Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

Uma Jovem Católica

Sou uma jovem católica portuguesa.Neste blog partilho a minha caminhada em busca da santidade, da fé, da misericórdia, da caridade, do amor a Deus e ao próximo.Espero que ele vos possa ajudar a encontrar a Alegria do Evangelho!

A vida recebida no topo do Monte Nebo

  †   Peregrinação: do EGIPTO à TERRA SANTA ~  2019   †  

 ~  Egipto - Jordânia - Israel - Palestina  ~ 

 

O povo hebreu tem andado pelo deserto desde há 40 anos ... e parece que nunca mais chega à Terra Prometida. Ainda se lembram de quantas pessoas é que saíram do Egipto? 

O livro do Êxodo fala-nos em 600.000 homens, o que calculámos que fossem pelo menos 2 milhões e meio de pessoas, se contarmos com esposas e filhos. 

Durante 40 anos, depois de tirar o povo do Egipto, Deus tem tentado tirar o Egipto do coração, da mente, da alma e do corpo daquele povo que tanto amava, a fim de os tornar verdadeiramente livres.

Não tem sido tarefa fácil para o Senhor ... volta e meia (ou melhor dizendo, a cada nova página do livro do Êxodo, dos Números e do Deuteronómio) o povo revolta-se e começa a murmurar contra o Senhor e contra as circunstâncias que o próprio povo escolheu e aceitou...

deserto 10.jpg

Então o povo começou a murmurar contra Moisés, inquirindo: “Que haveremos de beber?

Ex 15,24

Ali o povo teve sede de água, e murmurou contra Moisés, dizendo: «Porque nos fizeste subir do Egipto para nos fazer morrer à sede, a nós, aos nossos filhos e ao nosso gado?»

Ex 17, 3

Os filhos de Israel puseram-se a chorar, dizendo: «Quem nos dará carne para comer? Lembramo-nos do peixe que comíamos de graça no Egipto, dos pepinos, dos melões, dos alhos porros, das cebolas e dos alhos. Agora, a nossa garganta está seca; não há nada diante de nós senão maná

Nm 11, 4b-6

Levantou-se toda a assembleia a gritar e o povo chorou toda essa noite. Murmuraram contra Moisés e contra Aarão todos os filhos de Israel, dizendo consigo toda a assembleia: «Antes tivéssemos morrido na terra do Egipto ou mesmo neste deserto. Porque nos fez sair o Senhor para esta terra a fim de nos matar à espada? As nossas mulheres e as nossas crianças serão humilhadas. Não nos seria melhor voltar para o Egipto?»

Nm 14, 1-3

Do monte Hor, os israelitas partiram pelo caminho do Mar dos Juncos para contornar a terra de Edom, mas cansaram-se na caminhada. O povo falou contra Deus e contra Moisés: «Porque nos fizestes subir do Egipto? Foi para morrer no deserto, onde não há pão nem água, estando enjoados com este pão levíssimo?»

Nm 21, 4-5

Talvez por também eu ser refilona, tendo a simpatizar com os "refilanços" do povo hebreu.

Na verdade, as suas murmurações parecem-me legítimas - passam por locais onde não há água, não há pão, não há carne nem peixe; caminham quilómetros e quilómetros com os seus filhos, as suas tendas e todos os seus pertencem às costas, sem saberem bem o caminho, nem que perigos os esperam do outro lado dos montes que vão percorrendo; passam 40 anos a comer o mesmo tipo de pão, o maná (pois claro que já não o podiam ver à frente!); passam por diversas terras onde os habitantes os tentam matar e apoderar-se das suas poucas posses ... 

Jesus dirá e ensinar-nos-á, séculos e séculos mais tarde

Pedi e ser-vos-á dado; procurai e achareis; batei e abrir-se-vos-á; porque todo aquele que pede, recebe; quem procura, encontra, e ao que bate, abrir-se-á.

Lc 11, 9-10

A diferença, é que há formas e formas de pedir ...

deserto 9.jpg

 

Todos os "filhos de Israel" que saíram do Egipto foram morrendo ao longo da sua longa peregrinação pelo deserto. Nenhum deles chegou a entrar na Terra Prometida - nem mesmo Moisés. Estes 40 anos foram importantes para que ocorresse uma nova geração neste povo, que novas crianças nascessem e crescessem, longe do poder e da influência do Egipto. Serão estas crianças, agora adultas e com as suas próprias famílias, que lutarão por chegarem, finalmente, à Terra Prometida pelo Senhor, Deus de Abrãao, de Isaac, de Jacob, de Moisés ...

