Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Pequenas gotas de água

Passou-se mais uma semana de exames - e já vou a meio! Boaa!

Fiz 4 exames nas últimas 48h, o último hoje, sábado de manhã! Que maratona! 

Já acabei todas as avaliações da cadeira de Cirurgia, o próximo exame será de Pediatria, um dos mais difíceis de sempre, mas sem dúvida bastante recompensador!

Oh, santa Gianna Molla, roga por mim! :)

 

A época de exames, no caso dos estudantes, mas todas as épocas especialmente preenchidas da nossa vida, cheias de trabalho e de stress, são alturas de grandes tentações. Temos tantas coisas para fazer! Andamos tão cansados! A paciência já se esgotou há muito ... 

studying.jpg

Imagem retirada daqui.

 

Eis que uma vozinha se faz ouvir, traiçoeira e disfarçada como sempre:

 

Tu tens tanta coisa para fazer … porque é que ainda perdes tempo a ir à missa? Deus vê o que estás a fazer, Ele não se vai importar se faltares só desta vez … e da próxima também não … é só uma vezinha ou outra! Afinal, tu vais lá todos os domingos, Ele nem vai notar a tua falta!

 

E depois:

 

Oh, és tão parvo por gastares o teu tempo tão precioso a rezar! Que parvoíce, para quê? Devias era ligar a TV e “desanuviares” um pouco a cabeça…

 

E aos poucos, um pouquinho a cada dia, esquecemo-nos de Deus… Aos pouquinhos, Jesus deixa de ter importância, e é simplesmente esquecido, juntamente com todas as outras “coisas” que só nos “ocupam a mente”…. Quando eu tiver mais tempo, logo volto a rezar, está bem Jesus? Mas agora não ….

 

Amanhã, mas hoje não…

 

Quantas vezes esta já foi a minha história? Oh, tantas, tantas vezes ….

 

Felizmente estamos no Inverno, e as pequenas gotas de chuva que batem na janela do meu escritório fazem-me constantemente lembrar duma pequena história, que um dia o padre da nossa paróquia me contou. Uma pequena e simples história mas que me marcou verdadeira e profundamente.

 

woman with water vessel.jpg

Era uma vez uma senhora que ia buscar água a um poço, longe da sua casa, várias vezes ao dia. A senhora usava uma vasilha velhinha e bastante usada, com um pequeno furo no fundo, que deixava ir pingando, gota a gota, durante todo o caminho de volta para casa. Ora, no final da viagem a senhora perdia uma quantidade significativa de água. E assim, tinha de ir ao poço mais vezes ao longo do seu atarefado dia de trabalho….

 

Uma vizinha via esta situação e, querendo ajudar, dizia-lhe várias vezes:

“Porque não tapas o pequeno buraco da tua vasilha? Não vês que assim tens de ir ao poço mais vezes? E logo tu, que tens sempre tanta coisa em casa para fazer. Pouparias tanto tempo e trabalho!”

Mas a senhora recusava sempre….

 

Women Drawing Water from Stream... Shottery Brook, 

Warwickshire, England, UK. 1890.

Imagem retirada do Pinterest. 

 

Um dia, a vizinha tanto insistiu, e apesar dos protestos da senhora, lá emendou o pequeno furo da vasilha. Passado uns tempos, a mesma vizinha comenta:

“Antes havia aqui na nossa rua tantas flores espalhadas pelo caminho. Oh, estava tudo sempre tão bonito e florido. Agora, já não há aqui nada, já não há flores…. O que terá acontecido?”

Eis que a outra senhora lhe respondeu:

“O que aconteceu foi que remendaste o pequeno furo da minha vasilha velha, que deixava pingar várias gotas de água aqui e ali pelo caminho…..o que fazia com que as flores crescessem, e tudo ficasse florido!”

 

Às vezes, ao longo da nossa vida atarefada (e diria eu, quanto mais atarefada ela estiver!), é bom "perdermos" tempo com pequenas gotas de água que deixamos cair, aqui e ali … um sorriso, uma pequena ajuda, uma palavra de apoio. Mais 5 minutos de conversa alegre com os pais; ou 10 minutos de brincadeira com os filhos; ou 15 minutos para rezarmos a Jesus e agradecer-Lhe por tudo o que nos oferece diariamente, ou (que sacrifício!) uma hora inteira do total de 168 horas que o Senhor nos presenteia semanalmente….

Uma gota de água, aqui e ali …. um “Obrigado, Senhor!”.... um “Nós, Jesus” …

 

Não nos devemos nunca esquecer que serão essas pequenas gotas de água que, no final de tudo, fazem florir a nossa vida! 

 

E Domingo celebrem connosco!

