Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem esposa e mãe católica portuguesa. Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade e o meu encontro com o amor misericordioso do Senhor. Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem esposa e mãe católica portuguesa. Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade e o meu encontro com o amor misericordioso do Senhor. Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a alegria do Evangelho!

Os Profetas Menores - 12. Profeta Malaquias

Profetas Menores - 12. Malaquias 2.png

 

«E vós perguntais: 'Porquê?' É porque o Senhor Se constituiu testemunha entre ti e a esposa da tua juventude, aquela que tu atraiçoaste, embora ela fosse a tua companheira e aquela com quem fizeste aliança. Porventura não fez Ele um só ser que é carne com um sopro de vida? E este ser único que procura, afinal? Uma posteridade dada por Deus. Por conseguinte, tende cuidado convosco, e que ninguém atraiçoe a mulher da sua juventude. Porque Eu odeio o divórcio - diz o Senhor, o Deus de Israel - e que alguém cubra de injustiças as suas vestes - diz o Senhor do Universo. Portanto, tende cuidado convosco e não cometais essa traição.» (Ml 2, 14-16)

 

Malaquias, cujo nome quer dizer “meu mensageiro”, é o último dos profetas menores, e aquele cujo livro fecha o Antigo Testamento. Terá profetizado cerca de 20 anos depois da reconstrução do Templo de Jerusalém, durante uma nova crise religiosa, moral e económico para o povo judeu.

Porquê esta veemência do Senhor em recusar o divórcio? Porque, pelo Matrimónio cristão, o homem e a mulher tornam-se imagem da Santíssima Trindade, uma comunhão inseparável de pessoas que se amam. O homem e a mulher unidos pelo Matrimónio tornam-se um sacramento, ou seja, um sinal visível da união invisível de Cristo pela Igreja. Tornam-se assim um ícone do amor de Deus por cada um de nós.

E como é o amor de Deus por nós? Será que Deus se divorcia de nós? Não. Deus é fiel, mesmo na nossa infidelidade- Deus ama-nos, mesmo quando não O amamos. Deus entrega-se por nós - até ao fim.

 

Para outras meditações: Canal Sede Sal, Sede Luz