 

E, tal como ao povo hebreu, também a nossa peregrinação nos leva até ao topo do Monte Nebo

monte nebo 6.jpg

Moisés subiu das planícies de Moab ao monte Nebo, ao cimo do Pisga, que está em frente de Jericó. O Senhor mostrou-lhe toda a terra, desde Guilead até Dan, todo o Neftali, o território de Efraim e de Manassés, todo o território de Judá até ao mar ocidental, o Négueb, o Quicar, no vale de Jericó, cidade das Palmeiras, até Soar.

O Senhor disse-lhe: «Esta é a terra que jurei dar a Abraão, Isaac e Jacob. Dá-la-ei à vossa descendência. Viste-a com os teus olhos, mas não entrarás nela.» 

E Moisés, o servo de Deus, morreu ali, na terra de Moab, por determinação do Senhor. Foi sepultado num vale da terra de Moab, defronte de Bet-Peor, mas ninguém até hoje soube do lugar da sua sepultura. Moisés tinha cento e vinte anos quando morreu; a sua vista nunca enfraqueceu e o seu vigor nunca se esgotou.

Dt 34, 1-7

Monte nebo 4.jpg

Terá sido neste vale, que se vê do cimo do Monte Nebo, que o corpo de Moisés foi sepultado, mas até hoje, por mais escavações que têm sido feitas, ninguém ainda o encontrou...

 

O Monte Nebo é o local onde Moisés pôde avistar, pela primeira e última vez, a Terra Prometida por Deus, a terra onde correria leite e mel (de tâmaras)...

A primeira igreja aqui construída terá sido por volta do séc. IV d.C., exactamente por este ter sido o local onde Moisés viu a Terra Prometida e onde pode finalmente repousar após o seu longo êxodo. Os restos desta igreja foram descobertos apenas em 1933 e têm sido lentamente recuperados pelos Franciscanos responsáveis pela Custódia da Terra Santa.

 

Logo à entrada deste local sagrado, somos recebidos por um escultura bastante peculiar. Ora, digam-me lá o que veem? O que vos parece ser?

monte nebo 1.jpg

Conseguem ver o contorno dum rosto de homem, talvez Moisés, sim?

Mas se chegarmos mais perto, veremos que, de outra perspectiva, começa a parecer-nos um livro aberto... 

monte nebo 2 (2).jpg

E vemos os bustos de Abrãao, Isaac, Jacob, assim como de profetas como Isaías e Jeremias, por cima do nome de diversos livros do Antigo Testamento...

monte nebo 2.jpg

monte nebo 2 (1).jpg

 

Logo ali ao lado, encontramos uma grande rocha, em tempos usada para tapar a entrada dum túmulo aqui nas terras da Jordânia, que conseguiu permanecer inteira até aos dias de hoje. Esta rocha deverá ser bastante semelhante àquela que foi colocada à entrada do túmulo de Jesus - conseguem perceber quão grande é? É enorme! Deve ser pesadíssima ...

monte nebo 5.jpg

Bem que ficaram todos tão espantados quando viram a pedra deslocada no terceiro dia após a morte de Jesus e o Seu túmulo vazio (que, em apenas alguns dias, também nós veríamos!!) 

 

Estava eu a imaginar a cena da descoberta do túmulo vazio, quando os meus olhos captam algo que eu não estava nada à espera de encontrar ... O que é aquilo? Parece-me ... poderá ser? Sim, é mesmo!

monte nebo 7.jpg

Do monte Hor, os israelitas partiram pelo caminho do Mar dos Juncos para contornar a terra de Edom, mas cansaram-se na caminhada. O povo falou contra Deus e contra Moisés: «Porque nos fizestes subir do Egipto? Foi para morrer no deserto, onde não há pão nem água, estando enjoados com este pão levíssimo?»

Mas o Senhor enviou contra o povo serpentes ardentes, que mordiam o povo, e por isso morreu muita gente de Israel. 

O povo foi ter com Moisés e disse-lhe: «Pecámos ao protestarmos contra o Senhor e contra ti. Intercede junto do Senhor para que afaste de nós as serpentes.» E Moisés intercedeu pelo povo.

