazer alguns desenhos nas bolachas com um palito (para parecerem ainda mais umas pombas) antes de levar ao forno.
  • Colocar as bolachas num tabuleiro coberto com papel vegetal
  • O nosso forno é bem velhinho e não nos diz a temperatura (só tem máximo ou mínimo) e portanto, no nosso forno, no máximo, as bolachas estão prontas em cerca de 20-25 min. As bolachas estão prontas assim que começarem a ficar douradinhas nas pontas (cuidado que elas facilmente cozem de mais e depois ficam muito duras ...)
  • Deixar arrefecer e depois é só partilhar!

 - Eu encontrei a forma da pomba para fazer as bolachas durante as minhas férias em Lamego.

20180914_200104.jpg

 

Ressalva: todas estas fotos foram tiradas em casa. Durante os 2 dias de Retiro não tive oportunidade de tirar qualquer fotografia - havia sempre tanta coisa para fazer que me esqueci completamente!

Fizémos ainda outros trabalhos manuais para o Retiro - principalmente para a decoração do espaço onde decorreu as catequeses (que ficou tão bonito!). Mas, infelizmente, não tenho nenhuma fotografia para partilhar convosco ... 

 

No final do Retiro, oferecemos ainda uma lembrança muito especial a cada participante ... mas isso fica para o próximo post 

Caderneta de cromos para aprender a rezar o Pai Nosso

Ah, Setembro ...

O mês dos recomeços! Recomeça o trabalho, recomeça a escola, recomeça a catequese ... Este ano, na nossa paróquia, a catequese só irá recomeçar no dia 13 de Outubro, mas os preparativos para este novo ano de evangelização já começaram! 

 

No outro dia apercebi-me que nunca tinha chegado a partilhar convosco algumas actividades que desenvolvi com o meu grupo do 2ºvolume da catequese (crianças com 7-8 anos). Então hoje gostava de partilhar convosco a primeira dessas actividades - uma caderneta de cromos para as crianças aprenderem a rezar o Pai Nosso.

 

Esta caderneta foi adaptada duma ideia que encontrei no site do ABC da catequese.

 

Como fazer a Caderneta do Pai Nosso?

  1. Imprimir a Caderneta (podem fazer o download aqui ou então aqui) em papel - idealmente, em papel espesso e resistente, imprimindo frente e verso
  2. Dobrar a folha de papel ao meio
  3. Imprimir os cromos (podem fazer o download aqui ou então aqui) em papel autocolante (que se pode encontrar em lojas como a Staples)
  4. Recortar os cromos 

Caderneta Pai Nosso 1.jpg

 

Caderneta Pai Nosso 2.jpg

 

Caderneta Pai Nosso 3.jpg

Exemplo de como ficou a Caderneta do Pai Nosso duma menina do meu grupo de catequese. 

 

Eu entreguei uma caderneta em branco a cada menino na 1ª catequese em que falámos acerca da oração do Pai Nosso. Para que as cadernetas não se perdessem, eu agrafei-as à ultima página do catecismo do 2ºvolume que cada menino tinha.

No final de cada catequese em que se ensinava e desenvolvia uma frase / ideia da oração do Pai Nosso (segundo o manual de catequese do 2ºvolume), eu distribuia o cromo correspondente. Os meninos eram incentivados a descobrir o porquê da imagem do cromo corresponder à frase do Pai Nosso que tinhamos aprendido naquele dia.

 

Esta ideia revelou-se um grande sucesso com os meninos do meu grupo de catequese!

Festa do Pai Nosso

- Esta vai ser a primeira vez que vou à missa! - disse-me uma menina na catequese deste sábado, numa voz cheia de entusiasmo

- Eu também!

- Também eu!

- E a minha também! - disseram os outros meninos e meninas, também eles cheios de entusiasmo e expectativa. Estavam empolgados com a missa do dia seguinte, porque nessa Eucaristia iríamos celebrar a Festa do Pai Nosso, dos meninos do 2º ano de catequese. 