A prova

la-equilibrista.jpg

Eu sinto que neste momento da minha vida estou a realizar um autêntico número de circo. Sinto como se Deus me tivesse pedido para subir sobre uma corda alta e andar sobre ela, pé ante pé, tentando atravessar o rio Tejo, duma margem para a outra, sem cair na água. E eu que tenho tantas vertigens…

Nas minhas mãos, o Senhor colocou-me uma vara na horizontal, e em cada extremidade desta 2 baldes cheios de pedras no seu interior. E disse-me “Tens de chegar ao outro lado com o mesmo número de pedras”.

A vara ajuda-me levemente a manter o equilíbrio, mas é tão pesada, e às vezes parece que me vai escorregar das mãos. Se me deixo vencer pelo cansaço e me inclino ligeiramente para um lado, arrisco-me a perder o conteúdo do balde desse lado.

Além disso, à minha volta reúnem-se umas nuvens muito escuras, o vento começa a soprar forte e uma trovoada parece estar prestes a rebentar sobre mim.

 

Para vos ser inteiramente sincera, sinto-me exactamente dentro desta imagem.

E não sei o que irá acontecer.

 

Contudo, o Deus da Eterna Misericórdia, não me abandonou nem num único milímetro desta prova. Ele sabia que eu iria precisar de (muita) ajuda para chegar até ao outro lado da margem. Para isso, Ele criou (através da família Power) o Retiro Quaresmal no passado fim-de-semana :)

 

Eu continuo e continuarei pelo menos até Julho no meio da tempestade, tentando dar diariamente mais um passo na direcção que Deus escolheu para mim. Não sei o que irá acontecer. Mas sei que nunca estarei sozinha! Porque, como descobri no retiro, ....

 

"Agora assim diz o Senhor que te criou, ó Jacob, e que te formou, ó Israel:

Não temas, porque Eu te res­gatei; chamei-te pelo teu nome, tu és Meu.

Se tiveres de atravessar as águas, estarei contigo, e os rios não te submergirão.

Se caminhares pelo fogo, não te queimarás, e as chamas não te consumirão.

Porque Eu sou o Senhor teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador;

dei o Egipto por teu resgate, a Etiópia e a Seba em teu lugar.

Visto que és precioso aos Meus olhos, porque Eu te estimo e porque te amo,

assim entrego os reinos por ti, e os povos pela tua vida.
Não temas, porque Eu estou contigo!"
Isaías 43:1-5
"

 

Reviravolta

.... Parece-me que estou em sintonia com a Olivia e com a Teresa!

 

Custa-me a acreditar que ainda agora comecei um novo semestre. O meu dia sofreu uma reviravolta tal que parece impossível só ter passado alguns dias. Eu sabia que este seria o semestre mais difícil e mais trabalhoso de sempre em medicina, mas nada me teria preparado para isto!! Eu não tenho tempo nenhum, leia-se, NENHUM mesmo!!!! Como é que isto aconteceu???

 

Neste momento, levanto-me todos os dias às 6h, ou antes, e tenho de sair de casa o mais tardar às 7h da manhã. Entro às 8h ou no Hospital de Santa Maria ou no Pulido Valente, onde irei ter aulas quase ininterruptamente até perto das 18h. Tenho por norma entre 20-30min para almoçar. Passo o dia a correr dum hospital para outro por ter aulas nos 2 locais. Ah, e chego a casa, mal janto, e tenho que fazer algo para entregar no dia seguinte. E entretanto adormeço algures ...

 

Agora, sinto-me uma queixinhas.... mas a situação está mesmo complicada!

Quer dizer, estamos em plena Quaresma, eu devia aceitar estas circunstâncias como uma prova de fé e reconhecer uma forma de penitência ou de carácter redentor ... mas está difícil! Só me sinto stressada!! E nada de santidade...

 

Estou a tentar criar todas as soluções que encontro para continuar a rezar o Terço diariamente (que não tem falhado, graças a Deus!), ir à missa pelo menos 2x por semana, e tentar estar em dia, ainda que de forma intermitente, com o meu, há muito atrasado, plano bíblico.... Mas não estou a conseguir fazer mais nada!

Não consigo escrever aqui no blog, quer por não ter tempo, quer por nem sequer ter inspiração para pensar em temas ou textos para desenvolver ....

O meu canto de oração está semi-feito .... 

Tempo em família ... "olá bom-dia, adeus boa-noite" .... 

 

Só rezo a Deus, a Jesus, ao Espírito Santo, à Virgem Maria, a todos os santinhos e anjinhos, me ajudem a conseguir ir ao Retiro no próximo sábado. Só Ele sabe o quanto estou a precisar!!!!

Por hoje, recuso-me a fazer mais pela Medicina. Hoje estou decidida a jantar sentada, com calma, falar com a família, e depois irei à Via Sacra na minha paróquia. Depois venho para casa dormir!

 

Amanhã, pegarei novamente na minha Cruz, calar-me-ei e seguirei, como me ensinou a Teresa, com a minha cruz ATRÁS de Jesus....