O Senhor disse a Moisés: «Faz para ti uma serpente de bronze e coloca-a num poste. Sucederá que todo aquele que tiver sido mordido, se olhar para ela, ficará vivo.»

Moisés fez, pois, uma serpente de bronze e fixou-a sobre um poste. Quando alguém era mordido por uma serpente e olhava para a serpente de bronze, vivia.

Num 21, 4-9

Mesmo quando veio sobre eles a terrível fúria das feras,

e pereciam pela mordedura das serpentes sinuosas,

a Tua ira não durou até ao fim.

Para sua correcção, foram atri­bu­­lados por pouco tempo,

mas tinham um Sinal de salvação

para lhes recordar os manda­men­tos da Tua Lei.

Quem se voltava para ela [serpente de bronze] era curado,

não pelo que via,

mas por Ti, Sal­vador de todos.

Sb 16, 5-7

 

Acreditem, eu fiquei largos minutos, de boca aberta, simplesmente a contemplar esta escultura, que tanto me falou ao coração ...

monte nebo 8.jpg

Disse Jesus: «Ninguém subiu ao Céu a não ser aquele que desceu do Céu, o Filho do Homem. Assim como Moisés ergueu a serpente no deserto, assim também é necessário que o Filho do Homem seja erguido ao alto, a fim de que todo o que Nele crê tenha a vida eterna. 

Tanto amou Deus o mundo, que lhe entregou o Seu Filho Unigénito, a fim de que todo o que Nele crê não se perca, mas tenha a vida eterna. De facto, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por Ele.»

Jo 3, 13-17

Nem a história das serpentes venenosas e da serpente de bronze, nem este discurso de Jesus, se passaram exactamente neste local, mas eu fiquei absolutamente extasiada ao ver esta enorme escultura de metal - que não é propriamente bonita, eu sei, mas é tão significativa! - ao ver a maneira como o artista italiano, Giovanni Fantoni, conseguiu entrelaçar tão bem estas passagens, que sempre me falaram tanto ao coração!

monte nebo 9.jpg

Também nós, quando nos deixamos levar pelo veneno do pecado, basta que levantemos os olhos, apesar da dor e da vergonha, e olhemos para Aquele que nos quis voluntariamente dar todo o Seu Amor e Perdão, para que nós fossemos curados e salvos e assim vivêssemos, junto d'Ele, para todo o sempre... 

 

Está na hora da missa. Jesus está mesmo ali, à nossa espera, para nos dar uma nova vida.

O Santuário, erguido sobre as ruínas da primeira igreja do séc. IV d.C., serve simultaneamente de igreja e de museu, e é ali mesmo que temos oportunidade de celebrar uma das Eucaristias mais simples mas mais bonitas e transformadoras que eu alguma vez tinha tido a oportunidade de participar ... 

Ali estávamos nós, um grupo de portugueses, a falar uma língua diferente, num canto do Santuário a celebrar a Santa Missa. E, quando damos por isso, quase todos os turistas tinham parado a meio a sua visita das descobertas arqueológicas ali expostas e tinham-se sentado nos bancos, assistindo e participando na Missa connosco! Oh, louvado seja Deus!

 

E com este compromisso terminávamos a nossa Missa

♫ Guiado pela mão, com Jesus, eu vou

E sigo como ovelha que encontrou Pastor

Guiado pela mão, com Jesus, eu vou

Aonde Ele vai ...

Se Jesus me diz: "Amigo,

Deixa tudo e vem Comigo"

Como posso eu resistir, ao Seu amor?

Se Jesus me diz: "Amigo,

Deixa tudo e vem Comigo"

Minha mão porei na Sua, 

Irei com Ele.... ♬

Amén! Amén! Amén!

  †   Peregrinação: do EGIPTO à TERRA SANTA ~  2019   †  

 ~  Egipto - Jordânia - Israel - Palestina  ~ 

No deserto com o Senhor

O Senhor levou-me ao deserto, uma vez mais. Até parece que estamos em plena Quaresma, não é? 

 

Sabem, este ano, dei por mim a desejar que a Quaresma nunca mais chegasse. Adiei e adiei e adiei até ao máximo tudo o que pudesse ter a ver com a Quaresma. Eu não queria que a Quaresma chegasse... 

Porquê? Porque a Quaresma dói, a Quaresma custa. Viver verdadeiramente uma Quaresma dói e custa. 