 

Tenho de fazer um esforço para não pensar na pena e tristeza que sinto, sempre que me apercebo que a grande maioria dos 25 meninos da minha catequese não vem à missa .... nunca. Por mais que eu os convide (e aos pais e avós) todas as semanas, dentro destes 25, apenas 3 vêm regularmente à missa. Outros tantos vêm às vezes. Os restantes.... nunca vieram ao longo do ano porque, apercebi-me neste sábado, nunca vieram nas suas pequenas vidas.

 

- Quer dizer - retomou a primeira menina - a primeira vez não é, porque a minha mãe diz que houve uma no meu baptizado, mas aí eu era pequena e não me lembro de nada!... E várias vozes de concordância seguem a sua resposta.

 

Desta vez, recuso a deixar-me levar por pensamentos de derrota e de desânimo, como nas outras catequeses. Agarro-me às suas vozes de entusiasmo por irem pela primeira vez à missa. Estão realmente empolgados! 

Eu quero crer que este entusiasmo venha, não só por ser a primeira vez que vêm ou apenas porque vai ser a "sua" Festa do Pai Nosso, mas também por todas as conversas que já tivemos na catequese acerca da missa, de como é a missa e do que acontece na missa; mas, mais importante que tudo, vejo a Fé a desabrochar nos seus corações. 

 

Deviam ver também as carinhas de felicidade dos meninos que vêm regulamente à missa - esses sim, não conseguiam caber em si de contentes!! Não só por terem finalmente a companhia dos seus amigos mas também porque já sabem reconhecer a importância da Santa Missa.

 

Oh, Deus meu, que eles venham e que voltem!

Esta é uma das preces que eu mais rezo. Que eles, os Teus filhos pródigos, dispersos, cheios de dor e com tanta falta do Teu amor e misericórdia, que eles voltem para casa!

 

Penso que conhecem a velha máxima de Santo Inácio de Loyola

Trabalha, como se tudo dependesse de ti, e confia, como se tudo dependesse de Deus

 

Eu quero cativar aquelas crianças, mas principalmente os seus pais e avós, que desta vez aceitaram o meu quinquagésimo terceiro convite para virem à missa. Quero cativá-los para que voltem mais vezes!

 

Portanto mãos à obra, há uma Eucaristia para embelezar!

E que bênção é poder contar com a catequista do outro grupo do 2º ano, com a sua experiência, bom senso e abertura para novas ideias e sugestões. Conversas e conversas e conversas, emails e telefonemas, emails e telefonemas ....

Finalmente, tudo está organizado e dividido. Inacreditavelmente, em ambos os grupos, tanto os meninos como os pais, parece que todos aceitaram participar e ajudar em alguma coisa durante a missa. Glória a Deus! 

 

Voltemos ao dia de ontem, sábado de manhã, na catequese, véspera da Festa do Pai Nosso, onde decorreu aquele pequeno diálogo. Há uma grande actividade para preparar para o dia seguinte .... Shiu! Não contém a ninguém o que é! É surpresa!

 

Cartaz 1.jpg

Eu desenhei este mega-cartaz, para colocar à frente do altar na igreja. Não sei se dá para perceber muito bem, mas é composto por 2 cartolinas. Cada grupo de catequese pintou uma metade (uma cartolina) deste cartaz, sem saber como o outro grupo pintara a sua parte. Uns usaram lápis de cor, outros lápis de cera, algumas tintas e colas brilhantes... foi uma divertida confusão, todos queriam ajudar a pintar!

 

Eu tirei esta ideia do cartaz deste blog maravilhoso, que tem montes de ideias de trabalhos manuais para a catequese (apesar de ser escrito por uma catequista da igreja Anglicana)!

Depois de os meninos terem pintado o cartaz, eu reforcei os contornos dos desenhos com marcador preto e colei sobre cartão grosso para fortificar um pouquinho ... 

 

É domingo de manhã, o despertador toca e eu salto da cama, abrindo logo a janela mais próxima. Oh não! Chuva! Chuva, chuva e mais chuva! Vai estragar tudo!

Sim, choveu e bem ... até à exacta hora em que devíamos fazer a nossa entrada pela porta principal da igreja, dois a dois, num belo comboio com quase 40 crianças, à frente do Sr Padre e dos acólitos. A igreja está cheia de pessoas, que bom! Mas ai que vergonha, estão todos a olhar para nós!