Quaresma é tempo de mudança, de purificação, de morte - para o nosso homem velho, pecador, orgulhoso, auto-suficiente - para que um novo homem, humilde, livre das cadeias do pecado, ardente de amor por Deus e pelo próximo, possa nascer e crescer.

 

Racionalmente, eu sabia tudo isto. Mas deixei-me levar pela voz sedutora e mentirosa do Maldito, que me assegurava e convencia do quanto uma Quaresma é exigente e dura e sofrida .... 

A graça e o amor de Deus, porém, vence tudo. E assim, após um período de arrependimento e reconciliação, deitei mãos e coração e cérebro a planear a Quaresma de 2019. Oh, ia ser perfeita - ia fazer isto e aquilo e o outro, abdicaria disto e daquilo, aprenderia a fortalecer esta e aquela virtude, venceria este e aquele vício e pecado com este e este método e ....

 

Claro, Deus - louvado seja - à primeira oportunidade, deitou os meus lindos planos pela janela e virou a minha vida do avesso. Louvado seja! Um Pai que não dá aos seus filhos aquilo que eles querem, mas sim aquilo que eles precisam e que é realmente melhor para eles.

 

Portanto, esta Quaresma, com todos os seus sacrifícios, alegrias, dores, milagres, bênçãos e graças, tem decorrido ao ritmo e ao sabor do nosso querido Salvador.

Ele é que tem escolhido as cruzes que me pede para levar - com Ele. 

Ele é que tem escolhido as lições a aprender. 

Ele é que tem escolhido as formas de eu amar o próximo.

Ele é que tem escolhido os pecados que precisam de ser redimidos e as virtudes que precisam de serem aprendidas e exercidas - aqui mesmo, neste exacto momento da minha vida, no meio desta tempestade que foge do meu controlo que tem sido a minha vida nos últimos tempos ...

 

Mas se queremos chegar à Terra Prometida, temos de passar primeiro pelo deserto. E assim Deus levou-me ao deserto, mais uma vez. Juntos, temos passado por períodos de intensa aridez; juntos, temos passado por períodos de dor - porque qualquer morte dói sempre - e esta Quaresma tem-me dado inúmeras oportunidades para o meu tremendo orgulho morrer, para a minha vontade egoísta morrer, para o meu desejo de controlar tudo à minha volta morrer, para as minhas inúmeras inseguranças e dúvidas e medos morrerem ... 

 

In The Silence Of The Heart

(Hosea 2:16-17, 21-22)

 

"In the silence of the heart
In the silence of the heart
In the silence of the heart You speak

 

Thus says the Lord, “I will allure her
I will lead her into the desert.

 

There she shall respond as in the days of her youth,
When she came up from the land of Egypt.

 

I shall espouse you to me forever,
In right and in justice, love and in mercy;
I’ll espouse you in fidelity,
And you shall know the Lord."

 

No Silêncio do Coração
(Oseias 2:16-17, 21-22)

 

"No silêncio do coração
No silêncio do coração
No silêncio do coração Tu falas

 

Assim diz o Senhor: "Eu vou seduzi-la
Eu vou levá-la para o deserto.

 

Lá ela responderá como nos dias da sua juventude,
Quando ela veio da terra do Egipto.

 

Eu vou desposar-te para sempre,
No direito e na justiça, amor e misericórdia;
Eu esposar-te-ei em fidelidade
E tu conhecerás o Senhor."

 

Não podia deixar passar a oportunidade de partilhar convosco mais uma das canções da minha cantora favorita - a Danielle Rose - cuja letra tem sido vivida tão intensamente por mim nesta Quaresma ...

 

Apesar de tudo, parece-me que simplicidade é a palavra que melhor pode definir esta Quaresma de 2019. Providencialmente, claro, tem sido uma óptima oportunidade para viver realmente o ensinamento mensal de Março das Famílias de Caná - O que está ao nosso alcance.

 

E vocês? Como tem sido a vossa Quaresma? 

O que nos impede de nos tornar santos ... já!

Já por diversas vezes vos recomendei os vídeos do Pe Mike Schmitz. O vídeo que foi publicado esta semana é talvez um dos mais inspiradores que ele alguma vez partilhou...

 

O que nos impede de nos tornar santos ... já, hoje, imediatamente?

Ao longo da nossa história pessoal, quando contactamos pela primeira vez com o conceito de que Deus, através da voz da Igreja, nos chama a cada um de nós a sermos santos ... tendemos a pensar na loucura que esse chamamento implica - os santos foram pessoas que viveram há muito tempo atrás e que fizeram coisas dificeis e extraordinárias, praticamente impossíveis ao comum dos mortais, certo? ... 

Com o passar do tempo e pela graça de Deus nos nossos corações, descobrimos que não, que os santos não são apenas aquelas pessoas extraordinárias .... Santos são todos aqueles que entram no Céu, mesmo passando ou não pelo Purgatório, mesmo tendo cometido muitos ou poucos pecados ...  ou seja, sim, é verdade - também eu, também tu (sim, tu!) podes (e deves!) ser santo. 

Então, o que me impede de me tornar santo ... já, imediatamente? 

Eu própria! 

 

Ouçamos e meditemos longamente nas palavras sábias e cheias de verdade - apesar de duras de ouvir e de reconhecer como verdadeiras - do nosso querido Pe Mike:

 

Doeu, não doeu? Pois, a mim também .. 

E agora? Mãos à obra! Vá, tornemo-nos santos ... já! 

O que terá feito Maria (e José) ao longo do primeiro Advento da História?

O Advento está aí à porta!

Preparemos os nossos corações, com a maravilhosa ajuda de um dos melhores vídeos de oração e meditação em preparação para o Advento, que eu alguma vez tive a oportunidade de vivenciar.

Não encontro palavras para vos recomendar este vídeo - mudará certamente a vossa percepção do primeiro Advento e de todos os eventos que ocorreram ao longo desse tempo de preparação para a chegada do nosso Salvador! 

 

 Um Santo Advento para todos! 

Retiro de preparação para o Crisma - parte 1

Retiro de preparação para o Crisma - Parte 2

Retiro de preparação para o Crisma - Parte 3

 

Recentemente, Deus ofereceu-me uma maravilhosa oportunidade para estar ao serviço da nossa paróquia e pôr os meus dotes a render.

 

Alguém ainda se lembra da partilha que fiz convosco acerca do meu retiro de preparação para o Crisma, há 3 anos atrás? 

Pois é, este ano fui convidada para ser uma das organizadoras do retiro de preparação para o Crisma da nossa paróquia! Conseguem acreditar?

Este pequeno projecto deu-nos bastante trabalho a preparar (quase 2 meses de trabalho!) e envolveu vários sacrifícios pelo caminho ... mas, pela graça de Deus, conseguimos receber e catequisar durante um fim-de-semana inteiro as 25 pessoas (entre adolescentes e adultos) que, na nossa paróquia, se estão a preparar para receber o Sacramento do Crisma no próximo domingo, dia 14 de Outubro .... e pensar que há apenas 3 anos eu era uma dessas pessoas! Deus consegue realmente fazer grandes milagres em pouco tempo!....

 

Se lerem até ao fim o post sobre o meu retiro de Crisma, há 3 anos, vão reparar que nesse ano eu estava radiante por poder participar no retiro do Crisma no sábado e participar dum retiro das Famílias de Caná no domingo ....

Este ano, Deus pediu-me o sacrifício de abdicar de participar no retiro das Famílias de Caná em Mogofores, para poder estar plenamente presente e em constante serviço durante os 2 dias do retiro para o Crisma...

Tu queres, Jesus? Então eu também quero - como nos ensinou a dizer a nossa querida Chiara Luce.

 

Tema do retiro.png

 

O título do nosso retiro foi "No Caminho da Santidade: Coragem, Esperança, Graça e Conversão" e todas as catequeses e reflexões partilhadas tiveram como base a recente exortação do nosso Papa Francisco "Gaudete et Exsultate – Alegrai-vos e exultai " (cujos trechos eu já tinha partilhado convosco antes aqui no blog). Assim, todo o nosso retiro andou à volta do tema da santidade a que Deus nos chama (sim, a todos e cada um de nós! sim, eu e tu!) e da santidade no dia-a-dia - que grande desafio!!

 

retiro 1.jpg

 

Um dos temas explorados durante o retiro foram as Bem-aventuranças, descritas por Jesus no Seu sermão da montanha do Evangelho segundo S. Mateus 5,1-12, utilizando para isso o exemplo de vida de alguns dos nossos amigos Santos.

 

“Ao ver a multidão, Jesus subiu a um monte. Então tomou a palavra e começou a ensiná-los, dizendo:

«Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino do Céu."

Santa Bernardette

 

"Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados."