 

Inacreditavelmente, ninguém tropeça nem cai ao ajoelhar-se à frente do Sacrário, ninguém empurra nem corre. Ena, eles estão a portar-se bem! E estão a ir direitinhos para os seus lugares! Mas que bem!

A missa pareceu-me um sonho - correu tudo tão bem! Tão bem! Todas as nossas ideias resultaram! E estão todos a cantar, ena!!

Subimos todos ao altar para rezarmos de mãos dadas a maravilhosa oração do Pai Nosso, que une sempre todas as pessoas que estão presentes na missa. Não importa se vêm sempre à missa, se participam na paróquia ou se há anos que não vinham - toda a gente sabe, de coração, a oração do Pai Nosso, e apenas isso é digno de louvor e de acção de graças!

 

Já no final da missa, algumas crianças reúnem-se à frente do altar, para algumas orações finais, enquanto outras elevam cartolinas coloridas com as frases do Pai Nosso, para toda a assembleia ver:

"Jesus obrigado:

Obrigado por nos ensinares que o Teu Pai também é nosso Pai,
Obrigado por nos ensinares que o Seu nome é santo e que também nós podemos ser santos,
Obrigado por nos ensinares que também nós podemos ajudar a construir o Reino de Deus, 
Obrigado por nos ensinares a importância de fazer o bem, e que através das nossas boas acções fazemos a vontade de Deus,
Obrigado por nos ensinares que o pão é vida, por nos ensinares a pedir pão para todas as pessoas, todos os dias,
Obrigado por nos ensinares que Deus tudo perdoa,
Obrigado por nos ensinares a perdoar,
Obrigado por nos ensinares que podemos pedir forças a Deus para sermos corajosos e fortes, para não fazermos o mal, mas sim o bem,
Obrigado por nos ensinares a falar com o nosso Pai que está no Céu e em todos os nossos corações."
Catequista Maria Teresa Capela

A missa terminou com muita alegria, muitos beijinhos e abraços e sorrisos ... e com alguns chocolates também - afinal é dia de festa!

 

Oh, é verdade - querem ver como ficou o cartaz? Digam lá se não ficou bonito!

Cartaz 2.jpg

 

Cartaz 3.jpg

 

Será que resultou? Será que voltam noutro dia?

Não sei, só Deus saberá. Porque só Deus, pela sua extraordinária graça, pode mudar os corações - daqueles que aceitarem essa graça. Eu, pelo menos, vou passar o resto do dia a cantar

A Ti (a Ti), Senhor (Senhor), meu Deus (meu Deus);

A Ti (a Ti), Senhor (Senhor), meu Deus (meu Deus)!

Te dou tudo o que sou

Tudo o que sou, Senhor, a Ti, tudo Te dou.

 

Meu coração e minhas mãos
Minha pobreza, tudo te dou.
Minha ternura, minha amargura.
O pão e o vinho da minha vida.

Calendário para a Quaresma (e para a Páscoa!)

Estamos quase a entrar na Quaresma - o período de excelência para nos renovarmos, para crescermos em amor, em santidade, em generosidade, em misericórdia e em perdão - perdoando aqueles que nos magoam mas também, o que por vezes pode ser muito mais difícil, perdoarmo-nos a nós próprios...

 

Um período de 40 dias, à semelhança de Noé e da sua família, que permaneceram dentro da arca que tinham construído durante 40 dias, mesmo após já terem visto o cume das montanhas, a emergir das águas do grande dilúvio, mantendo sempre viva a esperança na promessa que Deus lhes tinha feito, até pisarem, por fim, terra firme (Génesis cap 7 e 8). 

Um período de 40 dias, à semelhança dos 40 dias e noites que Moisés passou no monte Sinai, na presença de Deus, com quem falava como com um amigo, e onde recebeu a Lei com os dez Mandamentos (Êxodo 24).

Um período de 40 dias, à semelhança dos 40 anos que o povo de Deus passou no deserto, guiado por Moisés, depois de ter saído da escravatura do Egipto e antes de chegar à terra prometida (Deuteronómio 8).

Um período de 40 dias, à semelhança dos 40 dias que o profeta Elias caminhou até chegar ao cimo do monte Horeb, fortalecido pela comida e bebida que o Senhor lhe tinha enviado pelas mãos dum anjo (1 Reis 19).