 

São Maximiliano Kolbe

 

"Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra."

Santa Teresinha do Menino Jesus

 

"Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados."

São Paulo

 

"Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia."

Santa Maria Goretti

 

"Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus."

São Josémaria Escrivá

 

"Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus."

Santa Teresa de Calcutá

 

"Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça,

porque deles é o Reino do Céu."

São João Paulo II

 

"Bem-aventurados sereis, quando vos insultarem e perseguirem

e, mentindo, disserem todo o género de calúnias contra vós, por Minha causa.

Exultai e alegrai-vos, porque grande será a vossa recompensa no Céu.»"

Mateus 5,1-12

 

Os adolescentes, em particular, pareceram ficar bastante impressionados pela variedade de Santos que a Igreja nos apresenta como modelos de vida - impressionou-os não só existirem Santos tão novos quanto Santa Maria Goretti (Santa com apenas 11 anos! e após ter perdoado o homem que a tentou violar e assassinar!!), como também a coragem e, de certo modo, a rebeldia que alguns dos Santos demonstraram ao longo das suas vidas, a fim de defenderem sempre a fé católica e os valores da vida cristã....

 

Durante a tarde do primeiro dia do retiro, tivemos a oportunidade de explorar os dons e os frutos do Espírito Santo, com o auxílio do nosso pároco, Padre Miguel Alves, que fez um trabalho extraordinário, conseguindo explicar com muita clareza e bom humor aquilo que por vezes é bastante confuso ...

E no final dessa tarde rezámos ainda em conjunto o Santo Terço, meditando os Mistérios Gozosos.

 

Depois do jantar, tínhamos uma surpresa muito especial - pela graça de Deus, podemos contar com a presença de 5 irmãs do Instituto Hesed, que vieram recentemente para Portugal, encontrando-se na Paróquia de São Tiago em Almada.

 

Instituto Hesed das Irmãs da Santa Cruz

e da Bem-Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo

- Fundado no Brasil em 2001

- É um instituto de vida religiosa de adoração perpétua e de culto ao Sangue de Cristo

- Tem uma espiritualidade Carmelitana

- E tem como carisma experimentar, viver e cantar a Misericórdia de Deus, numa vida de oração, adoração, contemplação, expiação, celebração, acção de graças e missão.

irmas hesed.jpg

Foto retirada do site do Instituto Hesed

 

As queridas Irmãs deram-nos uma belíssima catequese acerca das diferentes formas de alcançar a santidade no nosso dia-a-dia. Partilharam também connosco um pouquinho dos seus próprios processos de conversão (que no caso delas as levou a aceitarem serem esposas de Deus e a entregarem toda a sua vida a Ele). Foi sem dúvida uma catequese muito inspiradora!

Depois, tivemos ainda a oportunidade de passarmos uma hora de Adoração ao Santíssimo! Uma Adoração muito, muito, muito especial, cantada e meditada com a ajuda das Irmãs.

 

No segundo dia de retiro, Domingo, pudemos partilhar uns com os outros as nossas experiências e perspectivas acerca do retiro e do Crisma. 

Pudemos também jogar uma espécie de pequeno jogo (podem fazer o download do powerpoint aqui ou então aqui) - onde podíamos descobrir as respostas de Deus, através da Bíblia, a alguns dos nossos principais anseios, dúvidas e medos. Foi distribuído a cada participante uma folha com as perguntas e com pistas para encontrarem as respostas, folheando cada um a sua Bíblia. O resultado final podem observar no powerpoint (esta ideia foi adaptada dum powerpoint de origem protestante que descobrimos na internet...)

 

retiro 2.jpg

 

Terminámos, como não podia deixar de ser, o nosso retiro com a Santa Missa Dominical - cujas Leituras não podiam ter sido mais concordantes com a mensagem que tentámos transmitir ao longo de todo o retiro ... 

 

"O Senhor Deus abriu-me os ouvidos e eu não resisti nem recuei um passo.

O Senhor Deus veio em meu auxílio e por isso não fiquei envergonhado.

O Senhor Deus vem em meu auxílio. Quem ousará condenar-me?"

Isaías 50,5-9a

 

"Justo e compassivo é o Senhor,

o nosso Deus é misericordioso.
O Senhor guarda os simples:
estava sem forças e o Senhor salvou-me.

Livrou da morte a minha alma,
das lágrimas os meus olhos, da queda os meus pés." 

Salmo 114 (115)

 

"Chamando a multidão com os seus discípulos, disse-lhes [Jesus]: 

«Se alguém quiser seguir-Me, 

renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-Me."

Evangelho de S. Marcos 8,35

 

Tenho mais actividades deste retiro de preparação para o Crisma que gostaria de partilhar convosco nos próximos dias, se Deus assim o permitir... fiquem atentos! 

Um abençoado fim-de-semana para todos! 

A vivência da fé na juventude

Deus tem-me mantida bastante ocupada nestas últimas semanas.... e parece que vou continuar assim, pelo menos, durante mais algumas semanas. Para além de todo o trabalho que envolve a minha profissão como médica, tem-me sido oferecido diversas oportunidades para servir a minha paróquia, às quais, pela graça de Deus, tenho tido finalmente a coragem de aceitar, com a alegria de quem se sacrifica por amor. Além disso, a minha própria vida está a sofrer uma grande mudança - dentro em breve, sairei da casa dos meus pais e irei viver sozinha. Mas, a seu tempo, contar-vos-ei todas estas aventuras com Deus.

 

Hoje, queria partilhar convosco um pequeno documentário da Opus Dei (cerca de 30 min, divididos em pequenos vídeos legendados), acerca da vivência da Fé Católica por diversos jovens adultos espalhados por todo o mundo. Um óptimo recurso para a Catequese da adolescência   (e não, a Marisa que aparece nos vídeos não sou eu)

 

A Fé aos 20 anos - Introdução

A fé aos 20 anos (1): Querer saber mais

A fé aos 20 anos (2): "Fé que leva a servir" 

 

A fé aos 20 anos (3): Encontrar Deus a cada dia

 

A fé aos 20 anos (4): Fazer o ambiente  

 

 

A fé aos 20 anos (5): Pertenço a uma família 
 

 

 A fé aos 20 anos (6): Dar-se por completo a Deus

 

A fé aos 20 anos (7): Viver um namoro cristão

 

A fé aos 20 anos (8): Uma graça que muda a sua vida

 

 A fé aos 20 anos (9): Cristo na minha vida

 

 A fé aos 20 (10): Partilhar a fé

 

Um abençoado fim-de-semana para todos!

Ainda sobre o pecado da preguiça ...

Em seguimento do post anterior - sobre o pecado da preguiça - lembrei-me de partilhar convosco alguns pequenos vídeos que tive a oportunidade de ver pela primeira vez há cerca de 1 ano, onde se fala e explica um pouco mais acerca deste pecado, das suas consequência e, mais importante de tudo, como combatê-lo!!

 

Acídia: Desânimo, Preguiça e Tédio

- Ana Paula Barros, do blog Salus in Caritate

 

O que é a Acídia - Padre Paulo Ricardo

 

Acedia: The Noonday Devil - Fr. Mike Schmitz

 

Aproveitem o fim-de-semana para reflectirem bem!

 

Preparando a Quaresma - a necessidade de Penitência

Hoje é Quarta-feira de Cinzas, o 1º dia da Quaresma!

O dia de hoje e os próximos dias são a altura ideal para cada um reflectir acerca da sua necessidade de (re)conversão ao amor de Deus e à plena comunhão com os nossos irmãos. Sugiro-vos começarem esta reflexão lendo a mensagem do Santo Papa para a Quaresma de 2018 e depois a mensagem quaresmal do nosso querido Bispo de Setúbal

Como irão certamente perceber, as duas mensagens falam da necessidade de realizarmos penitências durante este período de 40 dias - que pode tornar-se num período tão fértil de bênçãos, se nós assim o pedirmos humildemente ao Senhor. 

Esta vai ser apenas a 4ª Quaresma da minha vida, e portanto, ainda estou em processo de aprendizagem acerca do real valor destes dias que a Igreja nos propõe, assim como dos diversos elementos que a acompanham. As penitências, apercebi-me no outro dia, eram talvez o que eu mais ... evitava, a todo o custo, nas Quaresmas anteriores ... até eu ter a oportunidade de ouvir os 3 vídeos que se seguem! Aconselho-vos vivamente a encontrarem um tempinho para os ouvirem atentamente! 

 

A Penitência Quaresmal - Pe Paulo Ricardo

 

Formas de penitência e as suas razões - Pe Paulo Ricardo

 

Como escolher a penitência para esta Quaresma? - Pe Leonardo