Um período de 40 dias, à semelhança dos 40 dias em que o povo de Nínive fez penitência e jejum pelos pecados que eles próprios tinham cometido, arrependendo-se, pedindo e aceitando o perdão que Deus lhes oferecia (Jonas 3).

Um período de 40 dias, à semelhança dos 40 dias que Jesus passou voluntariamente no deserto, logo depois de ter sido baptizado por João Baptista no rio Jordão e antes de ter iniciado a sua missão de evangelização, onde foi duramente tentado pelo Maligno, e de onde saiu vitorioso, cheio do Espírito Santo (Mateus 4 e Lucas 4).

 

lent beginner.jpg

Imagem retirada daqui 

 

Mas 40 dias, às vezes, parece muito tempo, não parece?

Eu já aprendi por experiência que, para viver com verdadeira intencionalidade um período de tempo tão longo, eu preciso de ver os dias que passam e de ver em que zona do percurso me encontro, para não cair em desânimo por "ainda faltar tanto", nem na atitude do "ainda tenho tempo".

 

Assim, este ano pensei em fazer um calendário para a Quaresma e inspirei-me no maravilhoso calendário que a Jessica do blog Shower of Roses criou, para fazer não só um calendário para a Quaresma, mas também para a Páscoa (porque a Páscoa não é só um dia!)

 

Calendário para a Quaresma

Quaresma 1.jpgQuaresma 2.jpg

Quaresma 3.jpg

 

Podem ler como é que a Jessica fez o calendário delaEu vou descrever-vos como fiz o meu:

  • Comprei uma cartolina A3 branca (mas depois achei que o calendário iria ficar demasiado grande) e cortei-a ao meio.
  • Para o calendário da Quaresma, desenhei com marcador preto uma tabela com 7 linhas, subdivididas em 7 quadrados com 5x5cm. Para a linha superior dessa tabela, a 8ª linha, onde coloquei as etiquetas com os dias da semana, escolhi que tivesse apenas 4 cm de altura (mantendo os 5 cm de largura por cada quadrado).
  • Imprimi o título do calendário (ou aqui) e as etiquetas que desenhei (ou aqui).
  • Para cada dia da semana, comprometi-me a rezar por uma intenção em particular:

Domingo - Acção de graças por todas as bênçãos de Deus

Segunda-feira - Por todos os que sofrem

Terça-feira - Pela conversão dos pobres pecadores

Quarta-feira - Pelo nosso Papa e por todos os sacerdotes

Quinta-feira - Pela nossa família e por todas as famílias

Sexta-feira - Pelo perdão de todos os pecados no nosso mundo

Sábado - Por todos as almas no Purgatório

  • Recortei tudo e colei da forma que podem ver na 1ª imagem (iniciando deliberadamente cada semana pelo Domingo)
  • Escrevi o nº de dias da Quaresma (que não correspondem aos dias do mês, claro) e coloquei o símbolo do peixe nas 6ªfeiras (para me relembrar da maior importância desses dias)
  • Recortei 37 cruzes em cartolina roxa, com a ideia de adicionar, com bostik*, uma a uma, consoante passem os dias da Quaresma - sendo necessário ter realizado as renúncias e as penitências que me propus a fazer nesta Quaresma para poder pôr lá a respectiva cruz.
  • Pelas fotos podem ver como o calendário deve evoluir com o avançar da quaresma.

*pretendo usar bostik em vez de cola, para que possa re-utilizar o mesmo calendário para o próximo ano

 

 

Agora, passando para 

Calendário para a Páscoa

Pascoa 1.jpgPascoa 2.jpg

Pascoa 3.jpg

  • Nas costas do calendário para a Quaresma, decidi fazer um 2º calendário, desta vez para seguir melhor todos os dias em que a Igreja celebra a Páscoa (até ao dia de Pentecostes).
  • Desenhei com marcador preto uma nova tabela, desta vez com 8 linhas, subdivididas em 7 "quadrados" com 4,5x5cm. No topo desta tabela, para as etiquetas dos dias da semana, desenhei uma 9º linha, subdividida em "quadrados" com 3x5cm.
  • Imprimi o título do calendário (ou aqui) e as etiquetas que desenhei (ou aqui).
  • Para cada dia da semana, comprometi-me a rezar pelas seguintes intenções: 

Domingo - Acção de graças por todas as bênçãos de Deus

Segunda-feira - Por todas as intenções de oração no mundo

Terça-feira - Pela conversão dos pobres pecadores

Quarta-feira - Pelo nosso Papa e por todos os sacerdotes

Quinta-feira - Pela nossa família e por todas as famílias

Sexta-feira - Por todos as almas no Purgatório

Sábado - Oração à Santíssima Virgem Maria

  • Recortei as etiquetas todas e colei da forma que podem ver na 1ª imagem
  • Recortei, em cartolina, 6 corações amarelos para a 1ª semana da Páscoa, 5 corações azuis para a 2ª semana da Páscoa (porque este ano a festa da anunciação do Senhor foi transferida do habitual dia 25 de Março, para o dia 9 de Abril, já depois da Quaresma) e 30 corações verdinhos para os restantes dias da Páscoa.
  • Ainda não defini muito bem o que terei de fazer para poder pôr os corações (novamente, com bostik) no calendário ... alguém tem ideias?

 

  • Por fim, colei o calendário (com a face da Quaresma) com bostik na parede do meu quarto. Quando chegarmos à Páscoa é só voltar a colar com bostik a outra face - e pronto, já está!

 

Eu demorei 3 serões à noite para completar, do início ao fim, este duplo calendário. Mas se vocês quiserem utilizar os títulos e as etiquetas que eu já criei, de certeza que irão ter muito menos trabalho e provavelmente conseguirão fazer tudo numa só tarde (ou noite, se tiverem ajuda).

Também podem simplificar todo o processo e escreverem/desenharem/colorirem os quadrados com lápis de cor ou canetas, em vez de imprimirem e depois recortarem as etiquetas. Também podem ir desenhando uma cruz/coração directamente no calendário, por cada dia, em vez de terem de desenhar, recortar e colar as cruzes e os corações em cartolina como eu fiz ...

 

Este calendário em princípio também irá comigo para a Catequese, para que os meninos possam visualizar a passagem dos dias (se 40 dias parecem muito para mim, para eles parece uma eternidade!)

 

Porque não aproveitam este Domingo, ou a terça-feira de Carnaval, ou até o dia de Quarta-feira de Cinzas, para fazer esta actividade em família?  

Uma abençoada Quaresma para todos!

As nossas velas de Natal

No ano passado quis celebrar o advento de maneira mais viva. Uma das maneiras que encontrei foi através deste site. Apesar de na altura não ter o tempo necessário para criar uma autêntica grinalda para o advento, pensei em reunir apenas as velas e acende-las uma a uma em cada domingo do advento. Tradicionalmente, teria de ser três velas roxas e uma vela rosa. Contudo na altura não encontrei essas cores, então o branco teve de servir.

 

20141126_121601.jpg

 

Assim, com pequenos gestos semanais, tentei reacender também em mim a chama da fé, a luz que Cristo veio trazer à Terra. Estes simples gestos simbolizavam também a minha crescente expectativa e esperança no novo ano.

 

Este ano, com alguma antecedência, tentei decorar um pouco melhor as velas. Agora já têm direito a suporte e a lacinhos. Escrevi também algumas palavras, com uma caneta especial com relevo, para me relembrar o simbolismo de cada uma: Alegria, Amor, Fé e Esperança.

Infelizmente e como podem ver, cometi um erro ao escrever. É o resultado de quase 90% do meu estudo ser em inglês …. Sem querer, escrevi as palavras nas velas também em inglês! E eu nem reparei, teve de ser a minha mãe a dizer-me… 

Ah, e coloquei também um pequeno ornamento-estrela que costurei este verão. Baseei-me na ideia da estrela guia referida nas Escrituras, que guiou os reis magos e os pastores até ao Menino Jesus. Para mim, simboliza uma bússola que nos orienta, que nos guia, que nos encaminha na direcção do amor de Deus Pai. 

 

E vocês têm também uma grinalda de natal?

Costumam acender uma vela em cada domingo do advento?